Empresas digitais: 6 boas práticas para executar uma gestão eficiente e obter sucesso no formato de negócios online

Hoje, as empresas estritamente físicas não existem mais. Pense bem, por mais simples que seja um negócio, um pipoqueiro, por exemplo, hoje, aceita pagamento com máquinas de cartões crédito conectadas à nuvem, fornecidas pela mais diversas empresas de meios de pagamento.

Portanto, podemos dizer que cada vez mais as empresas são digitais. Mas você sabe como é feita a gestão de empresas digitais?

É crescente a necessidade de empresas adotarem os ambientes virtuais para dar prosseguimento às suas atividades econômicas. E isso se tornou ainda mais  em meio à pandemia do novo Coronavírus.

Tendo isso em vista, existem algumas práticas implementadas por empresas digitais no Brasil e no mundo e que podem ser muito úteis para os negócios que precisam migrar e se adaptar ao meio online.

Neste artigo, você vai conferir essas 6 dicas essenciais para promover a gestão eficiente de uma empresa digital e ser bem-sucedido no ambiente virtual:

  • Foco na experiência do cliente
  • Utilização de Business Intelligence
  • Automatização de processos
  • Manter-se atualizado
  • Mantenha suas finanças organizadas
  • Planeje o seu fluxo de caixa

6 dicas para gestão eficiente de empresas digitais

Os avanços da tecnologia, a transformação digital e o maior acesso à internet fomentaram o surgimento e a proliferação de modelos de negócio que operam parcial ou totalmente em ambiente online. Netflix, Uber, iFood, AirBnb e Nubank são exemplos de empresas digitais de sucesso.

Veja a seguir 6 dicas de boas práticas que essas e outras empresas já incorporaram às suas rotinas operacionais e administrativas. Continue a leitura e saiba o que você pode fazer para conduzir o seu negócio com eficiência no contexto digital.

1 – Foco na experiência do cliente

Empresas que operam em ambiente precisam ter um foco maior na experiência do cliente.

O usuário que navega pelo site ou aplicativo da empresa para realizar uma pesquisa ou efetuar uma compra precisa ter uma experiência extremamente positiva.

Não basta oferecer um produto ou serviço de qualidade. Os pontos de contato entre o usuário e a marca também devem ser pensados de forma a otimizar as interações e tornar a jornada de compra mais agradável.

2 – Utilização de Business Intelligence

Em resumo, podemos definir o Business Intelligence como uma metodologia que busca, coletar, organizar e cruzar diferentes dados da sua empresa relacionados a vendas, marketing, financeiro etc.

A intenção do BI é transformar esse dados em informações de grande valor e que vão orientar as tomadas de decisão. No caso das empresas digitais, o Business Intelligence é importante, por exemplo, para conhecer melhor o perfil dos usuários e oferecer a eles uma experiência mais positiva e direcionar as estratégias de marketing digital.

3 – Automatização de processos

Empresas digitais costumam enxugar ao máximo suas operações a fim de reduzir custos e burocracias e ganhar em agilidade. Nesse sentido, elas investem na automatização de inúmeros processos e tarefas.

Por exemplo, ferramentas de avaliação de processos, CRM, ERP e de emissão e gestão de notas fiscais podem te ajudar otimizar esforços e se concentrar mais na geração de valor para seus clientes.

O Pipefy é um software de automatização de processos que pode ajudar empresas digitais, saiba mais sobre ele:

4 – Manter-se atualizado

Outra dica para aqueles que estão construindo empresas digitais é manter-se atualizado sobre o mercado de atuação, sobre o comportamento do público e sobre os movimentos de seus principais concorrentes.

Isso porque, no ambiente online, as coisas costumam mudar com muita velocidade. Portanto, é essencial saber que tipo de experiência seu público busca, as tendências do momento e de que maneira você pode se destacar.

5 – Mantenha suas finanças organizadas

Organização é essencial para qualquer negócio, inclusive para as empresas digitais. E no que se refere às finanças, esse é um aspecto especialmente relevante.

Empresas que se mantém organizadas financeiramente têm maior controle sobre as entradas e as saídas e conseguem decidir melhor sobre onde investir e onde cortar gastos.

Além disso, com organização fica mais fácil manter em dia a contabilidade de empresas digitais, que também precisam arcar com impostos e outras obrigações tributárias.

6 – Planeje o seu fluxo de caixa

Por fim, encerrando as nossas dicas para gestão eficiente de empresas digitais, é de extrema importância que você planeje o seu fluxo de caixa.

Se você está começando agora a migrar para o ambiente online devido à pandemia do novo Coronavírus, saiba que a suas contas a pagar e a receber podem passar por transformações significativas. Por isso, é necessário que haja planejamento do fluxo de caixa e projeções financeiras a fim de evitar baixas que possam prejudicar a saúde financeira do seu negócio.

Essas foram as nossas 6 dicas de gestão para empresas digitais. Implemente essas boas práticas e obtenha sucesso ao migrar o seu negócio para o ambiente virtual.* Este artigo foi escrito pela equipe da Setting Consultoria, especializada em ajudar empresas a estabelecerem o melhor caminho entre sua situação atual e seus objetivos futuros.

Facebook Comments

Deixe uma resposta