Top 5 ferramentas do marketing pessoal e seu uso prático

Você tem uma carreira em desenvolvimento e deseja criar um posicionamento profissional de tal forma que seu nome seja lembrado, tanto por seus colegas de empresa, como por seus supervisores e por outros profissionais do mercado? Então você precisa conhecer as ferramentas do marketing pessoal que irão te ajudar a alcançar esses e outros objetivos.

A maioria dos profissionais utiliza apenas uma ferramenta de marketing pessoal: seu próprio currículo.

Sim, o currículo é uma ferramenta de marketing pessoal, mas não é a única. E mesmo a construção dele, que parece tão simples, tende a contar uma história, em vez de promover seu valor e os benefícios que oferece a um possível empregador.

É importante que você elimine qualquer preconceito que tenha em relação ao marketing pessoal e compreenda de uma vez que não importa o quão bom você é em um trabalho, se ninguém sabe sobre você. Se você não se apresentar vai continuar a ser negligenciado mais uma e outra vez.

Se você ainda tem dúvidas se deve construir sua marca pessoal, indicamos que leia o artigo; “6 dicas de marketing pessoal que todo profissional deve seguir”.

5 ferramentas do marketing pessoal para ser bem-sucedido

Como citamos acima, o currículo é apenas uma das ferramentas a serem usadas para o desenvolvimento de uma estratégia de marketing pessoal.

Entretanto, atualmente, os profissionais que pensam na carreira percebem que um currículo não é suficiente para conseguir um ótimo emprego.

A seguir, criamos uma lista com as ferramentas do marketing pessoal, mais atuais. Elas são simples de serem postas em prática, mas exigem atenção e um pouco de planejamento.

Então vamos a elas!

1. LinkedIn

Cada dia mais, os empregadores estão verificando o perfil do usuário no LinkedIn antes mesmo de lançarem um processo seletivo. A ferramenta é voltada para facilitar a conexão entre profissionais e empresas.

Um currículo pode ser escrito com bastante rapidez, enquanto leva tempo para desenvolver um perfil relevante dentro da rede social.

Atualmente, 47,2% das empresas do Brasil já possuem perfil na plataforma e o usuário tem acesso a cerca de 10 milhões de vagas anunciadas na rede, por isso, ela é a primeira entre as ferramentas do marketing pessoal que indicamos aqui.

Visto isso é importante que você se dedique a construir um perfil completo, que conte sobre você e sua carreira.

Desenvolver e compartilhar conteúdos relevantes, produzidos por você ou por alguma referência no setor que deseja atuar, é extremamente eficaz e importante para mostrar como você está atento às novidades do seu setor. Outras dicas são:

  • apresente suas experiências anteriores com detalhes importantes. Segundo pesquisa elas geram 12 vezes mais visualizações em seu perfil.
  • manter sua foto constantemente atualizada atrai 21 vezes mais visualizações de seu perfil, se comparado aos números alcançados por usuários que não têm esse hábito.

Se você ainda não conhece, o LinkedIn é 100% gratuito.

De maneira resumida, o valor de um perfil no LinkedIn no desenvolvimento de sua carreira é enorme.

Em conjunto com as outras ferramentas do marketing pessoal, o LinkedIn auxilia em outras aplicações, por exemplo, funcionando como seu próprio banco de dados pessoal de e-mails. Com essa função ele permitirá que você se envolva com outros tomadores de decisão importantes em sua profissão.

É este processo de engajamento digital que lhe permitirá abrir grandes oportunidades de carreira e negócios.

2. Site pessoal

Além de uma atuação constante no LinkedIn, você precisará de um site pessoal para mostrar quem você é e quais talentos e habilidades você oferece e que te tornam especial e diferente.

Um site pessoal ajudará você a se destacar e apresentar suas competências e habilidades exclusivas.

Ele também atua como base a partir da qual você pode começar a promover seus conhecimentos para sua rede de contatos e além. Você pode, por exemplo, compartilhar os links do site no próprio LinkedIn e nas demais redes sociais que resolver atuar.

Você pode criar um site em plataformas como WordPress e Wix. O ideal, entretanto, é que compre um domínio próprio (www.seunome.com.br). Isso demonstra profissionalismo.

3. Blog

Depois de ter criado seu site pessoal, outra ferramenta de marketing pessoal que você precisa desenvolver é um blog.

Seu blog pessoal permite que você se estabeleça como uma figura de autoridade dentro de sua área de especialização. O blog é a estratégia dinâmica que literalmente reúne seu perfil do LinkedIn, com seu currículo e site pessoal.

Ao escrever e adicionar conteúdo exclusivo e interessante ao seu blog, você se elevou imediatamente acima das massas em termos de quem você é e do valor que você oferece ao local de trabalho.

Sugerimos que você publique pelo menos um artigo de 400 palavras por semana.

Seu blog também começa a criar a base da próxima ação que você precisa adicionar à sua caixa de ferramentas – seu próprio livro.

4. Livro (ou eBook)

Ter seu próprio livro, seja ele um e-book ou uma cópia impressa, é valioso como uma qualificação acadêmica ou curso super especial que você possa ter adquirido. Ele simplesmente diz: “Eu sou especialista neste assunto”.

Sugerimos que antes de começar a escrever seu ebook, leia artigo exclusivo; Como escrever um ebook de sucesso: checklist com 10 passos”. Com ele você vai ver também que escrever um livro não precisa ser um bicho de 7 cabeças.

5. E-mail marketing

O email marketing também está entre as ferramentas do marketing pessoal e de branding, que você deve usar frequentemente. Por meio dele você cria uma estratégia perfeita para:

  • contar às pessoas sobre você;
  • compartilhar dicas e ideias úteis;
  • para ser uma inspiração e um educador.

Você tem diversas opções para criar seu banco de contatos, por exemplo:

  • use e-mails que captou em eventos;
  • contatos que fez por meio de rede social;
  • crie no blog um espaço para cadastro de e-mail para recebimento de newsletter;
  • crie landing pages para divulgar seus ebooks e insira formulários com espaço para preenchimento de endereço de e-mail.

Se você criar um conteúdo interessante e estabelecer uma rotina para envio de e-mail marketing, sua lista de endereços crescerá e você terá uma próspera comunidade de leitores que mal podem esperar pela sua próxima newsletter.

Leia mais em: Os 10 segredos sobre como fazer Email Marketing

Você precisa assumir o controle de seu futuro em sua carreira portanto, construir as ferramentas do marketing pessoal certas para levar sua carreira ao próximo nível.

Concluindo

Com um ótimo currículo e uma carta de apresentação, você pode conseguir um bom emprego, mas para realmente progredir em sua carreira, vai precisar de um pouco mais nos dias de hoje.

Seu próximo investimento pessoal está idealmente em seu perfil no LinkedIn, já que isso começará a fazer as coisas acontecerem para você, aumentando seu networking.

Então, se você quiser levar sua carreira para o próximo nível, você precisa desenvolver seu próprio site e ter um blog e então você precisa ter seu próprio livro – ou dois.

Se tudo isso soa empolgante, mas parece muito trabalho para você fazer, comece devagar e crie uma rotina para dedicar algumas horas do seu dia construindo sua própria carreira.

As ferramentas do marketing pessoal prometem ampliar sua rede de contato, apresentar novas oportunidades de trabalho e, claro, salários mais robustos.

Continue sua leitura em: Como fazer marketing pessoal: 9 dicas para ganhar o mercado de trabalho”.

A LAHAR é uma plataforma de automação de marketing digital completa, seja para a promoção de ações de marketing pessoal (em redes sociais, email marketing, etc) ou para empresas que desejam trabalhar suas campanhas de marketing e vendas. Experimente gratuitamente por 15 dias. Entre em contato com a nossa equipe.