Como administrar uma loja virtual: 7 setores do negócio que precisam da sua atenção

Com o uso de aplicativos móveis atingindo 3,7 bilhões de usuários únicos em todo o mundo, e com cada vez mais pessoas preferindo fazer compras online em vez de visitar lojas físicas, o comércio eletrônico está crescendo como nunca antes, projetado para chegar aos US $ 4,88 trilhões. Então como aproveitar uma fatia desse sucesso? Como administrar uma loja virtual?

No infográfico abaixo, você tem acesso a outros números, dessa vez, específicos do comércio virtual no Brasil, que vão aguçar ainda mais a sua vontade de iniciar ou otimizar seu ecommerce.

Como administrar uma loja virtual

Fonte: PagBrasil

As empresas de comércio eletrônico variam desde a configuração de uma só pessoa até as organizações com presença global. Em todos os casos, o sucesso promove o crescimento, e esse crescimento não é apenas em termos de vendas, mas também em termos da complexidade da gestão do ecommerce.

Especialmente se você é um pequeno negócio, onde todos parecem fazer tudo, você deve estar pronto para chegar a um ponto em que vá definir funções e responsabilidades especializadas.

Nesse contexto, é importante entender as várias etapas em um processo de como administrar uma loja virtual. Dada a natureza competitiva desse tipo de empresa, todas as pernas do negócio devem estar fortes. Aqui estão as 7 principais áreas de atenção dentro de como gerenciar um ecommerce.

Como administrar uma loja virtual: os 7 departamentos que mais precisam da sua atenção

1. Encontre o software certo para o seu negócio

Como proprietário de uma empresa, você precisa ter uma visão treinada para ver possíveis problemas antes que eles surjam. Para muitos proprietários de empresas de comércio eletrônico, o software é algo que precisa ser abordado e avaliado continuamente, porque é realmente fundamental para toda a operação.

Questões de segurança, escalabilidade, usabilidade, ferramentas de marketing e outros fatores devem ser considerados quando você está procurando o software certo para confiar e construir sua loja.

Seu software de comércio eletrônico deve ser:

  • escalonável;
  • seguro;
  • fácil de usar;
  • ter um conjunto sólido de ferramentas de conversão e marketing (ou ao menos permitir a integração dessas funcionalidades).

A ferramenta certa depende em grande parte do que você precisa. Certifique-se de identificar seus desafios e faça sua pesquisa para encontrar a ferramenta que corresponda aos seus requisitos.

Leia também: “7 ferramentas para ecommerce [indispensáveis] para criar o site, gerir e vender”

2. Descubra onde seus clientes estão

Como administrar uma loja virtual se você não tem clientes?

Este é o marco 0 de uma gestão de ecommerce. Saiba quem é o seu público-alvo e descubra:

  • onde eles gostam de ir;
  • o que gostam de fazer;
  • que tipo de local frequentam;
  • qual idade;
  • tipo de trabalho;
  • quais são seus principais problemas e necessidades e mais.

Como administrar uma loja virtual

Muitos donos de empresas não levam isso a sério, e acabam desperdiçando muito do seu tempo e recursos em marketing sem, com isso, alcançar o grande objetivo, que é a conversão.

Para entender como isso funciona na prática, sugerimos a leitura do artigo; “Como criar personas para o seu negócio”.

3. Permita que seus clientes sejam embaixadores da sua marca.

Sim, ainda estamos falando de clientes, afinal, o que seria mais importante dentro de uma estratégia de como administrar uma loja virtual?

Não há nada como o testemunho brilhante de um cliente satisfeito para adicionar credibilidade ao seu negócio. Ao coletar e compartilhar depoimentos e análises regularmente, você pode incentivar mais vendas dos visitantes do seu site.

Você pode se expressar o quanto quiser, mas é basicamente o que as pessoas dizem sobre o seu negócio que terá o maior impacto nas decisões de compra. Seus clientes são os maiores ativos que você tem, então aprenda a aproveitá-los.

4. Facilite o processo de checkout

Uma pesquisa da E-Commerce Radar, apontou que a taxa média de abandono do carrinho de compra no Brasil é de 82%. Isso quer dizer que, se você quiser vender mais produtos, certifique-se de que seus visitantes não estejam:

  • ficando frustrados;
  • abandonando seus carrinhos;
  • deixando seu site para encontrar outra loja onde eles possam comprar um produto concorrente.

Uma das razões para os problemas acima, é a presença de um sistema de checkout complexo e confuso.

Esse é um dos maiores desafios para a maioria dos varejistas que querem entender como administrar uma loja virtual. Isso é especialmente relevante em plataformas mobile.

Você tem que encontrar uma maneira de fazer o checkout tão simples e fácil que qualquer um poderia finalizar uma compra. Algumas das dicas para isso são:

  • elimine a necessidade de criação de conta;
  • reduza o número de telas que o cliente precisa passar;
  • certifique-se de que sua opção de envio padrão seja a mais barata, a menos que haja uma opção mais rápida pelo mesmo preço.
  • use o mínimo possível de campos de formulário e use o preenchimento automático, quando aplicável;
  • dê a opção do cliente salvar informações de cobrança, envio e pagamento quando e onde possível.

Forneça várias maneiras para seus clientes pagarem pelo pedido, incluindo opções de pagamento comuns, como PayPal, cartão de crédito e boleto.

5. Faça uma gestão eficiente de estoque

Para administrar uma loja virtual e garantir que ela seja bem-sucedida, você precisa acompanhar os níveis de estoque e reabastecer seu inventário, dependendo das tendências da demanda.

Você pode gerenciar seu estoque facilmente se tiver o ERP certo e conectá-lo com a ferramenta de e-commerce correta.

Você ainda pode fazer a integração do ERP com o CRM para gerenciar o inventário e automatizar muitas das tarefas. Sempre que seus estoques precisarem ser reabastecidos, dependendo do número de pedidos ou da demanda, o seu ERP o ajudará a fazer isso automaticamente, sem precisar consultar vários departamentos.

Entenda melhor a relação entre essas siglas, no artigo; “O que é ERP e qual a diferença entre ERP e CRM”.

6. Logística

Exceto no caso de bens digitais, o processo de como gerenciar um ecommerce passa pela ideia de que você precisa colocar o produto nas mãos dos clientes. E quando o produto precisa ser devolvido ou consertado, seu processo de logística reversa precisa recuperá-lo.

Há muitos exemplos de empresas de comércio eletrônico que “fecharam as portas”, porque foram incapazes de gerenciar a precisão ou os custos da logística.

Portanto, a logística deve ser vista como uma função especializada e com atenção adequada.

Como administrar uma loja virtual

7. Marketing

A maioria dos profissionais de comércio eletrônico entende a importância do marketing para ecommerce. Existem diferenças nas abordagens das empresas:

  • alguns preferem publicidade CPC (pay-per-click) e gastam suas energias na otimização de seus gastos com links patrocinados;
  • enquanto outros direcionam o tráfego através da otimização de mecanismos de busca (SEO) e se concentram no link building;
  • outros ainda acreditam que o branding é o único caminho a percorrer.

Alguns preferem se expandir rapidamente no exterior, enquanto outros tentam escrever um plano de negócios que envolva a criação de uma rede de sites de comércio eletrônico de nicho.

Depois, há aqueles de ponta que acreditam tirar mais proveito dos benefícios das ferramentas e tecnologias de marketing on-line, como obter dados ou segmentar clientes com base em seu comportamento online.

Talvez, a combinação de tudo isso, em conjunto com uma segmentação de clientes bem construída, seja a saída para atingir seu público onde quer que ele esteja.

Mas, como administrar uma loja virtual e ainda gerir todos esses canais de marketing?

Usar um software de automação em marketing digital é extremamente importante para acompanhar, gerir e medir os resultados das estratégias de atração, nutrição e conversão de clientes.

O software da LAHAR pode te ajudar, veja algumas das funcionalidades de nosso sistema:

  • Criação de landing pages (sem precisar de códigos) para capturas de cadastros
  • Agendamento e monitoramento de publicação em redes sociais
  • Ferramenta de e-mail marketing para criação de campanhas e automação
  • Gestão e segmentação de contatos cadastrados na ferramenta
  • Lead tracking e lead scoring para auxiliar na estratégia de inbound marketing
  • Relatórios unificados que ajudam na tomada de decisão
  • E mais!

Na Lahar temos uma equipe especializada que te dará um suporte inicial para criação da estratégia de marketing para seu e-commerce e fazer você vender mais. Vamos começar?