As 5 melhores estratégias de marketing digital e e-commerce

Então você lançou sua loja on-line novinha em folha, tudo está preparado, mas você está se perguntando como anunciar produtos na internet? Antes de mais nada você deve desenvolver um planejamento estratégico de marketing digital para que ele seja um guia de todas as suas ações. Para te ajudar separamos as 5 principais estratégias de marketing digital e e-commerce para você alavancar suas vendas e sua marca.

Leia mais: E-commerce para pequenas empresas: Plataformas, estratégias e ferramentas

5 (infalíveis) estratégias de marketing digital e e-commerce

1. Marketing de Conteúdo

Uma das principais estratégias de marketing para atrair clientes é o marketing de conteúdo, que nada mais é do que o processo de produzir artigos de blog, vídeos, fotos, infográficos ou qualquer outra forma de  produção de conteúdo relevante que apele ao seu público-alvo, com o objetivo de atrair visitantes ao seu site.

Como funciona

Imagine que você vende bolsas. Está chegando as festas de fim de ano, então você escreve um post no blog intitulado “A roupa perfeita para a festa de Natal do escritório”.

No artigo você lista um vestido, jaqueta, sapatos e, crucialmente, uma de suas próprias bolsas. Você inclui boas fotos de todos os produtos que mencionou e garante o link para a página do produto, onde os leitores podem comprar sua bolsa.

Então, como isso gera tráfego qualificado? Este é o cenário ideal: uma mulher está procurando inspiração para o que vestir para a festa no escritório. Ela se volta para o Google e procura “roupas de festa de natal” – e aparece o seu artigo. Ela clica no artigo e gosta do que vê, então acessa sua página de produtos de bolsas e começa a navegar na sua loja. Bingo!

Crie sua estratégia de conteúdo

Ter uma estratégia para o seu conteúdo é uma estratégia de marketing digital e e-commerce essencial. O aspecto mais importante da sua estratégia é entender seu público-alvo, ou melhor, suas personas. Quais são os seus interesses? Quantos anos eles tem? Qual conteúdo será útil para eles?

Depois de saber quem você está segmentando, o próximo passo é planejar suas postagens. Apresentar conteúdo valioso e relevante pode ser difícil. Por isso tenha um lugar definido para anotar as pautas que surgirem.Uma outra forma de pesquisar conteúdos para sua marca é utilizando a ferramenta de palavras-chave do Google e o Google Trends.

Além de uma lista de ideias de conteúdo, adicione datas importantes ao seu calendário com lembretes para publicar artigos relevantes. Assim, um mês antes do Dia dos Namorados, você pode postar um artigo como “10 presentes para namorados à prova de bobo para a mulher em sua vida”.

Você também deve pensar em como o conteúdo será estruturado. Tipos de postagens que funcionam bem são:

  • Listas: leituras rápidas que podem ser embaladas com produtos. por exemplo. “10 grandes bolsas para combinar com aquele vestidinho preto”
  • Mensagens informativas do tipo “como fazer”: artigos com dicas ou conselhos. por exemplo. “O que vestir para aquela importante entrevista de emprego”
  • Tópicos / relevante: tornar a sua publicação tópica é uma ótima maneira de fazer com que as pessoas a leiam. por exemplo. “As melhores e piores bolsas do Oscar”
  • Postagens divertidas: Difíceis de serem alcançadas, mas muito provavelmente compartilhadas nas mídias sociais, se atingirem o objetivo. Por exemplo, “5 coisas hilárias com as quais acordamos nas nossas bolsas”

Certifique-se de medir

Depois que você define sua estratégia e produz regularmente conteúdo, a próxima coisa a fazer é avaliar o desempenho dela. Todos os meses, você deve analisar quais artigos geraram mais tráfego para seu site e quais deles geraram mais vendas. Use uma ferramenta como o Google Analytics para isso.

Leia também: 5 KPIs para o marketing digital que você precisa monitorar

2. E-mail marketing

E-mail marketing é uma das estratégias de marketing digital e e-commerce mais poderosas em seu arsenal. Se você não estiver usando de maneira eficaz, estará perdendo vendas.

Construa sua lista de e-mails

Se você tiver um visitante em seu website e ele não comprar de você, a próxima melhor coisa será capturar o endereço de e-mail, isso é converter visitantes em leads.

Uma das melhores maneiras de fazer isso é usar uma caixa com um formulário de inscrição, idealmente oferecendo algo em troca do endereço de e-mail do visitante. por exemplo. “Inscreva-se e receba 10% de desconto no seu próximo pedido”, você também pode oferecer conteúdos ricos, como e-books, para conseguir seus contatos. O importante é entender o que seu usuário deseja e levar até ele essa informação.

As landing pages tem a missão de converter usuários em leads, por isso pensar em maneiras de usá-las em seu negócio também pode ser interessante para coletar e-mails.

Outra boa técnica é incorporar um campo de inscrição no final do seu blog. A ideia é que, se eles gostarem de ler uma de suas postagens, provavelmente apreciarão o outro conteúdo que você pode enviar para eles.

Você também deve oferecer aos clientes a chance de participar da sua lista de distribuição como parte do processo de checkout.

Usando sua lista de e-mails

Depois de criar sua lista, é hora de começar a usá-la.

Assim como sua estratégia de marketing de conteúdo, é importante ter um plano para a utilização do e-mail marketing como estratégias de marketing digital e e-commerce. Na verdade, essa deve ser simplesmente uma extensão da sua estratégia de conteúdo.

Crie uma lista de ideias para email marketing e atualize-a com frequência. Uma boa periodicidade é o envio semanal, então você precisa de muitas ideias! Aqui estão algumas:

  • Promova produtos novos ou futuros
  • Ofereça descontos ou promova vendas
  • Envie artigos relevantes do seu blog
  • Misture conteúdo de produtos e não produtos, para que não pareça muito vantajoso

Inspire-se nas listas de discussão de outras marcas, especialmente aquelas que você assina e lê. O que torna seu conteúdo interessante e relevante para você?

Automação de e-mail marketing

A partir da captura dos contatos de e-mail de usuários em cada uma das etapas do funil de vendas, é hora de iniciar uma segmentação para se comunicar com esses potenciais clientes de maneira diferente de acordo com suas preferências e  necessidades. Para isso a estratégia de automação de e-mail marketing pode criar um fluxo de nutrição de leads de qualidade. Respeitando e entendendo o momento de cada usuário.

Você pode automatizar o envio de e-mails para que o usuário que baixou determinado e-book seja impactado por um e-mail de boas vindas e um usuário que colocou um produto no carrinho mas não o comprou também receba um e-mail hoje falando sobre as funcionalidades do produto e em dois dias outro e-mail com um desconto ou frete grátis. Para iniciar suas campanhas de marketing automatizado você deverá contratar um software de automação de marketing.

Leia mais: 8 exemplos de e-mails marketing para inspirar sua estratégia

3. Mídias Sociais

As redes sociais para negócios já são plataformas conhecidas por todos que desejam se relacionar com seu público, mas você ainda se pergunta como vender pelas redes sociais? Se você fizer certo, as mídias sociais podem ter um grande impacto em seus números de vendas. O objetivo do jogo é fazer com que seus clientes sejam seus defensores da marca – promovendo sua empresa para você.

Onde começar

A primeira coisa a fazer é pensar quais plataformas você vai usar. Normalmente, os visuais, como Instagram e Pinterest, funcionam melhor para lojas on-line. Mas o Twitter e o Facebook também são muito importantes. Às vezes, pode ser útil se concentrar em uma plataforma, especialmente se você estiver limitado com o tempo que pode gastar.

O que você deve postar?

Sua estratégia de mídia social deve estar intimamente vinculada à estratégia de marketing de conteúdo que você criou para a sua marca.

Nosso conselho seria dividir suas postagens para que apenas 20% sejam promocionais. O resto é um conteúdo interessante que agrada ao seu público. Os seguidores não apreciarão um fluxo constante de mensagens promocionais apenas. Eles querem ser informados e entretidos, em vez de apenas vendidos.

Recompense seus seguidores

Uma ótima maneira de envolver as pessoas é dar algo de graça. Normalmente, em troca de postar, compartilhar ou “gostar” de algo.

Você pode simplesmente enviar uma mensagem pessoal quando eles compram algo, ou um código de desconto exclusivo.

Voltando à nossa empresa de bolsas, uma ideia pode ser levar as pessoas a postarem fotos de si mesmas usando suas malas, marcando sua empresa no Instagram, por exemplo. O melhor disso tudo é que sua rede de seguidores verá todos esses posts, criando um efeito viral que espalha a mensagem da sua marca.

4. Publicidade paga por clique / Google AdWords

A publicidade paga nem sempre é a primeira opção para novos negócios, pois exige dinheiro (em vez de um bom e antiquado trabalho árduo). Mas, se você tiver fundos, pode ser uma ótima maneira de gerar vendas.

Como funciona

Os anúncios de pagamento por clique (CPC) são anúncios segmentados por público, normalmente exibidos em listagens de pesquisa e em sites de mídia social. Nesse formato de anúncio você só paga se alguém clicar no seu anúncio. Nesse momento ele será levado ao seu website e você será cobrado.

O melhor do CPC é que, quando tudo estiver configurado corretamente e você estiver gerando um retorno do seu investimento, basta aumentar seus investimentos com anúncios para aumentar sua receita.

Plataformas como o Google Adwords e o Facebook Ads funcionam dessa maneira.

Para começar sua campanha é importante aprender a como criar campanhas no Google Adwords e dessa forma tirar o melhor da ferramenta.

SEO

Além das campanhas de links patrocinados do Adwords, uma outra maneira de aparecer entre as primeiras posições nos resultados de pesquisas é aprender a como rankear no Google  por meio da utilização do conjunto de estratégias conhecido como SEO.

5. Verifique se o seu site é compatível com dispositivos móveis

Considerando que muitos consumidores navegam na Internet e fazem compras em dispositivos móveis, você precisa ter certeza de que é possível fazer isso em seu site. A melhor maneira de fazer isso é com site e blog responsivo.
Isso permitirá que seus clientes naveguem em seu site e comprem seus produtos praticamente de qualquer lugar do mundo. Além disso, a compatibilidade com dispositivos móveis é um importante fator de classificação para o Google. Isso significa que, se você deseja que os usuários o encontrem nos mecanismos de pesquisa, um design otimizado para dispositivos móveis é uma necessidade absoluta.

Leia mais: 9 Dicas de AdWords que você precisa conhecer

Gostou das nossas dicas com estratégias de marketing digital e e-commerce? Então deixe sua opinião nos comentários.

Se independente dessas dicas você quer uma equipe profissional para fazer seu negócio crescer, entre em contato com a LAHAR. Nossa equipe oferece soluções completas para sua estratégias de marketing digital e e-commerce em uma única ferramenta. Mídias sociais, landing pages, automação de marketing e muito mais.