Marketing digital para YouTube: dicas para melhorar o seu canal e vender mais

Em maio de 2019, o YouTube bateu a marca de 2 bilhões de usuários conectados à plataforma todos os meses. Diariamente, os usuários assistem a mais de 1 bilhão de horas de vídeo.

E mais do que entretenimento, o YouTube é uma fonte de renda para quem produz conteúdo. Segundo a própria plataforma de vídeo, o número de canais que tiveram receitas anuais de seis dígitos (ou seja, R$ 100 mil em diante) aumentou mais de 40%.

Dados como esses mostram que o YouTube não pode ser ignorado. Não à toa o chamado video marketing tem se tornado uma estratégia cada vez mais presente dentro das empresas.

De acordo com dados da HubSpot, 54% dos clientes querem que as empresas e marcas que eles seguem produzam mais vídeos. Isso é mais do que qualquer outro tipo de conteúdo, incluindo redes sociais, newsletters e artigos de blog.

Ainda segundo a empresa, colocar vídeos nas landing pages pode aumentar a taxa de conversão em até 80%, e uma simples menção à palavra “vídeo” na linha de assunto do email aumenta a taxa de abertura em 19%.

Ficou clara a importância de se investir nesse tipo de conteúdo, não é mesmo? Por isso, neste post veja as principais estratégias de marketing digital no YouTube para aplicar no seu canal e aumentar suas vendas. Acompanhe!

Por que ter um canal no YouTube?

Antes de falarmos das principais estratégias de marketing digital para YouTube, é importante entender por que é uma boa investir na produção de vídeos para a plataforma.

Além de todos os dados que já apresentamos, existe outro fator que torna o site praticamente indispensável para quem deseja ser encontrado na web e fortalecer sua marca: o YouTube é o segundo site de buscas mais utilizado no mundo, atrás somente do Google.

Quer dizer, esqueça Bing, Yahoo e redes sociais: a penetração dos conteúdos audiovisuais é tamanha que uma plataforma de vídeo se tornou uma das principais fontes de pesquisa para os usuários.

Na esteira disso, dados mostram que 59% dos usuários preferem assistir a um vídeo do que ler um texto na internet. Além disso, pessoas que veem vídeos retêm 95% da informação que lhes foi passada, contra apenas 10% de quem lê um texto.

Leia mais: Como conseguir inscritos no Youtube sem gastar nada: 7 dicas

Marketing digital para YouTube: como fazer seu canal crescer

1. Tipo de conteúdo

As estratégias de vídeo da sua empresa no YouTube podem ter diferentes abordagens. Para definir a mais adequada, é importante conhecer seu público e analisar o seu ramo de atuação.

Lembre-se de que o YouTube é uma ferramenta de pesquisa. Por isso, procure identificar o tipo de conteúdo que é produzido pelos seus concorrentes e o que seu público tem assistido.

Algumas abordagens são:

  • Vídeos educativos: servem para educar o mercado sobre seu produto e/ou serviço. A vantagem em relação ao blog post, por exemplo, é contar com o auxílio de elementos visuais para tornar o conteúdo mais palatável e compreensível.
  • Tutoriais: são vídeos focados em instruções em passo a passo no estilo “como fazer”. Por exemplo: como tirar o background de uma imagem no Photoshop.
  • Anúncios: os ads são aqueles vídeos que tocam automaticamente antes de outro conteúdo. Trata-se de um formato interessante para ganhar mais visualizações nos seus vídeos e, como consequência, aumentar a relevância do seu canal.

2. Integração com outras mídias

Para aumentar o número de visualizações e os compartilhamentos do canal, é importante integrá-lo a outras mídias digitais da empresa. Embora seja o segundo buscador mais utilizado, é recomendado ampliar o alcance para outros públicos.

Blog

É possível inserir vídeos no blog post, mas lembre-se de que, preferencialmente, os conteúdos sejam complementares entre si.

Você pode tanto colocar um link que leve ao seu canal, no estilo “assista aqui”, como também pode embedar o vídeo diretamente na página, possibilitando ao usuário assistir sem deixar o blog.

Redes sociais

Embora o Facebook priorize vídeos publicados dentro da própria plataforma, os conteúdos do YouTube são compartilháveis e podem ser assistidos na própria timeline do usuário. Colocar os vídeos no Twitter também é uma boa saída.

Vale lembrar, porém, que o Instagram não permite colocar links nem publicar vídeos de outra plataforma. Então, nesse caso, trata-se de uma estratégia de vídeo marketing à parte.

Email marketing

A simples menção à palavra “vídeo” no assunto do email já faz com que mais usuários abram a mensagem. Em um cenário em que a maioria das pessoas conectadas prefere assistir a um vídeo do que ler um texto, investir em mensagens convidando o lead e conferir o vídeo no seu canal pode ajudar a melhorar os resultados das suas estratégias de marketing digital para YouTube.

Google Adwords

A ferramenta de anúncios do Google também oferece algumas funcionalidades para quem deseja anunciar em vídeos. Como vimos, uma possibilidade é anunciar diretamente no YouTube, colocando seus conteúdos antes de outros vídeos. Outra alternativa é integrar vídeos às campanhas de links patrocinados. Nesse aspecto, vale apontar que o Google adora anúncios cujas páginas de destino contenham vídeos.

3. Otimização

Dentre as principais estratégias de marketing digital para YouTube está a otimização dos conteúdos. Assim como os textos do seu blog, os vídeos do seu canal também podem – e devem – ser otimizados.

Aqui entram basicamente otimizações por meio de técnicas de SEO e o uso de palavras-chave em qualquer conteúdo em forma de texto que acompanhe seus vídeos, como:

  • Título: é o nome que será exibido para os usuários;
  • Descrição: é o texto que vem logo abaixo do vídeo;
  • Tags: são as “etiquetas” que definem o conteúdo do vídeo e utilizadas pelo YouTube para exibir resultados mais precisos;
  • Thumbnail: é a imagem que dá cara ao vídeo e aparece na página de resultados para busca;
  • Anotações: são informações em texto que podem ser inseridas sobre o vídeo.

4. Mensuração

Nossa última dica de marketing digital para YouTube é o acompanhamento das principais métricas de cada vídeo e do canal como um todo.

Assim como ferramentas de outras redes sociais, o YouTube Analytics disponibiliza informações importantes para a mensuração de resultados. Esses dados são essenciais para ver o que está dando certo e o que precisa ser mudado, ajudam na tomada de decisões e na mudança de rumos da empresa.

Algumas das principais métricas do YouTube são:

  • Visualizações: número de pessoas que assistiu a determinado vídeo. Também é possível ter acesso às visualizações totais do canal;
  • Tempo assistido: trata-se do tempo médio de permanência do usuário em cada vídeo e também no canal. É importante para medir a extensão de conteúdo que melhor funciona – além de ser um dos principais pontos analisados pelo algoritmo de ranqueamento do YouTube;
  • Origem do tráfego: é possível descobrir de onde vieram os usuários que assistiram ao seus vídeos e identificar quais canais estão performando melhor.

Vale a pena investir em marketing digital para YouTube?

Agora que conhece algumas das principais estratégias de marketing digital para YouTube, fica a dúvida: vale a pena investir nessa estratégia? A resposta é: sim!

Porém, é preciso considerar um aspecto importante: assim como toda estratégia de marketing digital, é preciso levar em consideração o ser mercado, o seu público e seus hábitos.

Da mesma forma que a sua empresa deve identificar as redes sociais que seus clientes mais usam, o mesmo vale para o YouTube. Se você viu que suas personas gostam e consomem conteúdo em vídeo, não perca mais tempo e crie seu canal! E se você quiser tornar sua estratégia ainda mais eficaz, não deixe também de contratar um software de automação de marketing.

A LAHAR é um software de inbound marketing que ajuda você a gerar leads e transformá-los em clientes. E você pode concentrar suas ações em uma única ferramenta, pois o software oferece funcionalidades para gerenciar redes sociais, landing pages, automação de marketing e mais.

Conheça mais sobre a LAHAR:

Ficou interessado? Entre em contato com a nossa equipe e descubra como podemos ajudar você!