6 exemplos de indicadores de marketing: avalie resultados e melhore suas vendas

Para desenvolver as melhores estratégias de marketing o acompanhamento dos resultados é fundamental. Sem ele, dificilmente os resultados serão satisfatórios.

É por isso que, junto com cada ação e campanha de marketing, você deverá mensurar resultados através dos KPIs (Key Performance Indicators). Na tradução para o português, seriam os indicadores-chave de desempenho.

Quando falamos especificamente em indicadores de marketing, estamos lidando diretamente com os investimentos da empresa. Todos os esforços para conquistar leads e clientes, a busca por melhores resultados em vendas e de satisfação do consumidor.

Com os indicadores certos, você acompanha o desempenho e a qualidade das ações de marketing, verifica se elas estão ou não atendendo os objetivos propostos conforme planejado. Dependendo de um ou outro resultado, você define mais facilmente novas estratégias para impulsionar o negócio.

Trouxemos seis exemplos de indicadores de marketing para que você possa mensurar os resultados da sua empresa na prática!

 

6 exemplos de indicadores de marketing

Os exemplos de indicadores de marketing que trouxemos aqui servem tanto para o marketing em geral como para o marketing digital.

Com eles, você certamente conseguirá mensurar os resultados de ações e pensar em estratégias contínuas com agilidade e eficiência!

Vamos aos 6 indicadores mais importantes.

1-  Retorno sobre investimento

Mais conhecido como ROI (return on investment), o retorno sobre investimento identifica quanto a empresa gera de receita com investimentos.

Com base neste indicador financeiro, você sabe exatamente se o investimento está trazendo resultados positivos para a empresa. Entende quanto ganha ou perde com cada campanha e real investido.

Para calcular, pegue o faturamento gerado e subtraia pelo investimento feito. Com o resultado, divida pelo investimento e, por último, multiplique por 100. Quer um exemplo prático?

Se você investiu R$ 10.000 em uma campanha e essa campanha gerou receita de R$ 50.000, então:

  • 50.000 – 10.000 / 10.000 = 4 x 100 = 400%

2-  Custo de aquisição de cliente

O CAC, custo de aquisição de cliente, mostra o custo da empresa para adquirir cada cliente. Para calcular, você divide o valor total investido pelo número de clientes adquiridos.

Vamos a mais exemplos de indicadores de marketing práticos:

Você investe R$ 30.000 por mês em esforços de vendas e marketing (isso inclui salários, comissões, anúncios, pesquisas etc.) e conquista 200 novos clientes.

Portanto, seu CAC foi de 30.000 / 200, isto é: CAC = R$ 150

3-  Taxas de conversão

No marketing digital, a taxa de conversão é uma determinada porcentagem de usuários que realizaram uma ação desejada. Pode ser o preenchimento de um formulário, o cadastro em uma newsletter, o download de um e-book, clique em um anúncio da rede social, entre outras.

E, é claro, pode ser também a ação mais desejada de todas, a conversão de uma venda!

Ao medir taxas de conversão você descobre se a campanha está atraindo a audiência que você está buscando.

Divida o número de visitas pelo número de conversões para chegar à taxa final.

Se as taxas forem baixas, isso pode indicar que você precisa melhorar uma ação, seja fazendo testes A/B em landing pages novas ou alterando a forma que faz seus anúncios.

4-  Quantidade de leads

Os leads são os potenciais clientes da sua empresa. Aqueles que têm o perfil de seu consumidor ideal e demonstraram de alguma maneira interesse pela marca.

Saber quantos leads o marketing está atraindo é tão importante quanto medir os clientes de fato. Afinal, há campanhas que têm como objetivo justamente gerar leads.

Quanto ao indicador de conversão de leads em clientes, é semelhante à taxa de conversão. Em um site, por exemplo, quantos visitantes se tornam clientes? Dependendo da plataforma utilizada ou com apoio de ferramentas como Google Analytics, você consegue visualizar essa taxa mais facilmente.

A conta prática seria algo como: número de vendas / total de visitas = taxa de conversão de leads.

5-  Ticket médio

O ticket médio é o valor médio que seus clientes gastam para comprar produtos ou serviços de sua empresa em um determinado período.

Trata-se de um indicador de desempenho de vendas importante, porque te faz ter uma visão de como o faturamento em cada compra contribui para a receita geral.

Para calcular, você divide o volume de vendas total em determinado período pelo número de vendas realizadas.

6-   Lifetime Value

O Lifetime Value (LTV) vale para inúmeras empresas e setores. Ele ajuda a se planejar estrategicamente e saber quanto os clientes produzem de receita em seu período de contato com a empresa.

Com ele você sabe quanto esperar de cada cliente ao longo de um tempo médio, e se planeja para ações de longo prazo, prevendo resultados de caixa. O cálculo deve ser a multiplicação do valor médio de receita por cliente (ticket médio) pelo tempo de permanência dos clientes em sua base.

Quanto maior, mais lucrativo está sendo.

E então, o que achou desses exemplos de indicadores de marketing?

Existem outros que podem te ajudar, como aqueles relacionados aos custos por clique, à origem do tráfego ou ao grau de satisfação de clientes, como o Net Promoter Score (NPS).

O importante é que você defina os KPIs que melhor se adequem às suas estratégias de marketing. Assim começará a analisar tendências, conquistar clientes de formas diferenciadas e melhorar os resultados cada vez mais!

Agora que você já conhece os KPIs, confira este vídeo que mostra como gerenciá-los:

Este post foi escrito pela equipe da Siteware, uma empresa que une pessoas, operação e estratégia em um único software, para que as empresas melhorem seus resultados, sua comunicação e sua governança.