Guia completo com os top 5 elementos de marketing

O futuro é agora! Estamos na era do Marketing 5.0.

Acompanhando o mundo que está sempre em constante mudança, o marketing evoluiu e se adaptou às transformações promovidas pela tecnologia e por outros fatores externos que renovam a sociedade, como por exemplo a pandemia global da covid-19.

Desde seu surgimento no modelo tradicional, o marketing já passou por diversas evoluções e, em 2017, foi lançado o conceito de Marketing 4.0 em um livro escrito por Philip Kotler, Kartajaya e Setiawan. 

Acontece que as evoluções estão cada vez mais rápidas e, em 2021, surgiu o conceito/livro Marketing 5.0: tecnologia para a humanidade. A obra mostra como as estratégias de marketing vêm sendo aplicadas junto à transformação digital para superar os desafios da pandemia. 

Nesse novo cenário, inteligência humana e artificial devem se unir para tornar a experiência do usuário cada vez melhor, minimizando os pontos negativos e impulsionando mudanças importantes no mercado e na sociedade.

O marketing 5.0: tecnologia para a humanidade, não é nem de longe um quebra galho que só faz sentido para o momento, e sim uma proposta efetiva para estabelecer conexões com o público e atuar na área.

Neste artigo, falaremos mais sobre o que é marketing 5.0, os elementos do marketing e sua evolução até chegar nesse estágio. Para se aprofundar no assunto, continue a leitura até o final.

A evolução do marketing

O bom e velho Marketing tradicional, também chamado de marketing 1.0, é o marketing centrado no produto e se baseia nas primeiras estratégias da área que, basicamente, consistiam em: o marketing boca a boca e na exposição dos produtos. Aqui é a empresa que define o que vender, de maneira unilateral.

Já o Marketing 2.0 é aquele que deixa de ser centrado na venda de produtos ou serviços e passa a focar no consumidor e em sua satisfação. 

Foi nesse momento do marketing que começou a acontecer uma maior interação com os consumidores e surgiu a definição do conceito de público alvo. Era chegada a hora de começar a compreender as reais necessidades do seu consumidor.

Inovação tecnológica e a sua influência na evolução do marketing

Aí surgiu a internet e com ela um monte de coisa mudou, inclusive o marketing e os hábitos de consumo. A exigência dos consumidores aumentou e eles  começaram a “exigir” atendimentos cada vez mais personalizados, que só puderam ser atendidos devido ao avanço das tecnologias. 

Foi nesse cenário que surgiu o Marketing 3.0, que mais do que focado no consumidor, concentra-se nos seus valores enquanto indivíduo

Nesse momento,o acesso à informação era muito maior, o que aumentou o grau de consciência das pessoas sobre diversos assuntos, tornando-as mais engajadas. 

Esse novo estilo comportamental impactou diretamente o consumo, pois os usuários buscavam mais do que uma experiência de compra positiva, mas também responsabilidade no processo de produção das marcas. 

Aqui, os clientes buscam satisfazer suas diversas necessidades criativas, políticas, de pertencimento à comunidades, etc: 

Mais do que focar no ser humano, nesse momento as empresas precisaram começar a pensar em equilibrar seus lucros com suas responsabilidades.

Até que chegamos ao Marketing 4.0, um desdobramento do 3.0, mas agora adaptado à realidade do nosso mundo online, onde quase tudo é conectado. Combinando interações online e offline entre marcas e consumidores, o Marketing 4.0 passou a ser focado nos conceitos de estratégia de conteúdo. 

Centrado no lado sentimental do ser humano e em transformações sociais, suas estratégias são voltadas para a consciência do consumidor, através de conteúdos bem elaborados, com pautas humanitárias e reflexivas. 

O marketing 4.0 é o marketing dos sentimentos humanos e visa a divulgação de conteúdos relevantes criados especialmente para atrair a persona da merca.

É nesse momento que surgem marcas mais autênticas. A conectividade passa a ser usada em prol da melhora da produtividade e da interação com as pessoas, fortalecendo o engajamento do cliente. (Philip Kotler; Kartajaya; Setiawan, 2017).

Na perspectiva do Marketing 4.0, onde os clientes estão conectados entre si, as comunidades passam a ser um novo segmento. E se torna responsabilidade das marcas gerenciá-las e torná-las uma ferramenta de marketing.

O que é marketing 5.0

elementos do marketing

Se pudéssemos resumir o Marketing 5.0 em uma frase, ela seria mais ou menos assim: a junção da inteligência humana com a artificial.

O ano de 2020 trouxe junto com ele a pandemia da Covid-19, que desencadeou alguns novos comportamentos sociais como o isolamento. Isso fortaleceu ainda mais o mundo digital e escalou o número de compras online. 

As empresas precisaram correr para se adaptar à nova realidade e, as que não usavam o meio digital encontraram muitas dificuldades para sobreviver no mercado, ao contrário das que já estavam presentes no meio digital e se viram mais preparadas para enfrentar os novos desafios.

Foi diante desse cenário de mudanças aceleradas que o marketing se tornou o que é hoje, unindo tecnologia e pessoas. Um marketing data centric, mas humanizado.

A inteligência humana auxiliando no papel de:

  • criatividade;
  • geração de insights;
  • análise de dados;
  • filtrar ruídos;
  • apresentar divergência de pensamento e encontrar soluções fora da caixa;
  • empatia;
  • compreender contextos.

Já a artificial, auxilia com:

  • dados em tempo real;
  • informações mais completas;
  • processamento dos dados, 
  • gerenciamento do conteúdo; 
  • descoberta de padrões; 
  • uso do pensamento lógico por algoritmos específicos; 
  • tarefas repetitivas e programáveis 

A cada dia que passa as ferramentas de automação de marketing irão substituindo  as atividades repetitivas ou de grande escala, como por exemplo, os chatbots.

A tecnologia busca inspiração nas pessoas e é por isso que elas se complementam. 

Em resumo: o principal objetivo do Marketing 5.0 é aproximar, cada vez mais, as marcas dos consumidores.

Os cinco elementos do Marketing 5.0

Conforme os estudos sobre marketing 5.0 foram se aprofundando, foi possível identificar os cinco elementos mais presentes nesse novo contexto. Os cinco elementos do marketing 5.0 foram apresentados por Setiawan. São eles:

  1. Marketing baseado em dados
  2. Marketing preditivo, 
  3. Marketing contextual, 
  4. Marketing aumentado, 
  5. Marketing ágil.

Vamos conhecer melhor cada um desses elementos do marketing?

Marketing baseado em dados

O marketing baseado em dados requer algumas análises e tem por objetivo selecionar corretamente os dados das mídias de comunicação de marketing.

As fontes de onde os dados são retirados são: 

  • redes sociais, 
  • mídia, 
  • web, 
  • ponto de venda, 
  • IoT (internet das coisas) 

Já as análises são voltadas para: 

  • identificar lucro e segmentação do público, 
  • mapear a jornada do cliente, 
  • conteúdo, , 
  • analisar a efetividade do Inbound Marketing. 

Marketing preditivo

O marketing preditivo pode ser definido de forma bem objetiva. Ele consiste, basicamente, em pressupor a  gestão do cliente, gestão do produto e gestão da marca. 

Gestão do cliente

Na gestão do cliente, descobrindo as oportunidades de up-selling e cross-selling, prevendo a fidelidade do cliente, identificando o nível de churn, e determinando as melhores ações para cada cliente. 

Gestão de produto

Aqui, na gestão de produto, o marketing preditivo é responsável por prever a probabilidade de sucesso do produto. Ele também visa personalizar a proposição de valor para cada cliente, e recomendar os melhores produtos do portfólio para cada perfil de cliente. 

Gestão de marca

Por último e não menos importante, na gestão de marca, o marketing preditivo serve para tentar prever a campanha de marketing que dará certo e será efetiva, qual conteúdo irá ecoar bem entre os clientes e guiar os usuários ao longo da jornada do consumidor. 

Marketing Contextual

O marketing contextual, por meio do uso da inteligência artificial, utiliza-se de sensores que identificam o cliente e aprendem com ele, prevendo e entregando respostas personalizadas para o usuário. 

Para entregar essas respostas ele depende de algumas ferramentas como IoT – a internet das coisas – e da IA – inteligência artificial.

Marketing Aumentado

O marketing aumentado pode ser definido como o funil de vendas capturando leads a partir de:

  •  conversas qualificadas por chatbot no seu topo;
  • conteúdo educacional, como um e-book ou um webinar, no meio do funil; 
  •  uma conversa do cliente com especialistas, convencendo os leads qualificados a fechar a negociação, no fundo do funil.

Marketing Ágil

O conceito de marketing ágil se resume em um trabalho de análises em real time. Além disso, ele se concentra também em equipes descentralizadas, plataforma de produto flexível, processos concorrentes, cultura de experimentação, adaptabilidade, melhoria contínua e abertura à inovação.

O impacto da tecnologia no marketing e nos modelos de trabalho

Diante de tudo que vimos e de toda a transformação social causada pelo impacto da pandemia e do avanço tecnológico, podemos concluir que o mundo ficou cada vez mais online e conectado, inclusive o marketing e as relações de trabalho. 

Para evitar ruídos na comunicação, é possível – e bem importante – adotar um software de gestão como a Lahar, que melhora a comunicação e a colaboração entre equipe e setores e automatiza os processos de marketing. 

Facebook Comments

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.