Fluxo de nutrição: 10 tipos de automação de e-mail marketing

Já pensou em quantas pessoas já podem ter se interessado pelo seu produto, mas não o adquiriram simplesmente porque se esqueceram? Se você planeja construir uma base sólida de consumidores, é fundamental estar sempre oferecendo a eles novas informações e fazer com que lembrem do seu produto com frequência. Para isso, é preciso inserir seus contatos dentro de um fluxo de nutrição.

Para criar um bom fluxo de nutrição e fazer bom proveito do seu banco de dados de contatos, é importante implementar uma boa estratégia de marketing automatizado, através da configuração de um e-mail marketing automatizado. Pense nessa ferramenta como uma forma de não apenas converter leads em clientes, como também de engajar seus atuais clientes nas atividades de sua empresa, incentivando também a adoção de outros produtos que você ofereça, evangelização e upsells.

Leia mais: Aprenda o que é cross selling e up selling e como fazer usando CRM

Além disso, de acordo com um relatório da Forrester, os profissionais com enfoque em geração de leads B2B que investem na automação de marketing acabam aumentando sua contribuição em vendas em aproximadamente 10%!

Abaixo você vai descobrir algumas formas de alcançar os diferentes perfis de contatos que estão em seu banco de dados, criando fluxos de nutrição através da automação de e-mails.

Como posso iniciar um fluxo de nutrição?

Para criar fluxos de nutrição de e-mail, você precisará utilizar um software de automação de marketing. Esses softwares permitem que você crie listas diferentes para cada perfil de contato, oferecendo assim uma abordagem menos genérica, que atende as necessidades específicas de cada cliente.

Dividindo seus contatos em listas se torna possível enviar e-mails diferentes para cada tipo de ação efetuada em relação ao seu site, como por exemplo:

  • preenchimento de um formulário;
  • clique em anúncios seus pelo Google AdWords;
  • visualização de uma página do seu blog;
  • se o contato passa a ser identificado como um lead qualificado para marketing.

Além das informações que você pode coletar através do seu site, também é possível configurar um fluxo de nutrição de e-mail pelas informações sobre seus contatos presentes em seu banco de dados de marketing. Alguns exemplos dessas informações são:

  • cliques em mídias sociais;
  • páginas visualizadas;
  • conteúdo baixado.

10 exemplos de fluxos de nutrição por automação de e-mail marketing

Para aproveitar melhor os contatos que você já possui usando ferramentas de automação de marketing, é fundamental criar alguns fluxos de nutrição. Agora, iremos levantar alguns exemplos de situações nas quais você pode automatizar o disparo de e-mails personalizados.

#1 Boas-vindas ao contato

Quando um contato se inscreve em sua lista de e-mails, quer dizer que ele tem algum nível de interesse pelo seu conteúdo. Mostre para ele que você também tem interesse na participação dele, enviando um e-mail de recepção amigável. Você pode utilizar esse primeiro contato para:

  • agradecer o contato pela inscrição;
  • promover os principais artigos e ofertas de seu site;
  • lembrar o contato do propósito de seu site;
  • permitir que o contato revise e ajuste suas configurações de inscrição.

#2 Boas-vindas ao cliente

Quando um contato é convertido em um cliente pagante, a relação dele com sua empresa se modifica. Por isso, é uma boa ideia configurar novos e-mails de boas-vindas para esse momento.

Esse fluxo de nutrição pode ser a oportunidade de oferecer mais informações e dicas sobre o produto ou serviço adquirido. É também um momento no qual é fundamental estabelecer uma relação positiva com o cliente para que ele volte a consumir os produtos oferecidos pela sua empresa. Por último, essa também é uma forma de manter seus clientes engajados mesmo depois da compra.

#3 Contatos engajados

Os contatos que visitam seu site com frequência e clicam muito em seus e-mails e postagens de mídias sociais estão mais propensos a interagir e compartilhar seu conteúdo. Já pensou em enviar e-mails personalizados para eles?

Você pode criar uma lista dinâmica, que atualiza automaticamente, para incluir esses contatos que estão realmente engajados com sua empresa, usando a frequência de acesso e interação com seu conteúdo como critérios de disparo. Esse fluxo de nutrição por e-mail é um incentivo que você fornece para impulsionar a evangelização de seu conteúdo em mídias sociais.

Esse tipo de fluxo de nutrição é também bastante útil para atrair influenciadores, ou seja, contatos que possuam um número considerável de seguidores nas redes sociais. Oferecendo a esses contatos um tratamento diferenciado, você pode usufruir do alcance que eles possuem nas mídias sociais.

#4 Topo de funil

Quando um contato faz download de algum dos produtos que você oferece, como seminários e e-books, significa que ele está no topo do seu funil de marketing. Se esse contato passa a consumir várias das suas ofertas de topo de funil, significa que ele pode estar pronto para passar para uma nova etapa do seu funil de marketing e vendas.

Você pode configurar um fluxo de nutrição para esse tipo de contato que ofereça conteúdo de meio de funil, fazendo com que ele se engaje com mais produtos de sua empresa e avance no processo de se tornar um cliente pagante. Alguns dos conteúdos relevantes nessa etapa são:

  • estudos de caso;
  • demonstrações de produtos;
  • histórias de sucesso;
  • ofertas de avaliação gratuitas.

#5 Fundo de funil

Esta é uma situação na qual podemos utilizar a automação de e-mails dentro da própria equipe da empresa para aumentar conversões. Como isso funciona? É bem simples: primeiro, você precisa identificar as páginas e eventos de conversão que indicam o maior interesse no produto, ou seja, as que seus contatos procuram quando estão realmente considerando adquirir um produto ou serviço seu. Na maioria das vezes, serão as páginas que informam preços e especificações dos seus produtos.

A partir dessas informações, você pode utilizar fluxos de nutrição para notificar seu representante de vendas sobre as atividades efetuadas por um contato ou grupo de contatos específico. Assim, seu representante de vendas poderá entrar em contato com o lead em questão no momento certo, e oferecer a ele as informações necessárias para converte-lo em um cliente pagante.

#6 Reengajamento

O fluxo de nutrição de reengajamento serve para despertar contatos que já foram bastante engajados com seus produtos, mas que por algum motivo se tornaram inativos. Para essa lista de contatos, você pode enviar as ofertas recentes de sua empresa, ou um cupom exclusivo para que eles voltem a se interessar por seus produtos.

Você pode definir como condições de ingresso nessa lista o tempo passado desde a última interação do contato com algum formulário do seu site ou o tempo passado desde o último clique em um e-mail que sua empresa tenha enviado.

#7 Produtos abandonados no carrinho de compras

Este fluxo de nutrição é valioso para empresas que comercializam produtos on-line. Ele é acionado quando um contato adiciona um item ao carrinho de compras de seu site, e depois o abandona sem concluir a compra. Ao receber esse e-mail, o contato poderá se lembrar da compra que esqueceu de concluir. Você também pode oferecer um desconto, incentivando o contato a concluir a compra.

#8 Re-compra

A conversão de uma compra não deve ser o fim da sua relação com um cliente. Você deve continuar comunicando a ele sobre outros produtos e serviços oferecidos por sua empresa, aumentando as chances de ele voltar a comprar com você.

Para isso, você pode criar um fluxo de nutrição direcionado aos clientes que já adquiriram algum produto seu. Utilize esses e-mails para atualizar seus clientes sobre novos produtos ou serviços oferecidos, ou para vender a eles produtos que complementem aqueles que eles já adquiriram.

#9 Lembrete de compras frequentes

Caso sua empresa ofereça produtos que precisam ser repostos ou comprados com alguma frequência, considere inserir os clientes que realizam essas compras frequentes em um fluxo de nutrição.

Se um cliente realiza a compra de um produto seu a cada três meses, por exemplo, você pode registrá-lo em um fluxo de nutrição que envie um lembrete dois meses depois de sua última compra, para lembra-lo de efetuar uma nova compra antes que seu suprimento acabe.

#10 Fluxos de nutrição por tópico

Se você possui mais de uma área de atuação ou produção de conteúdo, uma boa ideia pode ser criar fluxos de nutrição específicos para cada um desses setores.

Muitas vezes, um cliente pode estar interessado apenas em um dos tópicos sobre os quais você produz conteúdo. Nesses casos, inundar a caixa de e-mails dele com ofertas sobre assuntos que não o dizem respeito pode fazer com que o cliente perca o interesse na sua plataforma.

Criando um fluxo de nutrição de e-mail para cada tópico, você pode segmentar seus contatos, disparando o fluxo apropriado quando o cliente fizer download de conteúdo pertencente a algum tópico especifico, ou visualizar uma página sobre esse assunto.

Os fluxos de nutrição por tópico servem para compartilhar outras postagens em seu site que se relacionem a esses tópicos, e também o que sua empresa tem a oferecer de marketing de conteúdo, como webinars e e-books.

Como você acabou de aprender, muitas são as possibilidades de campanhas de fluxo de nutrição por meio do envio e-mail marketing e para te ajudar a gerenciar todas essas possibilidades, você pode contar com a LAHAR. Somos uma plataforma de automação de marketing digital completa, perfeita para trabalhar suas ações de marketing e vendas. Entre em contato com a nossa equipe e saiba como podemos ajudar sua empresa a desenvolver estratégias que aumentem a conversão de suas ações e estreite o seu relacionamento com seus potenciais clientes.