4 desvantagens do email marketing e como elas podem atrapalhar as estratégias do seu negócio

Negócios de todos os setores usam email marketing como uma ferramenta de divulgação acessível e bastante eficaz. No entanto, nem tudo são flores.

Embora realmente seja uma estratégia que pode gerar ótimos resultados, quando não é bem executado, o email marketing pode não trazer os impactos positivos esperados. Pior do que isso, o tiro pode sair pela culatra e acarretar em perdas para a companhia – seja de tempo e outros recursos, seja à sua própria imagem junto ao mercado.

Por isso, antes mesmo de aplicar essa técnica, você deve ter em mente os equívocos e desvantagens do email marketing. Por exemplo: embora muitas pessoas acreditem que se trata de uma estratégia gratuita, o fato é que começar qualquer campanha de marketing do zero (mesmo uma que possa parecer tão simples quanto o envio de emails) terá, obviamente, um custo para a sua empresa. Por isso, é importante ficar atento.

Neste post, confira as 4 principais desvantagens do email marketing quando ele não é bem aplicado e como isso pode impactar na sua empresa. Acompanhe!

4 principais desvantagens do email marketing

1. Spam

Você já deve ter notado que a caixa de entrada de qualquer pessoa é inundada de emails de empresas, tanto autorizados quanto não autorizados. Para reduzir a quantidade de mensagens indesejados, a maior parte dos servidores desenvolveram filtros para impedir que emails considerados spams cheguem ao usuário.

Além disso, as pessoas podem incluir e excluir remetentes da sua lista de spam como bem entenderem, recebendo em sua caixa de entrada somente aquilo que deseja de fato visualizar.

E aqui está uma das principais desvantagens de estratégias de marketing focadas no envio de emails: os seus leads podem nem chegar a recebê-los. E, para piorar, em alguns casos, é possível até mesmo enfrentar problemas legais pelo envio de mensagens que possam vir a ser consideradas spam, uma vez que a prática pode se enquadrar no código penal brasileiro sob a tipificação de publicidade abusiva.

Algumas dicas para que seu email não vá para a caixa de spam do destinatário:

  • Construa sua própria lista de email e ofereça a opção opt-in no momento do cadastro. Jamais compre listas de mailing;
  • Utilize ferramentas de envio de email marketing confiáveis e de boa reputação. Geralmente essas ferramentas possuem diversos IPs diferentes e permitem o disparo espaçado das mensagens, evitando que sejam vistas como spams pelos provedores;
  • Evite termos de baixa reputação. Palavras apelativas, como “promoção”, “grátis” e “imperdível” têm mais chances de serem mal vistas pelos provedores. O mesmo acontece com acentos gráficos, como ponto de exclamação, e letras em caixa alta.
  • Evite enviar apenas imagens. Busque trabalhar com, no mínimo, 50% imagem e 50% texto no corpo do seu email.

Leia mais: Boas práticas de email marketing: o que evitar

2. Engajamento

Email marketing é uma estratégia que requer constantes ajustes com o objetivo de manter os leads sempre engajados. E isso pode ser uma tarefa bastante complicada, levando em consideração os diferentes tipos de pessoas que constam na lista de emails de uma empresa.

Por exemplo: em muitos casos, um usuário se cadastra para receber emails de uma empresa unicamente por conta de uma promoção específica, como receber descontos na loja online.

Outro cenário bastante comum é o das pessoas que se cadastram sem querer, situação frequente em sites que oferecem a opção de receber emails já selecionada como padrão. Seja qual for o caso, é bastante provável que esses usuários vejam seus emails como um incômodo e os encaminhem para o spam ou simplesmente se descadastrem da lista.

Nesse sentido, outra desvantagem do email marketing – e que é um verdadeiro desafio – é ter que trabalhar para manter o engajamento dos usuários cadastrados e impedir que eles desconsiderem seus emails.

Mesmo nos casos em que a pessoa se inscreveu deliberadamente para receber os emails de divulgação da empresa, como uma newsletter, é preciso trabalhar constantemente para que ela siga engajada.

Leia mais: Email marketing Brasil: 5 boas práticas e porque investir

3. Design

Outra desvantagem do email marketing que vale a pena ser citada diz respeito à forma como as suas mensagens podem ser visualizadas pelo usuário.

Por mais que a empresa tenha se esforçado para criar um layout leve e atrativo para o seus emails, devido às diferentes configurações entre os servidores e os dispositivos pelos quais o usuário pode acessá-los, alguns problemas podem acontecer e o email pode não ser exibido do jeito que você planejou. Como consequência, o impacto da mensagem que você pretendia passar pode ser bastante reduzido.

E, infelizmente, esses problemas são mais comuns do que se possa imaginar. De um texto que pode não abrir com as mesmas configurações com as quais você enviou a um servidor que bloqueia a abertura automática de imagens ou mensagens pesadas demais, são diversos os percalços que você pode enfrentar ao se comunicar com seus leads.

Para evitar esse tipo de problema com o design dos seus emails, é preciso certificar-se de que a peça seja criada com base em códigos que possam ser lidos pelos sistemas e servidores mais utilizados.

Nesse sentido, as ferramentas de envio de email marketing podem ajudar a mitigar esse problema. O software da LAHAR, por exemplo, disponibiliza uma série de modelos customizáveis para você criar a sua campanha de email marketing sem correr o risco de mensagens mal configuradas ou com erros de exibição.

4. Custos

Mandar um breve email para alguém pode não custar nada, no máximo alguns minutos do seu tempo. No entanto, os custos de disparar campanhas de email marketing podem ser significativos.

Dependendo da empresa contratada, o trabalho para desenvolvimento, consultoria e administração das suas campanhas pode ser custoso e pesar no orçamento da companhia – e essa pode ser uma das maiores desvantagens do email marketing.

E não pense que o envio pode ser feito manualmente. Embora seja uma prática comum, é praticamente impossível administrar uma estratégia de email marketing bem sucedida dessa maneira.

Para evitar que isso aconteça, e para criar mensagens personalizadas, opte por ferramentas profissionais específicas para email marketing e que atendam às suas expectativas. Elas farão toda a diferença nos seus resultados.

Veja, em detalhes, como funcionam essas ferramentas assistindo a este vídeo:

Então vale a pena investir em email marketing?

Agora que você conhece as principais desvantagens do email marketing, fica a dúvida: vale a pena investir nessa estratégia? A resposta é: sim. Em um mercado concorrido, o email marketing permite que empresas de todos os setores se comuniquem de maneira eficaz com seus clientes, ajudando a aumentar o engajamento, melhorar as vendas e a se consolidar no mercado.

 E se você quiser tornar sua estratégia focada no envio de emails ainda mais eficaz, não deixe também de contratar um software de automação de marketing.

A LAHAR é um software de inbound marketing que ajuda você a gerar leads e transformá-los em clientes. E você pode concentrar suas ações em uma única ferramenta, pois o software oferece funcionalidades para gerenciar redes sociais, landing pages, automação de marketing e mais. Entre em contato com a nossa equipe e descubra como podemos ajudar você!