E-mail marketing para imóveis: 5 passos do contato à venda

Uma das estratégias de marketing digital mais usadas em todas as áreas de negócios, o e-mail marketing para imóveis também é uma boa estratégia para corretores e imobiliárias que desejam gerar mais negócios. 

Se você não sabe por onde começar a criar uma estratégia eficaz de e-mails marketing para imóveis, que gere mais oportunidades de negócio e vendas, você chegou ao lugar certo! 

E-mail marketing para imóveis: 5 passos para criar sua estratégia

1. Crie estratégias para geração de leads

Toda campanha de e-mail marketing começa com uma base de leads que é atualizada e ampliada continuamente. 

Se você é um corretor ou uma agência que está com o desafio de criar uma estratégia de e-mail marketing para imóveis, comece pensando em como gerar leads. 

Você pode usar o Inbound marketing ou o Outbound marketing para isso. Não sabe a diferença? Então aconselho que leia também o artigo, O que é Inbound e Outbound Marketing” 

Para gerar leads, o primeiro passo é investir em estratégias de atração. O objetivo é atrair um usuário da internet para uma página ou formulário de cadastro. Entre as ações de atração mais usadas atualmente estão: 

  • marketing para redes sociais
  • marketing de conteúdo com foco em SEO para conseguir melhores posicionamentos para as páginas da empresa no Google e assim conquistar cliques que levam para o site, 
  • anúncios pagos no Google Ads ou em redes sociais. 

Caso você tenha um blog, uma dica é criar banners ao longo do conteúdo, chamando o usuários para clicar e ir para um conteúdo mais aprofundado, de alto valor.

Para gerar leads, essas estratégias de atração devem conter um link que leve o usuário para uma página de conversão.

Essa página pode ser uma landing page que ofereça um “guia de financiamento para primeiro imóvel”, ou uma página apresentando um empreendimento e incentivando “fale com um corretor e faça uma simulação para a compra da casa dos seus sonhos”.

Email marketing imoveis

O importante é que você ofereça uma vantagem em troca do contato do lead. Crie formulários simples e diretos.  

Evite uma estratégia que seja exclusivamente para usuários que já estão no fundo do funil de vendas, ou seja, que estão decididos sobre comprar um imóvel e comprar esse imóvel com a sua imobiliária.

Atraia também leads que estão no meio do funil e até no topo, assim você pode fazer a nutrição desses leads até que eles se sintam prontos para encontrar o imóvel ideal. 

Leia mais em: Como montar um funil de vendas usando 3 conceitos fundamentais

Para isso invista em estratégias de atração com temáticas de meio de funil como:

  • guia para saber se você pode financiar um imóvel, 
  • quais as taxas de pagamento, 
  • é melhor alugar ou financiar.

Crie post blogs, anúncios, publicações em redes sociais que levem para landing pages com material rico sobre cada tema. Em troca peça o email desses usuários.

De maneira geral, algumas formas de gerar leads são: 

  • atrair usuários para uma landing page com uma oferta tentadora, 
  • usar anúncios pagos para levar o usuário para a página de um empreendimento com um formulário, 
  • usar as redes sociais para gerar leads, 
  • captar contatos em eventos, 
  • usar o banco de dados que você já tem.  

2. Crie um fluxo de e-mails de entrada

Assim que o lead entrar em seu banco de dados é importante que você se relacione com ele. Entre os tipos de e-mail marketing para imóveis que podem funcionar estão: 

  • compartilhamento de conteúdos relevantes, 
  • e-mails sobre imóveis, 
  • novidades do setor, 
  • divulgação de lançamentos. 

Para saber qual e-mail enviar é preciso que você sair de onde veio o lead. 

Um lead que chegou de uma página “fale com um corretor” deve ser contatado por telefone imediatamente. Entretanto, um lead que “veio” através de uma landing page com ebook sobre “melhores opções de financiamento”, ainda está considerando a compra, por isso, é muito mais interessante que você crie um fluxo de nutrição que ajude-o a responder outras dúvidas sobre esse tema. 

Um fluxo de nutrição é uma sequência de e-mails que devem ser enviados ao lead. 

Email marketing imoveis

Entretanto, diferente do exemplo acima, ela pode ter outras variações adaptadas ao tipo de “resposta” que o lead dá em cada interação com a sua empresa.

Por exemplo, um fluxo de nutrição deve considerar se o lead abriu ou não o último e-mail enviado. Se abriu, ele clicou no CTA indicado? Se clicou, qual foi o comportamento na página indicada?

Usando cada uma dessas informações fica mais fácil entender qual deve ser o passo seguinte, correto? Enviar um outro e-mail marketing sobre imóveis ou entrar em contato por telefone?

Calma! Ainda neste artigo você vai ver que, sendo um corretor, uma imobiliária pequena ou com dezenas de profissionais, tudo isso pode ser feito automaticamente com uma ferramenta de automação de e-mail marketing

Entre os tipos de fluxo que você pode criar, podemos citar:

  • Boas-vindas ao contato
  • Boas-vindas ao cliente
  • Contatos engajados
  • Topo de funil
  • Fundo de funil e mais. 

Para entender como criar um fluxo de nutrição para cada um desses casos, acesse nosso artigo,Fluxo de nutrição: 10 tipos de automação de e-mail marketing”. 

3. Atenção ao assunto dos e-mails

Você pode até não julgar um livro pela capa, mas certamente julga um e-mail pelo assunto (ou título). 

Fato é que os leads, pelo menos grande parte deles, decidem se vão abrir ou não o e-mail com base no assunto. Por isso, gaste algum tempo para gerar ideias para assuntos de e-mail.

4. Invista na segmentação e na personalização de e-mails

A era do e-mail marketing em massa acabou (faz tempo). Se você deseja transformar leads em clientes precisa usar o e-mails marketing para imóveis de mais mais estratégica. 

Para isso use a capacidade que uma plataforma de e-mail marketing tem de compreender o comportamento de cada contato, e compartilhe com cada lead conteúdos com assuntos que interessem ele. 

Uma das formas de saber se você está fazendo isso bem é acompanhando os indicadores de e-mail marketing como taxa de abertura, taxa de conversão e taxa de cancelamento.  

A personalização e segmentação também vale, para leads de médio/fundo de funil. 

Entender qual é o tipo de imóvel um lead está procurando e oferecer opções que estejam alinhadas ao que ele deseja, antes mesmo de entrar em contato formalmente por telefone, vai mostrar para ele que você sabe o que ele precisa e é potencialmente o melhor profissional (ou imobiliária) para ajudá-lo.

Além claro, de gerar desejo e curiosidade para começar a visitar esses imóveis. 

5. Use uma ferramenta de automação para aumentar a produtividade e o ROI 

Para alcançar o retorno potencial de $38 para cada $1 que o e-mail marketing pode gerar para sua empresa, você vai precisar criar uma estratégia. 

Eu queria poder dizer que basta juntar todos os contatos que você tem em um e-mail, escrever uma mensagem com vários links de vários imóveis dos mais caros que você tem na base e enviar, que cairia uma chuva de clientes ideais. 

Entretanto, eu e você sabemos que não funciona assim. 

O e-mail marketing para imóveis, bem como para qualquer outra área precisa de planejamento, análise e testes. Precisa de segmentação, personalização e conteúdo relevante. 

Então, com essa estratégia em mente, eu vou deixar duas dicas finais. A primeira é te convidar para acessar nosso guia completo e GRATUITO de planejamento criação de uma campanha de e-mail marketing:  Checklist: como criar sua campanha de e-mail marketing do ZERO sem esquecer nenhum detalhe.

E a segunda é conhecer a LAHAR, um software de automação de marketing que ajuda você a gerar leads e transformá-los em clientes. Com a ferramenta você pode:

  • criar landing pages (sem a necessidade de um programador ou desenvolvedor), 
  • criar e enviar e-mail marketing,
  • criar fluxos de nutrição automatizados,
  • identificar e segmentar de contatos, 
  • realizar testes A/B, 
  • qualificar leads e mais. 

Entre em contato com a nossa equipe e descubra como podemos ajudar você!

Facebook Comments

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.