Como montar uma equipe de marketing digital do ZERO [+ guia de ferramentas para agência]

Uma das primeira preocupações de quem está pensando em montar uma agência de marketing digital é: como montar uma equipe de marketing digital.

O marketing é uma área fundamentalmente baseada nas competências e especialidades de sua equipe e em ferramentas que auxiliam e permitem a execução de cada estratégia. 

É por isso que neste artigo reunimos:

  • as principais dicas de como montar uma equipe de marketing digital;
  • as melhores ferramentas para o dia a dia de uma agência de marketing digital. 

Como montar uma equipe de marketing digital

Provavelmente, você sabe a importância de ter uma equipe qualificada para sua agência de marketing digital. 

Cada profissional vai ajudar a alcançar os objetivos do negócio e de seus clientes, seja por meio de um atendimento ao cliente de excelência ou domínio de técnicas para rankear o site na primeira posição do Google. 

Mas, como montar uma equipe de marketing digital ideal?

A seguir respondemos essa dúvida, nos concentrando em 4 etapas. Vamos à primeira!

1. Defina a área da empresa

O marketing digital possui um amplo leque de especialidades:

  • marketing para redes sociais;
  • links patrocinados;
  • SEO e mais. 

Em quais frentes você pretende atuar? Em todas? Prefere ser uma agência especializada? 

A escolha é sua, mas é fundamental para os próximos passos. 

Confira dicas de como:

Reter clientes, gerir equipes e se reinventar em meio a pandemia.

2. Defina das áreas de trabalho

Uma agência de marketing digital pode começar pequena, com um ou duas pessoas, entretanto, é se você está em busca de como montar uma equipe de marketing digital é porque considera convocar mais gente para o seu time. Ótimo! Mas, para isso é preciso organização. 

É bastante comum que agências de marketing sejam vistas como um ambiente mais descolado, mas não confunda isso com desorganização. 

Comece criando áreas para a agência, principalmente, para a área produtiva como: 

  • comercial;
  • atendimento;
  • marketing;
  • finanças;
  • criação;
  • desenvolvimento;
  • redação;
  • designer;
  • compra de mídia;
  • SEO;
  • business intelligence. 

3. Organize os cargos

Em seguida, é preciso saber quais cargos você pretende ter na empresa e em quais níveis. Entre os cargos mais comuns estão: 

  • CEO;
  • diretor;
  • gestor;
  • especialista;
  • estagiário.

Algumas empresas dividem os profissionais também em:

  • Junior
  • Pleno
  • Senior

Dentro de um setor, como o atendimento, você pode ter:

  • diretor;
  • gestor;
  • especialista de nível sênior;
  • especialista de nível pleno;
  • especialista de nível júnior;
  • estagiário. 

Do que você precisa? Pare um pouco e olhe para sua empresa. Coloque no papel seu organograma e entenda do que você precisa. 

É importante considerar sua área financeira, afinal, a folha salarial é um investimento, mas também uma despesa fixa. Faça um planejamento financeiro consciente. 

4. Busque nos lugares certos

Com um organograma definido e com os vagas de trabalho que precisam ser preenchidas em mãos é hora de buscar os candidatos aos cargos que você está oferecendo. 

Caso você precisa de estagiários, uma boa estratégia é buscar nas faculdades de marketing, jornalismo, publicidade e design. 

Para profissionais já formados, de nível júnior a sênior, o LinkedIn é o canal mais indicado para encontrar talentos. 

Outros caminhos para encontrar bons profissionais são:

  • busque por indicações de profissionais que você já  conhece e admira, o networking é muito importante também no processo de recrutamento;
  • busque em redes sociais, fóruns e comunidades sobre o tema;
  • eventos também são boas oportunidades de encontrar profissionais para integrar seu time. 

5. Analise se o candidato tem o perfil da vaga

Uma boa descrição de vaga vai ajudar a filtrar profissionais que não estejam alinhados ao seu objetivo. 

Além disso, entrevistas presenciais, análise de currículo, referências de antigos trabalhos são muito importantes para entender quem é o candidato e se ele tem as habilidades e a competência que você busca para aquela vaga. 

Análise atributos técnicos, domínio de técnicas e ferramentas, certificações e também o perfil comportamental de cada profissional. 

Com esses 5 de como montar uma equipe de marketing digital você terá mais chances de acertar nas contratações e montar um time completo, sem furos e sem excessos. 

Ferramentas para agência de marketing digital

Com o passo a passo acima você estará no caminho certo para montar uma equipe de sucesso, entretanto, essa equipe precisa ter as ferramentas corretas para trabalhar. 

O marketing digital é, sem dúvidas, bastante dependente de alguns sistemas e, para vencer no mercado competitivo e ser capaz de chamar a atenção de seus prospects, você precisa ter ao seu lado ferramentas para agências de marketing digital. Vamos entender quais são elas, a seguir. 

1. Gestão de projetos

É impossível conceber uma agência de publicidade sem um sistema de gestão de projetos. 

Como dissemos acima, a organização é fundamental para o andamento correto das atividades. Além disso, uma gestão de projetos eficiente é capaz de:

  • aumentar a produtividade da equipe;
  • ampliar a qualidade das entregas;
  • organizar prazos;
  • aumentar a satisfação dos clientes;
  • manter profissionais motivados e em um bom clima organizacional. 

Para quem está iniciando a gestão de projetos indicamos o Trello. A ferramenta tem uma versão gratuita e alguns planos pagos. Conheça. 

2. Comunicação interna

Uma ferramenta de comunicação interna, que também pode ser usada para relacionamento com o cliente, é fundamental para a gestão integral de uma equipe, facilitando a troca de informações e retendo dados relevantes. 

Para isso o Slack é uma opção ágil e intuitiva. Sua forma de chat mantém a integração das equipes.

Entre as funcionalidades da plataforma podemos citar: 

  • criação de grupos e canais de comunicação por áreas;
  • envio de mensagem de texto e áudio;
  • cmpartilhamento de arquivo;
  • mensagens individuais e mais. 

Conheça mais sobre o uso dessa ferramenta no vídeo abaixo.

3. CRM

O setor de vendas e atendimento em uma agência de marketing digital deve estar munido da ferramenta ideal para prospectar e fidelizar clientes, afinal, estamos falando de uma venda complexa e consultiva.

Para otimizar seu processo de escolha, indicamos que leia o artigo; “Precisando de um software de CRM? Use nosso checklist para escolher o seu”. 

4. Ferramenta de automação de marketing

Todas as etapas, setores e áreas de uma agência de marketing se beneficia da contratação de um software de automação de marketing. 

Além de ampliar a produtividade da equipe, ele oferece recursos exclusivos como a automação de e-mail, criação de fluxo de automação, pontuação de leads, relatórios e muito mais, tudo integrado, em uma única ferramenta. 

Em 2019 a LAHAR levou o prêmio, novamente, de Melhor Ferramenta de Marketing Digital, pela ABComm – Associação Brasileira de Comércio.

Com a Lahar, é possível criar:

  • Fluxos de nutrição
  • Landing pages
  • Formulários externos
  • E-mail marketing
  • SMS marketing e Web Push Message
  • Metodologia de lead tracking e de lead scoring e muito mais!

Para melhor atender às necessidades das agências criamos um White Label para agências de marketing, no qual você personaliza o sistema para ter a marca e o nome da sua empresa, agregando ainda mais valor para seus clientes.

Conheça nossos planos e preços especiais para agências de publicidade.

Facebook Comments

Deixe uma resposta