Como criar campanhas de e-mail marketing do ZERO: 9 passos

Depois de descobrir que o e-mail marketing tem uma média de retorno sobre investimento de $38 para cada $1 investido é comum que empreendedores e gestores de empresas e agência busquem mais informações sobre como criar campanhas de e-mail marketing.

A primeira lição ao aprender como fazer campanhas de e-mail marketing é entender que você vai precisar fazer seu conteúdo se destacar entre os bilhões de e-mails que chegam nas caixas de entrada de cada lead de sua base.

Não espere conquistar o ROI de 3800% sem esforço e sem uma boa estratégia. 

Muitas pessoas relatam não alcançar o sucesso com o envio de e-mails e entendem que essa ação não é vantajosa para o setor.

Realmente alguns negócios podem aproveitar melhor a estratégia, entretanto, o leque de nichos que apresentam bons resultados é muito grande. 

O comércio eletrônico, tradicionalmente, é uma das áreas que podem aproveitar melhor o e-mail marketing para converter leads em clientes. Isso porque podem aproveitar elementos como a compra por impulso e tirar vantagem de uma série de ações como e-mail de carrinho abandonado. 

Uma pesquisa recente apontou que 19% das lojas virtuais afirmam que o e-mail marketing é responsável por algo entre 20% e 50% do faturamento do negócio. 

Entretanto, não apenas esse setor pode aproveitar o ROI do e-mail marketing. Ao contrário a ferramenta continua sendo a mais usada por agências e profissionais de marketing para impulsionar a venda de seus clientes, em todos os setores do mercado.

Diante de tantos bons argumentos fica difícil fugir e logo você se entrega a pergunta que está todo mundo fazendo: como fazer campanhas de e-mail marketing?

Como fazer campanhas de e-mail marketing: 9 passos para uma chuva de conversões!

1. Porque você vai enviar “este” e-mail marketing

Antes de enviar qualquer e-mail marketing responda qual o objetivo geral que você espera alcançar por meio dele.

Você deseja divulgar uma promoção?

Reativar clientes antigos?

Quer das as boas vindas para novos leads?

Estreitar o relacionamento da sua marca com o lead e gerar engajamento?

Oferecer informações que faça o lead caminhar pelas etapas do funil de vendas?

Com essa resposta em mente fica mais fácil organizar o conteúdo que estará dentro do e-mail e também outros elementos como:

2. Conheça sua persona

Além de conhecer a fundo sobre o que você vai falar em seu e-mail, outra etapa importante de como criar campanhas de e-mail marketing é entender para quem você vai enviar esse material. 

Criar suas personas e segmentar seu público também vai ajudar você e sua equipe a enviar o material correto, para o lead certo e no momento ideal

O entendimento da persona do seu negócio também é fundamental para uma etapa antes da criação do e-mail marketing: a geração de leads

Atenção: suas personas podem estar espalhadas pelas diferentes etapas do funil de vendas, por isso faça um mapeamento de:

  • quais são suas personas;
  • quais as dúvidas elas tem em cada fase da jornada de compra.

Mas calma! Esse é um assunto para outros conteúdos. Para saber mais, acesse os dois artigos indicados abaixo:

Você pode começar a construir a ideia de quem é sua persona por meio de ferramentas como Google Analytics e Facebook Insights.

3. Faça a captura dos leads

É bem claro que antes de enviar uma campanha de e-mail marketing você precisa ter uma base de leads que irão receber esse conteúdo, correto?

Essa dica é sobre isso!

Nunca compre uma base de leads pronta!

Crie a sua e receba autorização dos contatos para se comunicar com eles (opt-in). 

As landing pages e os formulários presentes nelas são suas principais ferramentas de captação de leads, entretanto, você também poderá usar:

  • pop-up de boas vindas com campo para preenchimento de e-mail em troca de uma vantagem, como desconto em produtos;
  • pop-ups de intenção de saída.

Leia mais em: “Receita de bolo para otimização de landing page focado em conversão”.

4. Atenção ao assunto do seu e-mail

Muitos especialistas entendem que essa etapa é a principal de todo o processo de como criar campanhas de e-mail marketing.

Isso porque se o assunto não for interessante para o público que você deseja atingir seu e-mail será mais um encaminhado para a lixeira sem ser, sequer, aberto!

Ou seja, não interessa se o conteúdo do e-mail é PERFEITO. 

Se o assunto não despertar curiosidade suficiente, seu e-mail é lixo, ou melhor, é enviado para o lixo. 🙁

Se o assunto não for interessante, seu e-mail não será sequer aberto.

Quer saber como criar assuntos que vão fazer seus leads abrirem o seu e-mail? Criamos um artigo com dicas valiosas. Leia mais em; “5 ideias incríveis para assuntos em Email Marketing“. 

5. Insira bons CTAs

CTAs, ou call to action, são as chamadas para ação do lead que você distribui ao longo do texto do e-mail marketing. 

Em geral os CTAs são botões que levam o usuário a clicar para que possam ser direcionados para uma página externa, geralmente um post blog, página no site, um meio de contato e por ai vai!

Quando um contato clica no seu CTA é como se sua equipe de marketing ganhasse a batalha para conquistar o cliente que é travada dentro desse canal. 

Na prática o clique no CTA é a confirmação de que sua campanha foi bem executada, afinal, o usuário depois de ler o assunto do seu e-mail, ter contato com o texto, entender sua proposta de valor, decidiu clicar no botão que leva a outra página. 

A melhor estratégia na maioria dos casos é escolher apenas uma chamada e repeti-la ao longo do e-mail. Por exemplo: “clique aqui e concorra a um carro 0KM”. 

Não é aconselhável que você inclua CTAs diferentes ao longo do artigo, afinal, assim seu contato pode se confundir sobre qual chamada atender e acabar saindo sem fazer nada!

No exemplo abaixo, o e-mail não tem imagem e o CTA é apenas um link ao longo do texto, porém um link ÚNICO e com uma vantagem clara. 

Aproveitamos o exemplo usado acima para falar sobre o uso de imagens no e-mail marketing. 

6. Inclua imagens: mas atenção!

Ao aprender como fazer campanhas de e-mail marketing algumas pessoas se perguntam se o conteúdo deve ser criado em imagem, com imagem ou sem nenhum tipo de imagem. 

Bom, a primeira resposta a essa questão é: não crie imagens com texto.

Você pode usar imagens ao longo do material, mas o texto não deve estar em formato de imagem. Compreendeu?

Mesmo assim cuidado para que, ao usar imagens, seus e-mails não pareçam muito com anúncios.

7. Atenção ao conteúdo

Finalmente chegou a hora de escrever seu e-mail.

A dica mais relevante de como fazer campanha de e-mail marketing nesta etapa é manter o texto curto e objetivo. Não confunda isso com um texto frio e sem empatia. 

Para aumentar as taxas de conversão mostre que você entende a necessidade do lead e que por isso está enviando aquele material.

Inclua elementos como:

  • introdução breve com o nome do contato;
  • conteúdo relevante;
  • oferta atrativa (não precisa ser diretamente sobre o seu serviço ou produto, pode ser sobre um conteúdo no blog da sua empresa, uma pesquisa um ebook ou webinar, por exemplo);
  • imagem;
  • GIF;
  • infográfico (seja criterioso);
  • e não esqueça do CTA. 

8. Nunca faça um disparo em massa

A segmentação de clientes deve estar em tudo: desde o planejamento, como vimos nos tópicos iniciais deste artigo, até na hora de enviar o e-mail. 

Enviar e-mails em massa reduz a taxa de abertura e de cliques, além disso pode gerar uma inativação de contatos em massa e uma péssima imagem de seu cliente sobre sua empresa.

9. Acompanhe as métricas e resultados

As metas fazem parte de qualquer tipo de estratégia de marketing e não seria diferente com o e-mail marketing.

As ferramentas de automação de marketing que permitem a gestão de leads e o disparo do conteúdo para os contatos oferecem relatórios para o acompanhamento de métricas relevantes sobre o resultado da campanha. 

Entre os indicadores mais relevantes do e-mail marketing estão:

  • taxa de abertura;
  • taxas de clique (CTR);
  • taxa de inativação da lista;
  • taxa de leads que se tornaram leads qualificados (MQL).

 

Porque o teste A/B é vital em uma campanha de e-mail marketing?

Os testes A/B são feitos antes que sua equipe dispare o e-mail para toda a base segmentada de leads.

Como o próprio nome sugere, ele visa testar se todos os elementos que listamos acima foram bem escolhidos para atingir o público em questão.

Basicamente são feitos dois e-mails idênticos que possuem apenas uma diferença: o elemento que vai ser testado. 

Esse elemento pode ser:

  • título;
  • texto;
  • CTA ou qualquer outro elemento que componha o e-mail. 

O e-mail que tiver melhor resultado será o escolhido para ser disparado para o restante da base de leads. 

O teste AB permite que você alcance melhores resultados com sua campanhas de e-mail marketing. 

Atenção: em cada teste escolha apenas um elemento para ser analisado. 

Leia mais em: Como fazer teste AB: 5 passos práticos [+ o que não fazer]

Como tornar mais simples a criação de uma campanha de e-mail marketing?

Confesse: quando você começou a ler este guia de como criar e-mail marketing você achou que seria mais fácil, não é mesmo?

Agora você deve estar pensando em como:

  • gerar leads;
  • segmentar contatos;
  • criar fluxos de automação;
  • fazer testes A/B;
  • medir resultados.  

A LAHAR é um software de automação de marketing com mais de 700 clientes e 10 milhões e-mails disparados por mês. 

Entre as funcionalidades da nossa plataforma você encontra:

  • teste AB (e-mail marketing e páginas de destino);
  • automação de marketing;
  • Lead Scoring para a qualificação de leads;
  • criação de landing pages e formulários;
  • criação e envio de e-mail marketing;
  • relatórios e mais.

Com um sistema completo ajudamos sua empresa a criar campanhas de e-mail marketing mais eficazes. Crie sua conta e experimente grátis por 15 dias.

Facebook Comments

Deixe uma resposta