Como iniciar uma startup do zero: um guia passo a passo

O desenvolvimento de pequenos projetos é uma das áreas de negócio mais populares na atual conjuntura econômica. Eles são bastante flexíveis em termos de gestão e muito diversificados em sua área de atuação. Este artigo será útil para todos aqueles que desejam aprender como começar um negócio do zero.

1. Por que é melhor para os iniciantes começar um negócio do zero?

Muitas startups começaram com ideias inusitadas e ousadas. Começando do zero, a pessoa é capaz de criar algo radicalmente novo e, às vezes, simplesmente explodir o mercado. Muitos projetos de sucesso têm origem quando uma startup cria uma solução para o que as pessoas precisam. Algo que o mercado existente não consegue oferecer ou oferece de forma inadequada. Uma jovem família que estava fazendo uma reforma em sua casa não conseguia encontrar os recursos certos para fazer o interior da casa da maneira que queriam, então criaram o Houzz.

Você mesmo constrói o modelo de negócios da sua startup. Ações independentes permitirão distribuir e planejar o orçamento da forma mais racional possível.

2. Como iniciar sua startup do zero: os 7 passos principais

Muitas pessoas candidatas a terem empresas novas se perguntam: como fazer uma startup do zero? Oferecemos aqui 7 passos eficazes para enfrentar este desafio.

2.1. Determine o seu valor

É importante entender qual é o objetivo do seu projeto. Vamos pensar no seguinte:

• O que a sua startup representará em 3 ou 5 anos?

• Como você vê ela no futuro próximo?

• Como você se diferencia de seus concorrentes?

• O que os seus clientes valorizam em você?

Entender todos os itens acima ajudará você a entender o valor que a sua startup terá aos olhos de clientes e parceiros. Seu objetivo é desenvolver um produto de qualidade que desperte o interesse de seus clientes, se desenvolva rapidamente e gere lucros. Tente criar um plano detalhado para que a startup cresça bem.

2.2. Analise o mercado e selecione um nicho

Uma das etapas mais importantes do planejamento é a análise dos segmentos de mercado de interesse. Veja os smartphones, por exemplo. Graças a uma análise detalhada, você poderá descobrir se há demanda para determinados modelos. Você também poderá determinar o nicho em que seu projeto poderá se desenvolver, e você, respectivamente, lucrar. Os planos originais podem precisar ser ligeiramente ajustados, pois o seu mercado pode estar sobrecarregado. De outra forma, alguns nichos ou mercados relacionados podem estar realmente em demanda.

2.3. Identifique uma Proposta Única de Venda (USP)

Você já decidiu em qual mercado atuará e escolhe o seu nicho… A próxima etapa será a criação de uma proposta única de venda. Após analisar o mercado, você terá informações sobre os concorrentes. Use esses dados! Tente evitar os mesmos erros cometidos por seus concorrentes e crie um produto que seja favoravelmente diferente dos demais.

Também não se esqueça que sempre existem aqueles nichos em que você pode se tornar um pioneiro. Ao criar um conteúdo único, uma startup deixa para trás seus concorrentes. E é bem possível que o mercado aceite o seu produto de “braços abertos”. Contudo, depois de um tempo surgirão concorrentes. Então pense em qual será seu próximo passo.

2.4. Faça um plano de negócios

O sucesso nos negócios não é alcançado sem um planejamento. Um plano de negócios será de grande ajuda. Ele tem como objetivo:

• Desenvolver o conceito geral, bem como uma linha geral para o desenvolvimento da startup;

• Controlar o processo de desenvolvimento da startup;

• Atrair investidores externos para o projeto;

• Obter empréstimos no banco;

• Atrair clientes.

Portanto, o plano de negócios será bastante útil para atrair clientes e dinheiro, bem como, para tomada de ações internas.

2.5. Crie anúncios e procure clientes

O afluxo de clientes é em grande parte resultado da eficácia da campanha publicitária, mas como atingir os indicadores necessários? Para fazer isso, é recomendável que você planeje com antecedência a forma como promoverá seu produto.

• Um retrato do público-alvo: ao entender qual é o seu público, você poderá influenciá-lo de forma mais eficaz

• Contato pessoal: realize uma série de reuniões pessoais, faça algumas ligações para clientes em potencial, envie mensagens para uma lista de e-mail e veja a reação recebida antes de lançar a campanha publicitária completa.

• Publicidade direcionada: este tipo de publicidade o ajudará a atrair exatamente a parte do público que estará mais interessada em seu produto.

Para que a sua publicidade tenha um efeito maior, é aconselhável usar soluções de design exclusivas que o tornem reconhecível e façam você se destacar de seus concorrentes: fontes, cores, logotipos, etc. 

2.6. Crie uma base de clientes

Nessa fase, seu negócio já deve estar funcionando e, possivelmente, está trazendo seu primeiro lucro. Agora você precisará criar uma base de dados de seus clientes e de pessoas que podem vir a se tornar em um cliente no futuro. Uma base de qualidade o ajudará a ficar de olho no mercado e, se bem utilizada, trará lucro com a venda e distribuição do produto. Uma característica-chave de tais bases de dados é que os clientes estarão mais interessados em seus serviços e a publicidade entre eles será direcionada.

2.7. Analise os resultados e dimensione o seu negócio

Nesta fase, é importante ver os resultados intermediários. Lembre-se de que a análise não deve ser submetida a estatísticas inúteis, que simplesmente agradam aos olhos com números bonitos. Sua startup deve ser desenvolvida! Descubra qual foram os seus erros, pense em maneiras de resolvê-los. Encontre seus pontos fortes também. Talvez seja nos pontos fortes que valerá a pena focar.

Depois de resumir e trabalhar em seus “bugs” ou erros, você precisará colocar em prática a próxima etapa. Talvez depois de alguns meses, você perceba que o plano original não funciona muito bem. O negócio está dando prejuízos e nenhuma melhora está sendo esperada para o futuro próximo. Não se desespere em tais situações! Tendo percebido o problema, pense em como corrigir a situação e o que mudar. Tente fazer algo que esteja em demanda.

Conclusão

É possível que não exista uma receita ideal para criar uma startup que funcione 100%. Lembre-se de que os riscos devem ser eliminados em cada uma das etapas da formação de sua startup. Não tenha medo de tomar decisões extraordinárias. Procure consolidar o sucesso, pense no futuro e com certeza seu projeto terá êxito.

Facebook Comments

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.