Boas práticas de email marketing: o que evitar

boas práticas email marketing

As boas práticas de email marketing são as melhores aliadas das empresas que decidem usar esta estratégia de marketing digital.

E não é para menos: o email marketing é um meio de comunicação direto e eficaz, ideal para atingir seu público alvo.

Mas engana-se quem acredita que basta adquirir uma lista e começar a disparar os emails.

É preciso saber trabalhar essa ferramenta corretamente, sempre segundo as boas práticas de email marketing e evitando alguns hábitos que impedem que os resultados surjam, como as 5 que listamos abaixo.

Confira cada uma e veja se sua empresa não está cometendo esses erros.

Veja também: 5 ideias incríveis para assuntos em Email Marketing

O que evitar para seguir as boas práticas de email marketing

1- Compra de listas:

Qualquer estratégia de email marketing só tem início caso sua empresa tenha em mãos uma lista de emails, mas isso não significa que tal lista deva ser adquirida ou construída de qualquer forma.

Você só terá bons resultados e evitará perda de tempo e dinheiro se obtiver permissão do seu público para que possa enviar suas mensagens, o que não ocorre quando se compra um mailing.

Nesse último caso, inclusive, os envios são direcionados diretamente para a caixa de spam, e não para a caixa de entrada. Afinal, o destinatário não te deu permissão de envio.

2- Envio manual

Outra prática comum, e que vai contar todas as boas práticas do email marketing, é acreditar que o envio pode ser feito manualmente, o que é um erro.

Imagine que você tenha uma lista com 50 contatos e vá enviar um comunicado de algum produto que esteja com desconto, por exemplo.

Pode ser que seu primeiro pensamento seja colocar todos os destinatários juntos, no mesmo envio, ou separá-los em grupos de 10, para fazer 5 envios do seu próprio email.

Porém, você acaba ignorando o fato de que cada pessoa irá perceber que recebeu uma mensagem idêntica às demais, pois será possível ver que existem outros destinatários, sem citar o fato de que essa atitude também pode te levar para o spam.

Para evitar que isso aconteça, e para criar mensagens personalizadas, opte por ferramentas profissionais específicas para e-mail marketing. Elas farão toda a diferença nos seus resultados.

Confira: Como aumentar minha taxa de abertura de email marketing

3- Falta de acompanhamento de resultados

A utilização de uma ferramenta para envio de email marketing é importante também em outros aspectos, como para permitir que os destinatários se descadastrem e para que possa existir um acompanhamento dos resultados, como taxas de abertura e cliques.

Assim, é possível saber o que está ou não dando certo e ir fazendo as devidas melhorias, mas existem muitos profissionais que ignoram esse detalhe.

Uma das mais efetivas boas práticas do email marketing é a análise constante das métricas apresentadas pela ferramenta.

Só assim é possível saber, por exemplo, quais assuntos geraram mais interesse para sua lista, bem como quais pessoas nunca abriram um email de sua empresa.

Veja, em detalhes, como isso funciona assistindo a este vídeo:

4- Envio de imagens

Um email marketing precisa ter um título atrativo e ser formatado de forma agradável aos olhos.

Mas o envio exagerado de imagens pode fazer com que ele jamais seja lido. Isso se dá pelo simples fato de que, quando falamos de envio de email, estamos nos referindo ao HTML, o formato padrão adotado, aquele que obedece às boas práticas de email marketing.

Ao criar um email somente em JPEG, as chances de o mesmo ir para a caixa de spam são infinitamente maiores.

Isso, sem mencionar o fato de que muitos dos seus destinatários provavelmente acessem esse tipo de mensagem pelo celular e não consigam ver do que se trata por terem que fazer o download da imagem.

Veja mais: Como fazer email marketing sem segredos

5. Envio frequente e exagero de ofertas

É preciso manter uma relação com seu público, mas isso não significa que enviar diversos emails por mês seja a melhor forma de criar essa proximidade.

Mantenha uma frequência sensata, com um envio a cada semana ou a cada 15 dias, e evite ao máximo criar mensagens desinteressantes, focadas somente em seu produto ou serviço.

Lembre-se que esse email deve ser aberto e que é preciso que seu destinatário se interesse a ponto de querer receber outros, o que só é possível através de títulos e conteúdos bem elaborados.

Ao elaborar o próximo email marketing da sua empresa, leve em conta as boas práticas de email marketing e verifique se essas 5 práticas estão sendo adotadas.

Se estiverem, reveja sua estratégia agora mesmo e evite perder mais tempo trabalhando da forma errada.

Ficou com alguma dúvida ou gostaria de obter ajuda para trabalhar seu mailing? Deixe um comentário abaixo.