E-mail para clientes inativos: 5 dicas para criar + modelo

O uso do e-mail marketing para clientes inativos é uma das formas mais eficazes de comunicação com aqueles contatos que já fizeram negócio com a sua empresa – ou que já estiveram a um passo disso. 

Segundo uma pesquisa da SaleCycle, 59% das pessoas assumem que o e-mail marketing tem influência direta na decisão de compra delas. 

Se considerarmos também que fidelizar um cliente é cerca de 5 vezes mais barato do que conquistar um novo consumidor, e que o ROI de uma estratégia de e-mail marketing alcança os $ 38 para cada $ 1 investido, é fácil compreender por que esse é um canal tão importante para a estratégia de recuperação de clientes

Quando usar o e-mail para clientes inativos?

Independentemente do tipo de negócio que você tem, é bastante comum que leads, oportunidades de vendas e até mesmo clientes parem de se relacionar com a sua marca. 

Um lead pode parar de abrir seus e-mails. 

Uma oportunidade de venda pode parar de responder aos contatos. 

Um cliente pode parar de comprar. 

Entretanto, esses contatos são extremamente valiosos tanto para a equipe de vendas quanto para o marketing. 

Seu valor está em já conhecerem sua empresa, terem mantido um certo relacionamento e estarem alguns passos à frente no engajamento com a sua marca. 

Como um amigo que você não vê há muito tempo, mas que fez parte da sua história, esses clientes inativos possuem chances maiores de voltarem a se relacionar com a marca, indicá-la para outros potenciais clientes e, quem sabe, fazer novos negócios. 

Com tudo isso, eu quero dizer que a sua empresa não deve simplesmente excluir leads ou clientes que estão inativos de seus bancos de dados. 

Ao contrário, é importante que você crie uma estratégia para reativá-los

O e-mail marketing é um dos canais mais eficazes para realizar esse tipo de ação. 

Entretanto, como fazer isso? Como criar uma campanha de e-mail para clientes inativos?

Acompanhe o passo a passo a seguir!

Passo a passo para criar um e-mail para clientes inativos

1. Identifique quem são esses clientes

O primeiro passo de uma campanha de e-mail para clientes inativos é identificar quem são eles. 

Para isso, você vai precisar contar com a tecnologia. Softwares de automação de marketing, CRM e sistemas de automação de atendimento online são seus aliados. 

Por meio de ferramentas de automação, é possível criar configurações simples que ajudem você a identificar quando um lead ou cliente se tornou inativo. 

2. Segmente esses contatos

Um lead ou cliente inativo permanece com problemas e necessidades diferentes de outros leads e clientes inativos. É preciso que você mantenha uma segmentação de contatos coerente para criar campanhas que interessem à essas diferentes personas do negócio. 

Tenha uma coisa em mente: não é com uma comunicação em massa que você irá retomar o contato com um cliente inativo. Logo, ao pensar em sua estratégia, lembre-se de considerar tudo o que você sabe sobre cada lead.

3. Crie uma oferta de valor

Depois de saber quem são os clientes inativos e segmentá-los, é hora de criar uma oferta tentadora! 

Essa oferta deve ser boa o suficiente para fazer esse cliente voltar a se relacionar com a sua empresa. 

Ele não precisa, necessariamente, fazer negócio de imediato. Apenas é necessário que ele interaja com a sua marca. 

Essa interação mostra que ele ainda tem interesse pelo o que você diz e no que você faz. 

Você pode criar um webinar gratuito, por exemplo, e disparar um e-mail para clientes inativos convidando-os para assistirem em primeira mão o conteúdo. 

Nessa mesma linha, é possível criar um e-book ou um planilha que desperte o interesse desses contatos. Você ainda pode considerar compartilhar: 

  • Descontos especiais;
  • Pacotes master;
  • Testes gratuitos;
  • Um novo produto mais personalizado;
  • Uma nova forma de atendimento, etc. 

A oferta de valor que você vai criar deve considerar, principalmente: 

  • O seu tipo de negócio;
  • A persona do cliente;
  • O estágio do funil de vendas.  

De maneira geral, é importante que você supere as expectativas do seu cliente. 

4. Dê atenção especial ao assunto do e-mail 

Um e-mail para clientes inativos precisa ser atrativo. Não adianta ter uma oferta incrível no interior do material, se o assunto do e-mail não desperta interesse. 

Concentre-se em criar um assunto matador! Caso sua base de leads e clientes inativos seja grande, faça um teste A/B antes de enviar o e-mail para todos. 

Leia também: 5 ideias incríveis para assuntos em e-mail marketing

5. Crie um fluxo de e-mails personalizado

Talvez apenas um e-mail não seja o suficiente para reativar seus clientes. Por isso, crie um fluxo de e-mails usando ferramentas de automação. 

As ferramentas de automação permitem o controle de clientes e a aplicação de uma estratégia personalizada de comunicação, sem sobrecarregar seus times de vendas, marketing e atendimento. 

Leia também: Big Data e atendimento ao cliente: como melhoram a satisfação?

Modelo de e-mail para clientes inativos

Existem muitas formas de criar um e-mail para clientes inativos aplicando todas as dicas que listamos acima. Como dissemos, é importante que você não dispare em massa esse tipo de contato, nem pratique o ctrl+c e ctrl+v.

Lembre-se de que esse cliente já tem uma história com o seu negócio e ele quer se sentir especial!

Para te ajudar nessa missão, criamos um modelo de e-mail que você pode adotar como uma inspiração para a sua campanha. Confira!

“Olá, [nome do contato]. Como vai?

Faz algum tempo que não nos falamos e eu imagino que seja porque sua empresa está crescendo muito e você não tem tempo para nada. Se for isso eu fico muito feliz, mas também fico com vontade de fazer parte desse crescimento! 

Para isso, te proponho personalizar ainda mais nossa relação! Marque abaixo o tema sobre o qual você tem mais interesse. Assim, poderei te mandar as informações mais atuais da área. 

  1. Marketing
  2. Gestão financeira
  3. Gestão de pessoas

Para comemorar esse reencontro, também trouxe um presente: um vídeo exclusivo para nossos clientes, sobre “como fazer a gestão da empresa usando 1 hora por dia”. 

Quem bom que voltamos a nos falar! 

Abraços e sucesso!

*Caso não queira mais receber meus e-mails, clique aqui”.

Controle de clientes e de atendimento devem estar de mãos dadas 

Como falamos acima, existem 5 passos principais que devem ser observados ao criar um e-mail para clientes inativos:

1. Identifique quem são esses clientes;

2. Segmente os contatos;

3. Crie uma oferta de valor;

4. Dê atenção especial ao assunto do e-mail;

5. Crie um fluxo de e-mails personalizado.

Entretanto, é impossível falar sobre controle de clientes e ativação de clientes inativos sem falar de atendimento. 

Isso acontece porque não adianta ter estratégias de atração e reativação de clientes, se você não tem uma estrutura de controle da qualidade e eficiência do seu atendimento.

No final, o atendimento é o grande responsável pelas experiências que o seu cliente viverá dentro da empresa. E elas podem ser boas ou ruins. 

Isso não está ligado apenas aos seus colaboradores, mas principalmente às ferramentas que eles têm a disposição para oferecer um atendimento eficaz e rápido.    

Por isso, sua empresa precisa de um Help Desk capaz de integrar pontos de contato e gerenciar todas as solicitações dos clientes em diferentes canais, em um atendimento omnichannel. 

Este artigo foi escrito pela Movidesk, uma empresa que desenvolve soluções de help desk e service desk. Conheça as histórias de sucesso de nossos clientes e faça como o Mercado Livre, que conseguiu otimizar o seu tempo de atendimento em 80%.Entre em contato conosco agora mesmo e saiba tudo que podemos fazer pela sua empresa!

Facebook Comments

Deixe uma resposta