Landing Page: o que é, para que serve, como criar? Guia COMPLETO e DEFINITIVO

Landing pages são páginas de conversão que tem como objetivo apresentar uma oferta e converter visitantes em leads. Dentro de uma estratégia de Inbound Marketing, na qual criar relacionamento e nutrir leads são duas premissas, as landing pages contribuem para melhores resultados de captação de leads e segmentação desses contatos. 

Talvez você já tenha vivido a experiência de acessar uma página na internet que prometia um ebook gratuito sobre algum assunto que te interessava, ou uma planilha, cadastro em um evento gratuito, simulação de algum empréstimo ou financiamento, etc.

Para ter acesso ao material seria necessário preencher um pequeno formulário, com nome e e-mail (talvez outras informações). É bem provável que essa página fosse um landing page. 

Mas, afinal, o que é uma landing page? Como criar uma landing page? Para que serve? 

De maneira geral, uma landing page é uma página online que oferece uma oferta ao usuário, em troca de informações. Estamos falando de um canal de marketing e vendas, que não para de ganhar espaço nas estratégias de empresas de diferentes portes e setores.  

O que é landing page?

Você já ouviu falar em leads? Leads são pessoas que se relacionaram com a sua empresa em algum nível e se interessaram pelo o que ela tem a dizer, a ponto de compartilhar seus dados como nome e e-mail. 

Em uma estratégia de marketing podemos dizer que leads são contatos de potenciais clientes e usar sabiamente esse contato pode ajudar sua empresa a tornar prospects em clientes pagantes. 

Ao ter o contato de e-mail de um potencial cliente, sua empresa tem a chance de se relacionar com ele, educando, informando e compartilhando conteúdo relevante, promocional, transacional e mais.

Nesse artigo, nossa missão não é oferecer dicas de como realizar a nutrição desses leads, por isso, se você tem interesse nesse assunto indicamos o artigo, “O que é nutrição de leads e como criar seus fluxos”. 

O objetivo aqui é que você compreenda o papel das landing pages na captação dos leads

Ou seja, estamos falando de uma etapa que antecede a nutrição dos leads. Estamos falando de uma página responsável por gerar os leads

Afinal, os leads precisam vir de algum lugar. Eles precisam ter acesso a um formulário, por mais simples que seja, para preencher com o e-mail ou número de telefone, por exemplo. 

Além do formulário, usuários precisam de uma razão para compartilhar seus dados. Pense em você: porque você daria seu nome, e-mail e telefone para uma empresa? 

Talvez se ela oferecesse algo em troca, que fosse de valor para você? 

O que significa landing page, então? Landing page é a página em que a empresa apresenta esse “algo de valor” ao usuário. Nessa página há um formulário e uma oferta que vai fazer o usuário se interessar a ponto de compartilhar seus dados. 

Existem outras formas de captar leads, para conhecê-las, acesse o artigo: Como conseguir mais leads: 8 táticas para ampliar sua base”. 

Qual a diferença entre landing page e site?

Entre as dúvidas mais comuns sobre o assunto é: landing page é a mesma coisa que homepage?

Não! Não é a mesma coisa. 

A landing page é uma página completamente diferente do restante das páginas do site da sua empresa. Idealmente, ela não tem menus de navegação, outros links, página de contato, nada disso. 

O design da landing page é, basicamente, composto por:

  • um título com a oferta, 
  • uma breve descrição, 
  • com ou sem imagem e vídeo, 
  • formulário, 
  • botão de CTA. 

Essa estrutura é importante para que o usuário não se distraia com os outros links que o seu site tem a oferecer, e acabe não convertendo em lead. 

Quando você cria uma estratégia, por exemplo, de anúncios pagos que levam para uma landing page, seu objetivo é fazer com que o visitante se torne lead, logo, não faz sentido oferecer outros links, meus e páginas para ele visitar. 

A landing page também não apresenta o produto ou serviço que a sua empresa vende

A comunicação é toda voltada para a apresentação do material que o lead terá acesso ao se cadastrar, preenchendo o formulário.  

Após a conversão, sua empresa poderá fazer todo o trabalho de nutrição de leads, apresentação dos serviços e produtos. 

Landing page exemplos

Aproveitando que estamos falando sobre o que é landing page, que tal conhecer alguns exemplos? Assim fica mais fácil visualizar como é construída uma landing page de alta conversão. Confira também nossas dicas sobre porque esses exemplos de landing pages são relevantes para sua empresa. 

Uber

A Uber é uma das empresas que oferecem excelentes exemplos de uso das plataformas atuais de marketing. O exemplo de landing page abaixo mostra uma página voltada para novos motoristas do aplicativo. 

Simples e direta, a oferta de valor está no centro da página, junto com o campo para cadastro de e-mail, um CTA e uma imagem que “conversa” com o público para o qual a landing page é voltada. 

Acima existem alguns menus que podem contribuir para tirar dúvidas de quem ainda tem incertezas sobre o trabalho. Esse tipo de artifício é um bom exemplo de como oferecer informações relevantes ao usuário, sem distraí-lo, fazendo-o sair para outras páginas. 

Lembre-se que é importante que o visitante entenda qual é a sua oferta, por isso, esse tipo de menu é interessante de ser incluído na página. 

Landing page

Spotify

A landing page da Spotify é um exemplo perfeito da fórmula: oferta de valor + destaque dos benefícios + CTA. 

O design e layout estão alinhados à identidade da marca e a oferta é simplesmente irrecusável: 3 meses com uma mensalidade de R$1,99.

A landing page em questão atraiu muitos novos assinantes da Spotify, que apostou na landing page como estratégia para popularizar a marca e mostrar os benefícios de ser Premium.

Essa estratégia é uma excelente fórmula para empresas SaaS B2C e o exemplo de landing page atende a todos os principais critérios estabelecidos para essa construção. 

Landing page

Quem Disse Berenice

Um dos melhores exemplos de landing page para campanhas promocionais, a estratégia da Quem Disse Berenice envolve o cadastro do usuário e a indicação de um novo contato. Ou seja, são dois leads em uma tacada só

A campanha alinha a identidade da marca com a persona do consumidor, e é potencializada com uma oferta de muito valor “um batom grátis” e uma brincadeira entre amigas. 

Campanhas de indicação, quando bem trabalhadas, podem levar a marca a um crescimento exponencial em poucos dias. É o que acontece com esse exemplo de estratégia de captação de leads, marketing, reforço de marca e vendas

A experiência para os usuários é incrível e a construção de um relacionamento próximo com os visitantes – potenciais clientes – é acelerado. 

Ou seja, um mix de benefícios, a partir de uma landing page com bem construída:

  • com um formulário simples e curto, 
  • uma excelente oferta, 
  • título atrativo, 
  • e CTAs bem construídos.
Landing page

Lahar e Links Experts 

O exemplo de landing page é agora para empresas B2B. A oferta está logo no título, de maneira bem clara. Mesmo sem ler o restante da descrição, o visitante entende o que vai encontrar naquela página. 

Uma descrição sucinta, porém necessária, afinal, estamos falando de um público que busca por mais informações antes de simplesmente baixar um material. 

O formulário é maior do que os exemplos acima, mesmo assim possui um número de campos aceitável, coincidente com a persona e o negócio. 

É interessante, que nesse cenário o formulário já contribui para a segmentação mais avançada dos leads, o que é bastante importante para as etapas seguintes de nutrição

Landing page

Imobiliária Triunfo

Mesmo não sendo, no geral, um negócio B2B, as imobiliárias também são um negócio de vendas complexas. Por isso, a captação de leads é importante para o início e construção de relacionamento nesse processo de vendas que, geralmente, é longo. 

Oferecer um simulador de financiamento é uma ferramenta muito interessante para que o cliente identifique o tipo de imóvel que pode captar, bem como tire dúvidas sobre o seu real poder de compra. 

Para a imobiliária, o simulador capta leads em etapas mais avançadas do funil de vendas e pode contribuir para abastecer o pipeline de vendas dos consultores imobiliários.

Perceba que mesmo nesse modelo, a landing pages é direta e possui uma oferta de valor completamente alinhada às necessidades do usuário que acessa uma página como essa. 

Landing page

Para que serve uma landing page?

O modo como funciona uma landing page nos mostra que seu principal objetivo é converter visitantes em leads

Leads são elementos fundamentais de grande parte das estratégias de marketing atuais, desde o envio de e-mail marketing, até nutrição por SMS, estratégias promocionais e mais. 

Não é novidade que o comportamento do consumidor mudou e continua mudando. Com essas mudanças veio a necessidade de:

  • estabelecer um relacionamento mais próximo desses cliente, 
  • oferece conteúdo relevante que o ajudasse a caminhar pelas etapas do funil de vendas (até a conversão), 
  • criar um canal para comunicação próxima e individual, etc. 

E para que tudo isso aconteça é preciso que haja leads na sua base. Para haver leads, as landing pages se mostram um canal eficiente e com excelente custo-benefício. 

As landing pages também contribuem para a segmentação e qualificação dos leads, e isso vai depender do tipo de formulário que há na página e do tipo de persona que a sua empresa entende que busca pelo material oferecido naquele local. 

O que mais esses usuários podem querer? Ter isso na manga vai ajudar você nas próximas etapas. 

Como criar uma landing page?

Agora é hora de colocar a mão na massa e entender como fazer uma landing page. A seguir, criamos uma lista de tudo o que você precisa considerar para montar uma página de sucesso!

#1 Defina qual oferta que será oferecida e para quem 

Criar uma boa landing page é fundamental, mas a qualidade da oferta e o alinhamento dela com a persona que está chegando até a sua página é fundamental para a conversão. 

Landing pages que oferecem ofertas que não parecem boas o suficiente, geralmente, apresentam taxas de conversão baixas. 

Para essa primeira etapa priorize a seguinte organização: 

  • tenha em mente a persona que você deseja atingir, 
  • entenda em qual etapa da jornada de compra ela está, 
  • avalie por quais assuntos um usuário que corresponde a essa persona está procurando, 
  • alinhe a oferta e a estratégia de marketing que vai levar usuários da internet até essa página. 

#2 Crie títulos e subtítulos objetivos

“Abra” a página falando ao usuário o que ele vai encontrar ali. Depois, nas linhas seguintes, você até pode criar uma descrição dos benefícios de acessar o material e dos recursos que são oferecidos. Entretanto, no título seja direto e escolha boas palavras para despertar o interesse do visitante. 

#3 Descreva a oferta de maneira clara e direta apontando os benefícios

Ao descrever a oferta e dê destaque às dores que ela vai resolver. Ou seja, quais necessidades que o seu potencial cliente tem, naquela fase em que ele está na jornada de compra, e que o material que você está disponibilizando, vai sanar. 

Use também, a seu favor, gatilhos mentais e aprenda como criar uma landing page que siga os preceitos do copywriting. Não sabe o que é isso? Assista ao vídeo abaixo. 

#4 Crie formulários curtos e eficientes

Formulários longos afastam usuários, por isso prefira um formulário curto, e vá descobrindo mais informações sobre o seu lead conforme seu relacionamento com ele vai avançando. 

Entretanto, não se prenda apenas a nome e e-mail, dependendo da sua estratégia outras informações podem ser importantes como cargo na empresa, tamanho da empresa do cliente, localidade, e mais. 

De maneira geral, formulários curtos evitam uma alta taxa de rejeição, mas até isso deve estar alinhado a sua estratégia. Afinal, por que você criou essa landing page? Qual é o seu objetivo?

Leia também: Como criar formulário para captação de leads: 5 dicas práticas para melhores resultados

#5 Atenção ao CTA

CTA, ou Call To Action, é o botão de chamada para ação onde o lead deve clicar para ter acesso a sua oferta e, consequentemente, se cadastrar na plataforma. 

No layout da landing page dê destaque ao CTA usando, por exemplo, cores diferentes e destaques variados. 

Lembre-se sempre de ser objetivo e direto. É possível inovar no CTA, fugindo do tradicional “Acesse aqui”, mas continue conciso, por exemplo, usando algo como “Receba o Ebook” ou “Seja Premium”.

Ferramentas para criação de landing pages

Todas as dicas acima vão te ajudar a como criar uma landing page, mas onde criar? Como colocar a landing pages no ar? Como conectar os leads cadastrados na landing page com seu sistema de gestão de leads e ferramentas de envio de e-mail marketing, por exemplo? 

Atualmente você pode contar com uma plataforma de landing page que permite a criação e ativação da página sem a necessidade de contratar programadores, desenvolvedores e designers. 

A LAHAR é um software de automação de marketing completo, e entre suas funcionalidades está a criação de landing pages, incluindo templates gratuitos e prontos, além de:

  • ferramenta de e-mail marketing para criação de campanhas e automação;
  • gestão e segmentação de contatos cadastrados na ferramenta e vindos das páginas de conversão da sua empresa;
  • envio de e-mail marketing e criação de fluxo de automação desses envios,
  • lead tracking e lead scoring para auxiliar na qualificação dos leads e na estratégia de Inbound Marketing;
  • relatórios unificados que ajudam na tomada de decisão;
  • agendamento e monitoramento de publicação em redes sociais;
  • e mais!

Acesse a plataforma, crie sua conta, experimente grátis por 15 dias e descubra como nosso software de automação de marketing pode ajudar a sua marca a alcançar resultados ainda melhores com as landing pages, e-mail marketing e outras estratégias. 

Facebook Comments

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.