Como montar um curso EAD: 6 etapas para criar e vender aulas online

O processo de como montar um curso EAD começa com a escolha do tipo de curso que você vai oferecer e termina com sua constante divulgação de suas aulas.

Entre essas duas etapas existem outros passos importantes para quem deseja começar a vender cursos online.

Neste artigo, nosso objetivo é reunir as melhores dicas de como montar um curso EAD para que você inicie seu projeto e alcance o sucesso nessa empreitada.

Não precisa ter medo! Atualmente você tem acesso as melhores plataformas de curso online que você pode usar de maneira simples e rápida para criar e hospedar seu curso.

Aqui estão 5 etapas fáceis de como montar um curso EAD.

Como montar um curso EAD em 4 etapas

1. Estabeleça qual é o propósito do curso

Você tem uma ideia na cabeça mais precisa organizá-la.

Responda para si mesmo – e coloque no papel – informações gerais sobre o curso. Por exemplo, qual problema o curso resolverá para quem o fizer?

Começar por ai vai mostrar se a ideia é realmente interessante.

Lembre-se que poucas pessoas estão dispostas a pagar por um curso que não resolve nenhum dos problemas que ela tem.

Como problemas entenda necessidades, desejos e interesses. 

Seu curso deve resolver uma necessidade ou suprir um desejo. 

Enfim, defina qual é o propósito do curso que você vai desenvolver?

2. Defina a persona do aluno

Pense em para quem você está criando esse treinamento.

Criar uma persona ajuda na compreensão geral do curso. Com informações valiosas sobre seu público em mãos você poderá criar um curso voltado para as necessidades de quem você deseja atender.

Ao descobrir quem é a persona do curso que você vai desenvolver você também irá criar o tipo de aula oferecido.

Por exemplo, deseja criar cursos online para os Milleniuns? Então invista em um curso com aulas de até 10 minutos e use como apoio estratégias de gamificação. 

3. Crie a estrutura do curso online

Agora que você sabe o propósito do curso que está criando e a quais personas que ele atenderá, é hora de organizar as aulas e módulos.

Crie um cronograma para seu curso organizando as sequencias de aulas.

Primeiro pense no tema geral.

Depois considere criar tópicos principais macro, em ordem cronológica, para auxiliar na compreensão do aluno.

Depois defina quais os assuntos devem ser tratados dentro de cada tópico. Você pode chamá-los de subtópico.

Exemplo de estrutura de tópicos

Tópico Principal 1

  • Subtópico 1.1
  • Subtópico 1.2
  • Subtópico 1.3

Tema principal 2

  • Subtópico 2.1
  • Subtítulo 2.2
  • Subtópico 2.3

Tópico Principal 3

  • Subtópico 3.1
  • Subtópico 3.2
  • Subtópico 3.3

Com essa organização você poderá criar os conteúdos que serão abordados em cada subtópico.

Atenção: Todos os tópicos devem ser construídos como início, meio e fim. Sempre oferecendo alguma informação de valor ao aluno. Você terá a satisfação de seu cliente se garantir que ele saia de cada aula com a sensação de que aprendeu algo novo. Isso á valido mesmo para modelos de cursos com aulas de 5 minutos.

4. Crie o conteúdo do curso

Nessa etapa de como montar um curso EAD é hora de criar o conteúdo do curso.

Existem várias metodologias de construção de conteúdo para cursos. Entre elas a Taxonomia de Bloom que foi criada no final dos anos 1940.

Nunca ouviu falar?

Não tem problema!

A maioria as pessoas que estão buscando dicas de como montar um curso EAD também não sabem.

No vídeo abaixo você tem acesso a uma explicação bastante completa sobre como organizar e criar o conteúdo do seu curso online usando essa metodologia de ensino.

Acredite, ela irá tornar as aulas mais interessantes e contribuir para o aprendizado dos conteúdos.

5. Use elementos visuais diferenciados

Não basta você ficar olhando para a câmera, palestrando sobre o tema da aula.

Inclua em suas apresentações elementos interativos como gráficos e imagens.

Apresentações bem construídas com apelo visual e organização ideal do texto auxiliam no compartilhamento de conteúdo e a assimilação do mesmo pelos alunos. 

Uma das formas de tornar suas aulas mais interessantes é usar elementos como games, fóruns e chats que permitam o bate papo ao vivo (caso suas aulas seja ministradas nesse formato).

Os canais de comunicação auxiliam na troca de ideias, na solução de dúvidas e no engajamento dos alunos.

Além de contribuir para as aulas, um fórum exclusivo com alunos atuais e antigos pode ser um grande argumento de venda para atração de novos clientes.

Para se aprofundar neste tópico, indicamos que acesse o artigo; “4 tendências em EAD: novas tecnologias e métodos de ensino”.

6. Escolha uma plataforma de e-learning

O próximo passo é escolher o lugar certo para hospedar e fazer o upload do seu curso.

Entre opções famosas estão Udemy, Udacity e EAD Plataforma.

No caso da última opção, a EAD Plataforma, você tem algumas vantagens. A integração com a LAHAR, software de Inbound Marketing e automação de marketing, permite que uma série de ações de atração, nutrição, conversão e engajamento de leads e alunos possam ser realizadas.

Entre as opções de integração estão:

  • Novo aluno;
  • Status da compra de cursos;
  • Acessou curso grátis;
  • Alunos que adicionaram o curso ao Carrinho ou Lista de desejos;
  • Alunos que se cadastraram na News;
  • Matriculado manualmente;
  • Alunos que visitaram determinada página de curso;
  • Alunos que emitiram certificado.

Isso quer dizer que você, como criador de um curso EAD, poderá ter maior controle dos usuários que chegam até seu curso, mesmo aqueles que não realizam a matrícula imediatamente, e poderá realizar um trabalho de nutrição de leads automática, para buscar convertê-los em clientes.

Tudo isso por meio de fluxos de automação, que vão permitir que você se concentre em suas aulas e cursos, ao invés de gastar tempo com atividades mecânicas manuais de marketing.

Para saber mais sobre a EAD Plataforma, a LAHAR e essa integração, acesse o artigo; “Estamos integrados ao EAD Plataforma! \o/”.

Tudo isso por meio de fluxos de automação, que vão permitir que você se concentre em suas aulas e cursos, ao invés de gastar tempo com atividades mecânicas manuais de marketing.

Para saber mais sobre a EAD Plataforma, a LAHAR e essa integração, acesse o artigo; “Estamos integrados ao EAD Plataforma! \o/”.

Deixe um comentário