4 [principais] tipos de influenciadores digitais e o que eles oferecem

Se você tem um perfil em qualquer mídia social, pode ter notado o aumento dos chamados “digital influencers”. Também pode ter percebido que marcas que conhece – concorrentes ou não – estão investindo em diferentes tipos de influenciadores digitais para aumentar seu alcance.

Mas o que realmente constitui um “influenciador”?

É uma tonelada de seguidores?

Tem a ver com ser rico?

É sobre ser uma musa fitness ou ter um closet cheio das últimas tendências?

A resposta para todos os itens acima é NÃO.

Quando nos concentramos no assunto, descobrimos que o conceito sobre o que é um influenciador digital está muito mais relacionado com ganhar confiança suficiente de seus seguidores para impactar suas decisões.

Quando se trata de marketing para redes sociais, as decisões dos usuários, geralmente, são decisões de compra.

Se você quer entender mais sobre os tipos de influenciadores digitais para ir em busca de um parceiro que irá alavancar o alcance, engajamento e relevância de sua marca, chegou ao lugar certo. A seguir 4 tipos diferentes de influencers.

4 tipos de influenciadores digitais: suas principais características

1. Celebridades

Este provavelmente é o tipo de influenciador digital mais óbvio.

As celebridades são, afinal de contas, o início de tudo.

Com todo o seu dinheiro e fama, as pessoas tendem a olhar para celebridades para entenderem o que é tendência.

Eles influenciam decisões de compra desde antes da transformação digital, da internet e da proliferação das redes sociais.

A imagem das celebridades é usada para influenciar comportamentos e decisões de consumo em comerciais de TV, nos acessórios que utilizam em novelas e nos palcos, para fotos em revistas ou programas de entretenimento.

Voltando para a influência digital que exercem, recorrer às celebridades para ações digitais, apresenta prós e contras.

Embora esse tipo de influenciador digital muitas vezes tenha mais seguidores e um alcance mais amplo, eles também exigem um investimento muito alto e oferecem um público pouco segmentado.

Isso quer dizer que você vai gastar mais para atingir muita gente que não faz parte de seu perfil de consumidor ideal – de sua persona.

As celebridades são ótimas para aumentar a visibilidade de sua marca ou gerar tráfego, mas são notoriamente difíceis de se conectar, e, dependendo do produto ou serviço ofertado, tem um potencial de conversão menor.

Tudo diz respeito ao seu objetivo de marketing.

Se você quer que muita gente saiba que você existe, e está menos preocupado com conversão e retorno em vendas, investir neles pode ser uma excelente opção.

Também é interessante para marcas grandes, com produtos variados, que atendem a perfis muito diferentes de consumidores.

A Puma, por exemplo, é uma marca que constantemente faz ações com celebridades.

Sempre em disputa com Adidas e Nike, é importante estar entre as marcas promovidas por celebridades.

A empresa tem um grande leque de produtos e atende a diferentes perfis de consumidores.

Abaixo, uma campanha feita com Bruna Marquezine, que possui mais de 33 milhões de seguidores no Instagram.

Tipos de influenciadores digitaisAssim como Bruna, Luciano Huck, Neymar, Ivete Sangalo, são exemplos de influenciadores digitais do tipo celebridade.

Se você tem os recursos e conexões para contratar uma celebridade, lembre-se de que eles podem não ser necessariamente os melhores para o seu investimento.

Em comparação com outros tipos de influenciadores digitais, as celebridades tendem a ter uma taxa de engajamento menor.

2. Autoridade

Os influenciadores de autoridade são aqueles que conquistaram a confiança de seus seguidores com base em sua ampla e profunda experiência sobre um determinado tópico.

Sua conexão com o nicho vai além de um hobby e das redes sociais:

  • escrevem livros;
  • fazem palestras;
  • hospedam podcasts;
  • administram seus próprios negócios com base nesse tópico.

O benefício de trabalhar com esse tipo de influenciador é a relevância que sua recomendação e opinião, sobre algo, possui.

Entretanto, essas pessoas dificilmente vendem suas opiniões. Suas indicações são exclusivamente concentradas nos benefícios que seus seguidores terão ao usar determinado produto ou serviço.

3. Marca Pessoal

Em geral, sua influência surgiu e amadureceu na internet.

Esse influenciador ganhou espaço tanto pelo tema que aborda, como por seu estilo de vida ou autenticidade.

Muitos fenômenos da internet aparecem todos os dias, mas os reais influenciadores oferecem mais do que uma janela para sua vida.

O tipo de influenciador digital de Marca Pessoal, nos quais você – e sua empresa – deve apostar, produzem conteúdo e informação. Não é apenas a imagem que conta.

Camila Coutinho é um exemplo disso. Há mais de 10 anos ela trabalha com internet, com foco em moda e lifestyle. Possui Instagram com mais de 2 milhões de seguidores, blog e canal no Youtube e em 2018 lançou um livro. Está entre as blogueiras de moda, mais influentes do mundo.

Abaixo um vídeo feito para a marca de cosméticos La Roche-Posay:

Entre outros exemplos, podemos citar: Camila Coelho, Thássia Naves, Kefera, Hugo Gloss e mais.

Dentro desse grupo você tem os influenciadores locais, que possuem características parecidas, mas atuam regionalmente. Ou seja, ainda não alcançaram o status de milhões de seguidores espalhados pelo Brasil e mundo, mas, já influenciam as decisões de pessoas de sua cidade ou estado, por exemplo.

Quando falamos dos grandes influenciadores de marca pessoal, temos uma segmentação de público mais bem definida do que no tipo “celebridades”. Há também mais engajamento, afinal, os assuntos são mais direcionados e estimulam comentários e compartilhamentos.

4. Ativista ou TrendSetter

Como o próprio nome sugere, esse tipo de influenciador digital vai além de conteúdos sobre um universo amplo, como moda, saúde, lifestyle, comédia …

Os influenciadores ativistas possuem uma causa pela qual lutam. Uma bandeira.

Calma, nós vamos dar exemplos.

Jout Jout Prazer, é um canal do Youtube liderado por Julia Tolezano. Ela estourou no Youtube com um vídeo que falava sobre relacionamento abusivo: Não tira o batom vermelho.

A Youtuber, tem mais de 2 milhões de inscritos em seu canal e aborda temas como feminismo, racismo, igualdade social, política, e vida em sociedade como um todo.

Para se aproximar desse tipo de influenciador digital uma marca deve ter uma proposta associada aos ideais desse influencer. Você deve mostrar sua relevância para a causa levantada.

A seguir, separamos duas campanhas feitas pelo canal da Jout Jout, uma da Skol, uma marca nacional, que tinha o intuito de conscientizar sobre o assédio no Carnaval e, outra da marca Eurico, um site que vende sapatos femininos de grandes tamanhos. (Você já ouviu falar dessa marca?)

Nesse segundo merchan, você percebe que não precisa ser uma grande marca, mas precisa ter uma boa ideia, que se relacione com o restante do canal, para firmar uma parceria com esse tipo de influenciador digital.

Eles têm grande relevância para o público e um amplo engajamento, entretanto, seu alcance não é tão extenso como as demais opções de influenciadores.

Você pode encontrar outras análises sobre os grupos de influencers, entretanto, buscamos reunir os principais tipos de influenciadores digitais, que você pode aproveitar para suas estratégias de marketing digital.

Agora que você conheceu os tipos de influenciadores digitais, é hora de usá-los em suas táticas. Para isso, sugerimos que leia o artigo; “5 dicas de como fazer marketing digital com influenciadores”.

Este artigo, foi escrito pela LAHAR, um software de automação de marketing robusto com funcionalidades diversas para a ampliação dos resultados de suas estratégias de marketing digital. Com um sistema completo ajudamos sua empresa crescer mais. Crie sua conta e experimente grátis por 15 dias.