Dicas para e-commerce: da escolha da plataforma às ações de marketing

Está mais fácil do que nunca criar seu próprio site de comércio eletrônico e começar a vender produtos online. Com a ajuda de ferramentas de criação de sites, você pode ter sua loja virtual. Como? Acompanhe as dicas para ecommerce, que separamos a seguir.

Além de definir seu nicho e produto, escolher a plataforma do sistema de vendas, você também precisará de dicas de ecommerce que façam você vender mais, correto? Tudo bem. Também cuidaremos disso.

Até o final deste post, você saberá:

  • como encontrar um bom produto e um nicho para sua loja;
  • como criar seu site;
  • as abordagens que você pode adotar para gerar vendas.

Antes de você construir sua loja virtual

Antes de iniciar o processo de criação da sua loja de e-commerce, há algumas coisas fundamentais que você precisará fazer primeiro.

  1. Compre um nome de domínio: Você precisa de um nome de domínio que identifique perfeitamente sua marca. Não pense demais no processo. Usando um site como o GoDaddy, você pode comprar um nome de domínio por um valor a partir de R$ 23,99 ao ano. O domínio é  endereço do seu site (www.seusite.com.br).
  2. Encontre um desenvolvedor web: Este é um componente crucial no lançamento do seu site de comércio eletrônico. Se você deseja lançar seu ecommerce em um período de tempo relativamente curto e de maneira profissional, certifique-se de fazer sua verificação quando se trata de contratar um desenvolvedor. Obtenha referências de outros sites de comércio eletrônico que o desenvolvedor criou. Não se esqueça de perguntar se o desenvolvedor tem experiência em criar sites na plataforma de comércio eletrônico que você escolher.
  3. Obtenha toda a documentação necessária para um negócio: Registre sua empresa, obtenha uma licença e comece a investigar problemas comerciais legais.

Construir um site de comércio eletrônico será um pouco diferente do que criar um site padrão ou iniciar um blog. Além de proteger um nome de domínio e hospedar, você também precisará considerar ferramentas e software para processar pagamentos, além de criar, encomendar ou fabricar seus produtos.

Veja um breve resumo com as dicas de ecommerce com o que é necessário para criar um site, a partir do zero, para uma loja de comércio eletrônico:

  • um domínio;
  • um provedor de hospedagem;
  • um processador de pagamento digital integrado;
  • uma plataforma ou ferramenta para construir sua loja;
  • capital inicial para criar seus produtos;
  • embalagem para envio de produtos;
  • quando você criar uma loja de comércio eletrônico, haverá algum capital inicial que você precisará investir.

Para deixar todos esses tópicos ainda mais claros em sua mente e tirar qualquer dúvida que possa ter ficado sobre a parte mais técnica de como criar uma loja virtual, indicamos que assista ao vídeo abaixo, produzido por um especialista em vendas online:

Dicas de ecommerce: como construir seu site de maneira fácil

A criação de um site de comércio eletrônico é semelhante ao processo de criação de qualquer outro site, exceto pelo fato de você estar vendendo produtos físicos, como já apontamos acima. Isso significa que haverá maior trabalho inicial para ajudar a garantir o sucesso do seu site. Aqui está o processo de:

  • descobrir seu mercado;
  • descobrir o que você vai vender;
  • construir sua loja.

1. Pesquisa de mercado e encontrar o seu nicho

Para iniciar uma loja de comércio eletrônico, você precisará de um produto físico para vender. Mas, seria uma experiência desastrosa percorrer o processo de construção de uma loja virtual apenas para descobrir que ninguém quer comprar o que você está vendendo.

Para evitar esse destino, você precisará gastar tempo para encontrar o mercado e os produtos certos para vender para as pessoas certas.

Você pode já saber exatamente o que você quer vender, mas se não, não se preocupe, abaixo selecionamos dicas de ecommerce para ajudá-lo no processo de pesquisa de mercado.

Idealmente, o que você quer é descobrir uma necessidade urgente no mercado e preenchê-la com o seu produto.

Procure por produtos de tendência

Uma maneira de garantir que você comece a vender produtos desde o início é se alinhar aos produtos que estão em tendência no momento. Ao entrar em um nicho de tendências no momento certo, você pode aproveitar a onda a curto e a longo prazo.

No entanto, você não quer entrar em um mercado de tendências quando está em declínio. Em vez disso, você quer encontrar um produto ou um nicho para produtos que estão crescendo em popularidade.

Existem várias ferramentas diferentes que você pode usar para identificar produtos e nichos de tendências, mas aqui estão alguns dos mais comuns:

Alinhar com sua paixão

Espero que, explorando os recursos acima, você tenha um punhado de produtos ou nichos potenciais para os quais você poderia entrar. Para diminuir ainda mais essa lista, uma dica de ecommerce é fazer uma autoavaliação. Afinal, será difícil sustentar a sua loja se você não se importar com o que está vendendo.

Então, tente encontrar um produto, entre as tendências de venda, que mais se relaciona com as coisas que você gosta e com os produtos que despertam algum interesse em você.

2. Preparando-se para vender

Antes de decidir o produto que pretende vender, existem mais algumas considerações que você deve levar em consideração.

Primeiro, você deve garantir que o produto seja leve o suficiente para facilitar o envio. Durante os primeiros dias da sua loja de comércio eletrônico, você lidará com a maior parte da embalagem e enviará você mesmo. Isso não apenas tornará sua vida mais fácil, mas você poderá manter melhores margens de produto, o que pode ser crucial nos primeiros dias de sua loja.

A última coisa que precisa ser considerada em relação ao seu produto é prototipagem. Com essa abordagem, você não quer criar o produto perfeito na primeira vez. Em vez disso, você tentará criar um produto inicial e, em seguida, iterar e melhorar com base no feedback do produto.

Isso ajudará você a chegar ao mercado mais rapidamente e a construir um produto melhor ao longo do tempo.

3. Lançamento da sua loja e venda de produtos

Se você fez tudo o que está acima, parabéns, você trabalhou muito e está pronto para lançar sua loja. No entanto, é importante não iniciar sua loja antes de ser totalmente polida. Afinal, você só tem uma chance de causar uma primeira impressão.

Passe algum tempo conferindo cada página do seu site por erros de digitação, links quebrados ou outras coisas que não funcionam.

Você também desejará realizar algumas compras de amostra para garantir que o processo de check-out também funcione sem problemas.

Quando estiver satisfeito com sua vitrine virtual, é hora de lançar sua loja e começar a vender produtos!

Dicas para ecommerce: ações de marketing para seu site de comércio eletrônico

Mesmo seguindo todas as dicas de ecommerce acima, se você não tiver uma estratégia de marketing digital para ecommerce, para divulgar sua empresa e promover sua loja, provavelmente não obterá muito tráfego e consequentemente, não vai gerar vendas suficientes.

O que você precisa fazer é investir nas diferentes formas de marketing digital de sua loja. Aqui estão algumas dicas para ecommerce com os métodos mais comuns de marketing de comércio eletrônico:

1. Marketing de Conteúdo

Com uma loja de comércio eletrônico, você tem uma infinidade de oportunidades para criar conteúdo, por exemplo:

  • conteúdo educacional voltado para sua seleção de produtos;
  • conteúdo voltado para a obtenção de backlinks ou compartilhamentos de mídia social.

Muitas vezes, o marketing de conteúdo não oferece resultados imediatos, mas, ao contrário, é algo que pode fornecer tráfego a longo prazo, oferecendo insumos para táticas de SEO, que possuem o objetivo de melhor rankeamento de suas páginas no Google.

Aqui estão algumas dicas de ecommerce para criar uma estratégia de marketing de conteúdo do zero; “Como fazer a produção de conteúdo relevante para captar leads”.

2. Marketing de Mídia Social

A mídia social pode ser uma ótima maneira de aumentar o reconhecimento da marca ao direcionar o tráfego ao seu site de comércio eletrônico.

Há muitas redes de mídia social por aí, mas as que você provavelmente encontrará mais valor para gerar vendas em seu ecommerce são o Instagram e o Facebook.

Ambas são plataformas mais voltadas para imagens, então elas se alinham bem com a venda de produtos.

O Instagram lhe dará uma maneira de mostrar seu próprio produto, além de como ele é comumente usado. O Facebook oferece a oportunidade de criar e compartilhar conteúdo relacionado ao seu nicho e direcionar o tráfego segmentado de volta ao seu site.

Leia outras dicas de ecommerce sobre como usar as redes sociais para atrair clientes, no artigo; “Divulgação em redes sociais: amplie seu alcance com 8 dicas”.

3. Marketing de Influenciadores

O marketing de influência foi usado para construir algumas lojas de e-commerce de grande sucesso. Se você não está familiarizado, é o processo de entrar em contato com influenciadores digitais e fazer com que eles promovam sua marca e produtos para o público deles.

Você tem a opção de fazer ações pagas, mas também pode encontrar contas que mencionarão seu produto gratuitamente em troca de seu produto.

Se você estiver interessado em explorar essa estratégia, indicamos o artigo; “4 [principais] tipos de influenciadores digitais e o que eles oferecem”.

O infográfico abaixo, da Flying Point Digital, fornece alguns insights convincentes que mostram que o marketing de influenciadores veio para ficar.

Dicas ecommerce

Construindo seu ecommerce + dica bônus

Espero que, até agora, com as dicas de ecommerce, você tenha uma melhor compreensão do que é preciso para construir sua própria loja de comércio eletrônico a partir do zero. É muito trabalhoso fazer um negócio online, mas com o mercado de comércio eletrônico continuando a crescer, você estará se preparando para o sucesso a longo prazo.

Se você realmente deseja criar seu próprio site de e-commerce, tudo o que você precisa fazer é começar. Use as informações acima e comece a implementar.

Talvez você não consiga fazer tudo de uma vez, mas o mais importante é experimentar, errar e seguir em frente.

Como você verá no artigo; “Marketing para E-commerce: 8 estratégias e tendências para o sucesso”, com o passar do tempo, seu ecommerce precisará investir em outras ações de marketing, além das indicadas acima. Com isso você vai precisar de ajuda e nós indicamos a adoção de um software de automação em marketing digital. Ele vai ajudar acompanhar essas métricas, e principalmente, gerenciar todas as ações.

O software da LAHAR pode te ajudar nessa área, veja algumas das funcionalidades de nosso sistema:

  • Criação de landing pages (sem precisar de códigos) para capturas de cadastros
  • Agendamento e monitoramento de publicação em redes sociais
  • Ferramenta de e-mail marketing para criação de campanhas e automação
  • Gestão e segmentação de contatos cadastrados na ferramenta
  • Lead tracking e lead scoring para auxiliar na estratégia de inbound marketing
  • Relatórios unificados que ajudam na tomada de decisão
  • E mais!

Na Lahar temos uma equipe especializada que te dará um suporte inicial para criação da estratégia de marketing para seu e-commerce e fazer você vender mais. Vamos começar?