Planejamento empresarial: o que é e como criar um

Toda empresa precisa de um planejamento empresarial, desde multinacionais até pequenos negócios. Essa ferramenta de gestão descreve objetivos de negócios e os meios para atingi-los. Além disso, um planejamento empresarial ajuda a prever cenários e estratégias de ação e traçar uma jornada de crescimento. 

Qualquer que seja o porte e o tipo do seu negócio, este artigo vai ajudá-lo a entender as várias etapas de criação de um planejamento empresarial.

Entenda o seu público-alvo

Para quem você está criando um planejamento empresarial? Para possíveis investidores, gestores, funcionários? A forma e o conteúdo do seu plano vão depender dessa resposta. 

O tipo de plano que você envia a um investidor é diferente de um planejamento para engajar funcionários e líderes e mantê-los comprometidos com os objetivos da empresa. 

Conhecer o público-alvo do seu plano o ajudará a manter as informações relevantes e adequadas para o leitor.

Por exemplo, se você estiver criando um planejamento empresarial para sua equipe de vendas, é importante declarar claramente como pretende executar certas operações e processos. No entanto, se o plano for enviado a um investidor, você deseja enfatizar a viabilidade do negócio, custos, pesquisas de mercado, etc.

Realize pesquisas de mercado adequadas 

Todas as informações que entram em um planejamento empresarial começam com uma pesquisa de mercado.

A pesquisa de mercado envolve vários processos, incluindo: 

Análise de mercado

É aqui que você realiza uma análise detalhada da oferta e da demanda no mercado e descobre se há uma oportunidade de negócios inexplorada no setor-alvo.

Compartilhe suas descobertas com sua equipe e potenciais investidores usando técnicas de comunicação visual, como visualização de dados e infográficos. O interessante de usar um infográfico para comunicar números e estatísticas é possibilitar que o seu público tenha uma visão geral das informações de forma rápida e impactante. Veja, por exemplo, o infográfico abaixo, que ao mesclar tabela, gráfico de linhas e gráfico de rosca, torna o conteúdo fácil de entender e atraente:

Pesquisa de público

Nesse estágio, você identifica quem são seus públicos-alvo, onde estão e o que realmente desejam.

Frequentemente, isso pode exigir que você crie uma pesquisa online ou offline, mostre as opiniões das pessoas ou tenha conversas mais informais com pessoas em cafeterias, restaurantes e assim por diante.

Para tornar essa seção mais significativa e eficiente, considere criar personas visuais, que tendem a ser mais detalhadas e com mais nuances de personalidade, como este exemplo:

Análise da concorrência

Também é essencial conhecer os concorrentes existentes, pois essa é a única maneira de desenvolver sua própria estratégia para se encaixar no mercado e superá-los.

Analise o que seus concorrentes estão fazendo atualmente e para onde podem ir no futuro. Considere as seguintes questões ao estudar seus concorrentes: 

  • Eles estão oferecendo serviços que os tornam mais atraentes do que a sua empresa? 
  • Os preços deles são mais competitivos do que os seus? 
  • Existe uma lacuna no mercado que seus concorrentes ainda não exploram? 
  • Quem são os seus concorrentes que estão tentando atingir? 

Analisar o mercado atual e como seu negócio se encaixa tornará sua empresa mais atrativa para os investidores. 

Estime todas as despesas

Custos e estimativas são outra parte vital do processo. Para entender o investimento necessário para executar seus planos de negócio, a empresa precisa ir ao mercado e obter cotações de fornecedores.

Antes de fazer isso, porém, é preciso fazer uma lista de todos os recursos necessários: aluguel, gás e eletricidade, contas, materiais, móveis, papelaria, limpeza e manutenção, seguro, custos de pessoal, honorários de contador e advogado, custos de treinamento, marketing e publicidade, comunicação, despesas de viagem, etc.

É com base nesses custos e estimativas que o aspecto financeiro do planejamento será compilado.

Considerando o número de itens e recursos dos quais você precisará para obter os custos, às vezes é aconselhável recrutar diversas equipes para ter suporte suficiente para obter as melhores cotações de preço. 

Para tornar a colaboração da equipe mais fácil e eficaz, você pode usar ferramentas de rastreamento de projeto para distribuir tarefas, controlar o tempo e se comunicar entre os membros da equipe.

Antecipe tudo que pode dar errado

Ninguém deseja que coisas ruins aconteçam. Mas, quando se trata de um plano de negócios, muitas coisas podem dar errado. É por isso que é importante sempre antecipar possíveis contratempos.

Por exemplo, pode levar mais tempo do que o esperado para executar certos aspectos do seu plano. 

Se você fez seu planejamento empresarial pensando que isso não aconteceria, pode prever uma data de lançamento impossível de ser concretizada, ter prejuízos, multas contratuais ou deixar os clientes esperando. Isso pode afetar sua confiabilidade e reputação aos olhos de bancos ou investidores. 

É sempre melhor antecipar que tempo, dinheiro, trabalho e recursos podem revelar-se insuficientes, por isso use mapas mentais para e técnicas de design thinking para levantar ideias e organizar aspectos de risco e suas respectivas soluções. 

Tenha dados para embasar suas ações 

Um planejamento empresarial é uma declaração de propósitos. Portanto, todas as informações que ele contém devem ser baseadas em fatos. Por exemplo:

Se você afirma que seus produtos vão conquistar o mercado, você deve apoiar essa afirmação com evidências. Se você afirma que sua equipe está qualificada para executar todos os processos de negócios, você deve garantir que seus currículos demonstrem a experiência necessária. Se você afirma que pode conseguir mais clientes do que seu concorrente médio, precisa declarar como pretende fazer isso.

Em suma, certifique-se de ter a prova certa para fazer respaldar qualquer afirmação que você fizer no planejamento.

Isso ajudará a provar sua seriedade e credibilidade aos olhos de investidores e até mesmo dos membros de sua equipe, além de ser um ótimo antídoto contra ideias pouco realistas que você possa ter.

Conclusão

Um planejamento empresarial bem desenvolvido é essencial para as empresas – tanto para aquelas que estão apenas começando quanto para organizações estabelecidas. Um plano bem elaborado pode ser um ótimo modelo para uma proposta de atrair novos investidores e clientes e de fazer sua empresa crescer de forma consistente.

Existem inúmeras ferramentas online para ajudar a criar planejamentos empresariais de forma profissional e atraente para todas as partes interessadas. Essas ferramentas mostram o que é preciso incluir nas diferentes seções e como organizar o conteúdo. 

Facebook Comments

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.