Marketing Digital: o que é, 6 estratégias e passo a passo para aplicar na empresa

O marketing digital é um marketing que usa um conjunto de estratégias e canais conectados à internet para divulgar uma empresa, atrair, conquistar e reter clientes

Entre as principais estratégias de marketing digital estão:

  • redes sociais, 
  • SEO, 
  • anúncios pagos, em canais como Google Ads e Facebook Ads, 
  • e-mail marketing, 
  • marketing de conteúdo, 
  • Inbound marketing, entre outros. 

Para entender o que é marketing digital e como aplicar no dia a dia da sua empresa, continue lendo este artigo e prepare-se para um guia completo e direto sobre o assunto. 

O que é marketing digital?

Marketing digital é um conjunto de estratégias de divulgação e relacionamento que usam os ambientes digitais para levar a mensagem de uma empresa a outras pessoas, por meio da internet e das ferramentas que podem ser acessadas por meio dela. 

Uma das características mais marcantes do digital, que mudou a forma de fazer marketing, é a contrapartida, ou seja, a capacidade de quem recebe a mensagem de uma marca em responder a ela. Interagir. 

Para que você possa entender mais detalhadamente, vamos a um exemplo. Considere um anúncio de TV. Quando você é impactado por um anúncio de televisão não há um canal direto para que você possa interagir com a empresa que acabou de apresentar sua mensagem. 

De maneira geral, não é possível curtir, comentar ou compartilhar a mensagem. Também não é comum que você possa fazer uma pergunta sobre o produto ou solicitar um orçamento à empresa.

Era assim que o marketing era antes do digital: unilateral. Mas, as coisas mudaram. 

E-book Automação de Marketing

Conheça o passo a passo para usar Automação durante toda jornada de compra do seu cliente e vender mais


Clique no botão abaixo e garanta seu e-book!

A possibilidade de interação entre marcas e usuários, em tempo real, no mesmo canal em que a mensagem foi compartilhada, mudou a forma como fazer e pensar o marketing.

Quando essa possibilidade surgiu, as empresas e agências de marketing precisaram se reinventar. E se você está começando agora a entender o que é marketing digital, é fundamental que tenha em mente que não estamos falando apenas de um novo canal para você divulgar sua empresa.

Estamos falando de canais com características próprias, que precisam ser respeitadas para que você tenha sucesso. E a primeira delas é a preocupação em se relacionar com o público.

Vantagens do marketing digital

Entre as funções do marketing digital dentro da estratégias de uma empresa, estão:

  • atrair mais pessoas para conhecer sua marca, produto e serviço, 
  • se relacionar com clientes e potenciais clientes,  
  • apresentar seus produtos e serviços para o mercado, 
  • conquistar novos clientes,
  • fidelizar clientes,
  • oferece novas opções de atendimento ao cliente, 
  • ampliar o mercado de atuação da empresa,
  • permite a otimização das campanhas ao apresentar os resultados des cada ação de marketing, permitido que a equipe entenda quais estratégias estão – ou não estão – trazendo os resultados desejados, 
  • possibilidade de anunciar nos mesmos locais que grandes empresas, com um custo mais acessível, 
  • possibilidade de escolher quanto será investido em cada campanha e interromper os anúncios quando desejado,
  • ampliar ao alcance e a reputação da marca, 
  • contribui para o aumento das vendas e mais. 

Como você pode perceber avaliando essa lista de funções do marketing digital, existem muitas vantagens em incluí-lo em sua estratégia de divulgação e vendas. 

Quando comparado ao marketing, ainda visto como, tradicional (televisão, rádio, mídia impressa, entre outros), estamos falando de uma estratégia com custo mais baixo e, consequentemente, uma estratégia mais democrática, porque permite que pequenas e grandes empresas façam investimentos nos canais de destaque. 

Além disso, o marketing digital permite que sua empresa quebre barreiras geográficas, podendo levar sua marca para outros locais, de maneira mais simples e eficiente. 

Uma outra vantagem do marketing digital é a capacidade de medir os resultados de cada campanha e ação, e modificar a estratégia a qualquer momento.

Um grande desafio do marketing sempre foi medir os resultados que estão sendo alcançados. 

Será que a estratégia foi realmente eficiente? 

Quanto a empresa ganhou ao fazer determinado investimento em uma campanha “x”? 

Com o marketing digital, e todas as ferramentas de apoio, é possível medir e acompanhar métricas e metas de marketing a fim de obter uma melhor visão dos resultados de cada campanha, em tempo real. É possível, inclusive, medir:

  • o retorno sobre investimento, 
  • custo de aquisição de clientes, 
  • taxas de conversão e muito mais. 

O funcionamento das estratégias também permite que qualquer campanha seja modificada a qualquer momento, permitindo, por exemplo, a interrupção dos gastos com uma ação que está trazendo resultados baixos.

A capacidade de analisar dados é uma vantagem especialmente estratégica do marketing digital. Além de permitir que a sua empresa olhe para trás e identifique as ações que tiveram um bom ou mau resultado, também permite que os dados sejam usados para otimizar as campanhas do futuro, ampliando os resultados do ROI da empresa. 

É importante também lembrar que o marketing digital atinge um público que está interessado em realizar uma compra, aumentando as chances da sua empresa fazer parte do processo de decisão do consumidor.

De fato, 78% dos usuários da internet realizam pesquisas sobre produtos que desejam comprar usando plataformas digitais como as redes sociais e ferramentas de pesquisa. 

Por último, mas não menos importante, junto com suas ferramentas, esse tipo de marketing permite a personalização e a segmentação da comunicação com os clientes, de acordo com o perfil do cliente e com a etapa da jornada de compra em que ele está, tudo isso usando a seu favor a automação de marketing. 

Resumindo, as principais vantagens do marketing digital incluem:

  • custo mais baixo de investimento (quando comparado às mídias mais tradicionais), 
  • redução das barreiras geográficas, 
  • capacidade de medir e acompanhar métricas para a otimização dos resultados das campanhas, 
  • possibilidade de segmentação de clientes e personalização da comunicação, 
  • possibilidade de ampliação do ROI, 
  • participação no processo de compra do consumidor online,
  • aumento do alcance da marca, entre outras. 

Como criar uma campanha de marketing digital? 

O marketing digital funciona por meio de suas estratégias, sobre as quais falaremos ainda neste artigo. 

Entretanto, para criar uma estratégia de marketing digital não basta criar uma página no Facebook ou um perfil no Instagram. É preciso ter objetivos, definir um público, criar um plano de ação e acompanhar resultados

O marketing digital, na verdade, toda a tecnologia e a transformação digital mudaram a forma como as pessoas se comunicam, se comportam e fazem compras. Isso quer dizer que as empresas também precisam mudar a forma como fazem suas vendas

Mais do que estar presente, é preciso saber a forma mais eficiente de criar essa presença. Nesse sentido, a ideia de como funciona o marketing digital inclui:

  1. definir a persona do negócio. A persona do negócio é uma definição de público alvo muito mais detalhada e completa, que facilita a comunicação com essas pessoas. Entenda mais sobre o assunto no artigo, “O que são buyers personas e quais os motivos para adotá-las em sua estratégia”
  2. pesquisas sobre quais canais digitais são os preferidos dessas personas, 
  3. entender quais são os diferenciais do seu produto ou serviço,
  4. definir os canais de comunicação que serão usados, 
  5. criar um plano de ação que considere as etapas do funil de vendas
  6. estabelece metas e objetivos gerais e para cada campanha, 
  7. montar um cronograma de marketing, para que todas as atividades sejam realizadas no momento certo,
  8. acompanhar as métricas de marketing digital, para otimizar os resultados das campanhas e melhorias no retorno sobre investimento. 

Para que você possa ter uma visão completa desse passo a passo, possa criar um plano de marketing digital eficiente, indicamos que acesse o artigo,Como fazer um plano de marketing: 6 etapas para gerar resultados”. 

TOP 6 | Principais estratégias de marketing digital

Já são mais de 4 bilhões de pessoas conectadas à internet no mundo todo e é bem provável que, se você tem um negócio, já tenha criado, pelo menos, uma página no Facebook para ele. Sim, o Facebook faz parte do marketing digital, mas está longe de ser a única estratégia a ser considerada.  

Segundo o relatório do Facebook Insights existem 8 milhões de anunciantes ativos, dentro da plataforma. Além disso, o Facebook é visto, pelos profissionais de marketing, como o principal canal de distribuição de conteúdo, atualmente. 

Entretanto, quando falamos de uma estratégia consolidada de marketing digital, é preciso ir muito além das redes sociais e, principalmente, muito além do Facebook. 

Atualmente, 94% das empresas do Brasil escolhem o Marketing Digital como estratégia de divulgação e crescimento do negócio. Entretanto, muitas empresas ainda sentem que não obtém o retorno desejado com a estratégia. 

Sendo muito sincero, grande parte desse gap é a falta de um planejamento estratégico de marketing, que aproveite os canais usados de maneira estratégica. 

A transformação digital mudou a forma como os consumidores consomem e mudou a forma como as empresas devem vender – e se relacionar com seu público. É por isso que, se há pouco tempo criar uma página no Facebook era uma ação inovadora para uma marca, atualmente, esse simples e isolado fato, fará muito pouco pelo negócio

O marketing digital cresceu tanto em número de táticas que podem ser usadas como na forma de construir um planejamento de marketing digital. E entre as principais estratégias de marketing digital estão: 

  1. Inbound Marketing
  2. Redes sociais
  3. Marketing de Conteúdo
  4. SEO
  5. Links patrocinados
  6. E-mail marketing

1. Inbound Marketing

O Inbound Marketing é uma metodologia dentro do marketing digital que usa um conjunto de outras estratégias para atrair, converter, vender e fidelizar clientes. 

Estamos falando de uma estratégia que usa canais como redes sociais, marketing de conteúdo, SEO e e-mail marketing para se relacionar com os clientes sem interrompê-los em sua jornada

Ao contrário, o intuito é participar do processo de pesquisa e decisão dele, oferecendo informações relevantes e educando o cliente potencial, durante todas as etapas do funil de vendas. 

Ao contrário do Outbound Marketing, mais tradicional, geralmente relacionado a anúncios que pipocam na frente do usuário, o Inbound tem como base a produção e distribuição de conteúdo relevante para levar um cliente do topo do funil de vendas até a decisão pela compra

Ou seja, para levar um cliente que identificou a pouco que tem um problema ou necessidade até a decisão por comprar a solução, produto ou serviço que a sua empresa oferece. 

De maneira geral, o Inbound Marketing é uma maneira de organizar e utilizar o conjunto de táticas e plataformas de marketing digital, que estão disponíveis. Por isso, para a aplicação da metodologia de Inbound Marketing sua empresa vai precisar contar com outras estratégias como:

  • redes sociais, 
  • marketing de conteúdo, 
  • SEO,
  • e-mails marketing e mais. 

O Inbound Marketing, ou marketing de atração, é construído sobre a lógica do funil de vendas, que divide as táticas de marketing e o planejamento de marketing em etapas relacionadas à jornada do cliente, são elas: 

  • Atração
  • Conversão
  • Venda
  • Fidelização

Dentro de cada etapa, um conjunto de estratégias de marketing é mais indicado para o relacionamento com o cliente, observe na imagem abaixo.  

marketing digital

Enquanto as redes sociais são usadas para atrair visitantes para as páginas do site ou landing pages de uma empresa, essas mesmas landing pages são ideais para converter visitantes em leads. Os leads, por sua vez, são nutridos e transformados em clientes por meio de estratégias de e-mail marketing. 

Esse é apenas um exemplo do funcionamento da estratégia de Inbound Marketing. Como você pode ver na imagem acima, existem várias opções de canais, que fazem parte desse modelo estratégico. 

Talvez você ainda não saiba nada sobre Inbound Marketing e possa estar confuso nesse momento. Por isso não se preocupe. Continue lendo o artigo para entender o funcionamento dos demais canais de marketing digital e assista ao vídeo abaixo que explica melhor sobre o que é Inbound. Leia também o artigo, O que é Inbound Marketing e como aplicá-lo ao seu negócio”. 

2. Redes sociais

Já citamos acima o poder das redes sociais. A facilidade de uso dos canais faz com que elas sejam a porta de entrada de quem deseja divulgar sua empresa a partir dos canais online disponíveis. 

Qualquer um pode criar uma página no Facebook ou um perfil no Instagram, e isso faz com que empresas de todos os portes e capacidades de investimento estejam presentes nesses canais.

Entretanto, é fundamental a criação de uma estratégia eficiente, que combine:

  • personalização,
  • conteúdo relevante, 
  • alinhamento com a persona da empresa, 
  • estratégias de atração para levar o usuário para outras páginas da empresa, como sites, blogs e landing pages
  • páginas de destino de qualidade,
  • relacionamento.

Tudo isso irá contribuir para que as redes sociais realmente tragam um resultado positivo para a organização. 

A verdade é que estar presente, de maneira efetiva, nas redes sociais é uma grande oportunidade para qualquer empresa, afinal, pesquisas já apontam que 93% das decisões de compra são influenciadas pelas mídias sociais.

Se você tem uma empresa e deseja criar uma comunicação eficiente com seu público, a partir das redes sociais, leia o artigo, “[GUIA] 7 redes sociais mais usadas no Brasil”. 

Marketing Digital

As redes sociais também são importantes canais para estratégias de anúncios pagos, como veremos a seguir, logo, é importante incluir esse aspecto no seu planejamento.

Outra tática de marketing que deve ser considerada ao investir em redes sociais é o uso de influenciadores digitais para ampliar o alcance e reputação da sua marca. 

Essa estratégia pode contribuir muito para que você faça novas vendas em um curto período de tempo. 

3. Marketing de Conteúdo

Muita gente confunde Inbound Marketing com marketing de conteúdo, mas a verdade é que o marketing de conteúdo é apenas uma das estratégias usadas pelo Inbound para atrair e converter leads e clientes.

Profissionais de marketing que priorizaram trabalhar com blog têm 13 vezes mais chances de obter ROI positivo.

O marketing de conteúdo não está relacionado apenas a blogs, mas a todos os tipos e formatos de conteúdo que a empresa oferece, como:

  • vídeos,
  • landing pages,
  • e-mails,
  • podcasts, 
  • ebooks, 
  • webinars e mais. 

Uma vez que o primeiro passo de grande parte das pessoas que desejam fazer uma compra ou contratar o serviço, é fazer uma pesquisa no Google ou mesmo nas redes sociais, é seu papel oferecer essas informações, por meio de conteúdo.

Já tem algum tempo que profissionais de marketing observaram esse movimento – e oportunidade – e hoje 73% das empresas estão direcionando seus investimentos de Marketing Digital principalmente para produção de conteúdo.

Seja na produção de blog posts que vão contribuir para o rankeamento das páginas da sua empresa nos resultados relacionados do Google (estratégias de SEO) ou na produção de ebooks que vão contribuir para a conversão de visitantes em leads, o marketing de conteúdo está presente.  

O marketing de conteúdo pode ser pensado para todas as plataformas e dentro de todas as estratégias, afinal, o tempo todo você usa conteúdo para se comunicar com o cliente

Dentro da estratégia de marketing digital, a produção de conteúdo relevante é indispensável para a atração e conversão do público da sua empresa.

Conteúdos relevantes são aqueles que oferecem valor para a persona da sua empresa, ou seja, resolve – ou ajuda a resolver – alguma dor de potenciais clientes, a tirar dúvidas, e mais. 

Uma das formas de entender qual conteúdo é de valor para seu cliente é avaliar o que ele está buscando na internet. Para isso, você pode usar ferramentas gratuitas como Google Trends e Google Keyword Planner, ou mesmo outras ferramentas de marketing digital, como as de automação de marketing

4. SEO

Conquistar o primeiro lugar de uma pesquisa no Google, organicamente, esse é o sonho de muitos empreendedores e pode ser conquistado por meio do SEO. 

Segundo pesquisas, o primeiro resultado da busca orgânica do Google recebe 1/3 (cerca de 33%) de todo o tráfego de pesquisa. Enquanto isso, o segundo fica com cerca de 17% dos cliques e o terceiro com 12%, conforme as posições vão “caindo” também cai o percentual de cliques. 

Logo, estar bem posicionado no Google vai garantir que a sua empresa tenha mais tráfego orgânico, pelo qual sua empresa conquista as primeiras posições do Google sem fazer anúncios, ao contrário, ela cria páginas mais eficientes alinhadas aos critérios do algoritmo do Google. 

O SEO é uma estratégia que tem como objetivo colocar as páginas do site ou blog da sua empresa nas primeiras posições do resultado de pesquisas relacionadas ao seu negócio, feitas no Google, de maneira orgânica. 

Ou seja, sem que você tenha que pagar para aparecer nas primeiras posições.

O SEO funciona a partir de um conjunto de boas práticas como:

  • inserção de palavras-chaves em pontos estratégicos das páginas (meta titulo, meta descrição, título, URL, ao longo do texto etc),
  • produção de conteúdo relevante relacionado às palavras-chaves mais buscadas pelas personas que sua empresa deseja atingir,
  • distribuição de backlinks ao longo das páginas, 
  • autoridade do site, 
  • velocidade de carregamento,  
  • envio de sitemap para o Google, e mais. 

Investir em SEO é uma etapa muito relevante para os resultados da sua empresa com o marketing digital, afinal, ter as páginas do seu negócio nas primeiras posições do Google vai fazer com que sua empresa amplie o alcance e inicie um relacionamento com um número maior de clientes. 

A verdade é que 67% dos cliques são realizados nos links presentes nas 5 primeiras posições da página de resultados do Google. 

Entenda mais sobre o que é SEO e como usá-lo no planejamento de marketing digital assistindo ao vídeo abaixo.

5. Links patrocinados

Você já deve ter sido impactado por anúncios de outras empresas enquanto navegava pela internet, seja em redes sociais ou mesmo em outros sites e portais. 

Sem dúvida os anúncios pagos são importantes aliados de qualquer empresa que deseja um retorno imediato de suas campanhas digitais. 

68% dos profissionais de marketing declaram que a publicidade paga é “muito importante” ou “extremamente importante” para sua estratégia geral de marketing. 

Quando falamos de anúncios pagos, ou links patrocinados, estamos nos referindo a campanhas de anúncios em plataformas como:

  • Google Ads, 
  • Instagram Ads, 
  • Facebook Ads, 
  • Linkedin Ads, 
  • Youtube Ads e mais.

Uma opção cada vez mais estratégica para as empresas é o remarketing e se você tem um e-commerce pode alinhar isso a ações de anúncios no Google Shopping. 

Leia também: Como fazer remarketing no Google e Facebook Ads? [TUTORIAL]

No vídeo abaixo você tem acesso aos principais insights sobre como e porque anunciar no Facebook Ads. Confira!

Para quem está começando nesse universo das mídias pagas indicamos que acesse o  ebook gratuito “Guia prático e visual das principais ferramentas de mídias pagas”. Nele você vai conhecer mais vantagens da estratégia, os tipos de anúncios, principais plataformas de anúncios e como anunciar em cada uma delas.

6. E-mail marketing

O email marketing tem um potencial de ROI de 3800%, isso mesmo, a cada $1 investido, $38 voltam para a sua empresa. Parece bom, e realmente é, entretanto, é preciso saber como criar uma campanha de e-mail marketing eficiente.

Não pense que disparar e-mails em massa para toda a sua base de leads vai contribuir para que você alcance esses números!

Para ter resultado com esse canal é fundamental montar uma estratégia que considere:

  • as personas do negócio, 
  • as etapas da jornada do cliente, 
  • as fases do funil de vendas, 
  • a produção de conteúdo relevante, 
  • uso de gatilhos mentais, 
  • CTA poderosos, 
  • personalização do conteúdo, 
  • segmentação de leads, 
  • fluxo de automação de e-mail e mais.

Além disso, sua empresa precisa montar uma boa estratégia de captação de leads para abastecer sua base e iniciar esse relacionamento. 

Para te ajudar nessa fase vamos indicar mais um material gratuito e completo. Se você está iniciando um trabalho de e-mail marketing para sua empresa ou para seus clientes, indicamos que conheça primeiro o guia gratuito: “Checklist: como criar sua campanha de e-mail marketing do ZERO sem esquecer nenhum detalhe”

Ferramentas de marketing digital

Ao conhecer mais sobre marketing digital é possível que você tenha se preocupado sobre como aprender a colocar tudo isso em prática. 

Essa é uma preocupação comum quando alguém chega em um guia mais completo sobre marketing digital. 

Mas fato é que hoje existe muita informação na internet e você pode buscar conteúdos gratuitos, bem como realizar cursos marketing digital, que vão contribuir para seu amadurecimento na área. 

Para te ajudar nessa caminhada, reunimos três materiais gratuitos e completos:

É claro que para gerenciar todas as estratégias de marketing digital que abordamos acima, algumas ferramentas são fundamentais, permitindo a gestão de todos os canais e a automação de algumas atividades. 

Entre as ferramentas de marketing digital que vão contribuir para o aumento da produtividade da sua empresa e a possibilidade de execução de uma estratégia eficiente estão: 

Cada uma possui seu papel dentro de uma estratégia de marketing digital, sendo a LAHAR, por exemplo, uma ferramenta de automação de marketing que tem como objetivo automatizar uma série de atividades e permitir a otimização da sua estratégia por meio de:

  • criação de fluxo de automação,
  • segmentação de leads, 
  • realização de testes A/B, 
  • pontuação e qualificação de leads (lead scoring), 
  • envio de e-mail marketing, 
  • gestão de redes sociais e mais. 

Mas, o que é automação de marketing e como usar isso para tornar o marketing digital da sua empresa mais eficiente? Confira, a seguir!

O que é automação de vendas e marketing digital?

Automação de vendas e marketing digital diz respeito ao uso de ferramentas e softwares que permitem automatizar a execução de uma série de tarefas de ambos os setores. 

O valor da automação não está relacionado apenas a aumento da produtividade dos setores, mas também por permitirem a criação de uma comunicação mais ativa e personalizada entre:

  • empresa;
  • usuários;
  • leads;
  • prospects;
  • clientes. 

A partir do uso de sistemas de tecnologia, uma série de atividades, de ambas as áreas, podem ser realizadas automaticamente, por meio de uma programação prévia de suas equipes. 

Ao contrário do que inicialmente possa parecer, o uso da automação de vendas e marketing digital não torna a comunicação mais “robotizada” e “mecânica”, ao contrário, as ferramentas de automação:

  • permitem um contato mais humano e personalizado;
  • ampliam o valor de cada mensagem para o cliente (ou potencial cliente). 

Marketing e vendas são áreas diferentes com estratégias, tarefas e uma rotina que não se assemelha. Entretanto, os dois setores possuem uma ligação muito forte com a capacidade da empresa de:

  • gerar novos clientes;
  • ampliar a lucratividade do negócio;
  • fidelizar compradores.  

Por essas semelhanças, a automação de vendas e marketing digital podem ser pensadas em conjunto. 

Afinal, na prática, são os leads gerados e qualificados pelos softwares de automação de marketing, que abastecem parte da base de leads de vendas

É a capacidade da equipe e dos sistemas de marketing em identificar corretamente um lead qualificado para vendas, que irá otimizar o trabalho da equipe de vendas, contribuindo para sua produtividade e para o cumprimento de metas

Em suma, a automação de vendas e marketing funcionam de maneira diferente, com atividades e tarefas diferentes, mas possuem conexões inquestionáveis para a estratégia do negócio. 

Para compreender a interação entre automação de vendas e marketing digital é importante dominar o conceito sobre o que é cada um deles. 

O que é automação de marketing? 

A adoção de um sistema de automação de marketing tem a capacidade de aumentar em  53% a taxa de conversão da empresa. Gerando até 451% mais leads qualificados

Leads qualificados tornam o trabalho do setor de vendas mais eficaz, correto? Mas vamos deixar isso de lado, por enquanto. 

A automação de marketing é sobre o uso de um software para automatizar as atividades do setor.

O objetivo é ampliar a produtividade do setor e criar uma experiência de maior valor entre empresa, usuários, lead ou cliente (em campanhas de fidelização, por exemplo).

Entretanto, além dessas vantagens, a automação de marketing também gera outros benefícios para o setor e para a empresa, como: 

  • permite uma comunicação mais eficiente;
  • facilita a qualificação de leads;
  • gera insights sobre o comportamento do consumidor;
  • permite a comunicação eficiente considerando as personas e as etapas do funil de vendas;
  • facilita o trabalho de nutrição que irá levar um lead a avançar nas etapas da jornada de compra;
  • aumenta a taxa de conversão de leads e o ROI. 
automação de vendas e marketing digital

Para colocar em prática a automação de marketing não é preciso apenas contratar uma ferramenta de automação, mas criar um plano de ação, cumprindo as seguintes etapas: 

  1. Defina uma estratégia;
  2. Compreenda seu funil de vendas e as personas do negócio;
  3. Defina o software de automação;
  4. Crie fluxos de automação de marketing;
  5. Pontue seus leads para qualificação.

A partir de todo esse trabalho e do resultado de cada etapa, a automação de marketing favorece o alinhamento das suas próprias metas, com os objetivos do setor de vendas.

O que é automação de vendas? 

A automação de vendas e marketing digital tem como similaridade a ideia de automação de atividades repetitivas para liberar tempo da equipe, para que possa ser usado em estratégias e atividades mais elaboradores.

Em vendas, o tempo “livre” que o vendedor ganha com a automação passa a ser investido em: vender! 

As atividades que passam a ser automatizadas diminuem o tempo que o vendedor gasta com tarefas administrativas. 

Dessa forma, a automação em vendas traz como benefício para a empresa:

  • maior assertividade na seleção de leads qualificados para vendas;
  • facilita a priorização de leads que estão prontos para comprar;
  • reduz o tempo gasto com leads não qualificados ou cold calls;
  • acelera o processo de vendas;
  • diminuiu o custo de aquisição do cliente e mais. 

Além disso, a automação em vendas permite uma personalização da comunicação entre empresa, lead e prospect. 

Resumindo, a adoção da automação de vendas:

  • economiza tempo e dinheiro para as empresas;
  • reduz o tempo gasto na prospecção de cada lead;
  • gera mais vendas.

A partir da automação de marketing e das vantagens que ela apresenta, especialmente, a capacidade de qualificar leads “prontos” para venda, a automação de vendas ganha um empurrão para funcionar de maneira mais veloz, robusta e eficaz. 

Como resultado, a automação de vendas e marketing digital diminui o tempo gasto na prospecção e aumenta a assertividade de vendas

Ou seja, a equipe de vendas gasta menos tempo para converter um lead e é capaz de converter mais leads (afinal, prioriza os leads certos, na hora certa). 

Como falamos logo no início desse artigo, a ferramenta de automação de vendas e marketing digital é um fator indispensável para que tudo isso aconteça. 

Por meio de ferramentas de automação é possível eliminar tarefas manuais essenciais, mas demoradas, e tornar todo o processo de captação, nutrição e qualificação de leads mais eficiente. Oferecendo valor aos leads e gerando retorno para a empresa. 

Como aproveitar o mercado digital?

A tecnologia vem evoluindo rapidamente. Todos os dias vemos novidades sendo anunciadas e não parece que isso deixará de acontecer tão cedo. Como isso afeta o mercado digital brasileiro? Ao longo deste artigo, identificamos conceitos, ferramentas e estratégias que comprovam a evolução da forma de fazer marketing, criar relacionamentos e se posicionar. 

Devido à velocidade com que novas tecnologias e inovações são lançadas, muitas acabam sendo consideradas efêmeras, rapidamente sendo substituídas ou atualizadas para novas versões.

De fato, a transformação digital fez a tecnologia estar presente no dia a dia das pessoas (nos seus smartphones, laptops, Smart TVs, consoles de videogame, veículos, etc.) tornando sua vida muito mais fácil, economizando tempo e encurtando distâncias, e não podemos deixar de mencionar a imensa quantidade de informações que são compartilhadas na rede mundial de computadores diariamente.

É claro que esta dinâmica afeta profundamente o mercado digital.

Tanto é verdade que não convivemos com esse mundo tecnológico há muito tempo. Se fizermos uma breve viagem no tempo, podemos observar que há pouco mais de 20 anos a internet ainda não havia chegado no Brasil, não havia celulares e ainda era possível encontrar TVs em preto e branco em muitas casas.

A evolução tecnológica, principalmente, no que diz respeito aos meios de comunicação, tem mudado de forma nítida e expressiva o comportamento das pessoas e empresas, fomentando o fortalecimento do mercado digital – e do marketing digital.

Dentre as diversas mudanças impactadas pelos avanços da tecnologia podemos destacar algumas que já se consolidam e que você deve ficar de olho. 

A forma como as pessoas se relacionam

Com exceção do período em que estão dormindo, as pessoas passam praticamente o dia todo conectadas à internet.

Trocam mensagens com amigos nas mídias sociais e aplicativos de chat, participam de debates e tiram dúvidas em fóruns e comunidades.

Como sua empresa pode se aproveitar disso? O uso do marketing digital é uma das formas de tirar vantagens disso.

A forma como as pessoas consomem informação

Adeus bibliotecas! A resposta para a maioria das perguntas está a apenas alguns cliques.

Nada de ficar folheando páginas e mais páginas de livros em busca de informações específicas, hoje em dia com uma simples busca na internet, encontramos diversos sites com a resposta para nossa pesquisa.

Com certeza, esse comportamento mudou o mercado digital no Brasil e no mundo.

Manter sua empresa nas primeiras posições do Google é fundamental, para isso, use técnicas de SEO e Marketing de Conteúdo.

A forma como as empresas se relacionam com clientes e público-alvo

Ao ver cada vez mais pessoas conectadas no mundo digital, investindo lá boas horas do seu dia a dia, as empresas não viram outra alternativa senão expandir sua área de atuação para o mercado digital.

As empresas enxergaram no mercado digital a possibilidade de se comunicar com seu público-alvo e clientes, de modo a estreitar o relacionamento, fortalecer o reconhecimento da sua marca e aumentar as vendas.

A internet permite hoje até fazer pesquisas de mercado e conhecer seus clientes sem sair do escritório.

O processo de compra

O processo de compra também sofreu alterações. Atualmente, antes de realizar uma compra, o consumidor:

  • pesquisa o produto ou serviço na internet, 
  • analisa suas características, 
  • compara os preços em outras lojas, 
  • busca opiniões de outros internautas (nas mídias sociais, fóruns, sites de vídeos, etc.) sobre os produtos ou empresas, e mais.

O mercado digital brasileiro tem crescido gradativamente e tem como um de seus pilares a tecnologia. De modo geral, as novidades e inovações constantes servem para aquecer o mercado digital e expandir o leque de possibilidades.

Investir em e-commerce e outras formas de vendas pela internet pode ser uma forma de expandir os canais de distribuição de sua empresa.

Computação em nuvem

Cada novidade lançada traz consigo diversas oportunidades de negócio, que se exploradas com sabedoria, com certeza contribuirão eficientemente para o desenvolvimento do mercado digital.

Se sua empresa quer obter bons resultados no mercado digital, não basta apenas marcar presença, é preciso atuar de forma efetiva.

É importante que sua empresa se mantenha atualizada no que diz respeito às novidades tecnológicas e faça uso delas a seu favor.

O armazenamento de arquivos em cloud, a famosa nuvem, por exemplo, traz diminuições de custos, além de promover a comunicação em sua empresa.

As chamadas empresas SaaS, se aproveitam da nuvem para oferecer aplicativos de CRM, Automação de Marketing, BI e tantos outros de uma forma muito mais prática e acessível.

Evite que sua empresa seja vista como obsoleta, ultrapassada e desatualizada. Esteja onde seu público está, fale a mesma língua que ele, utilize as mesmas tecnologias, explore as novidades e se destaque no mercado digital!

Escolha o seu software de marketing digital e mão à obra!

Como você viu, entender o que é e como funciona o marketing digital exige conhecimento sobre várias estratégias. Executar tudo isso sozinho pode ser um desafio difícil de executar sem as ferramentas certas ao seu lado. 

A ferramenta de automação de marketing torna o trabalho mais estratégico e produtivo. 

Como falamos acima, além de automatizar uma série de atividades repetitivas, como o disparo de e-mail marketing e publicações nas redes sociais, essa ferramenta de marketing também permite que outras ações sejam realizadas como:

  • criação de landing pages (sem precisar de códigos) para capturas de cadastros;
  • criação de campanhas e automação de e-mail marketing;
  • gestão e segmentação de contatos cadastrados na ferramenta;
  • lead tracking e lead scoring para auxiliar na estratégia de Inbound Marketing e qualificação de leads;
  • relatórios que ajudam na avaliação dos resultados das ações de marketing e na tomada de decisão;
  • e mais!

Todas essas atividades só são possíveis com um software de automação de marketing ao seu lado.

Em 2019 a LAHAR foi eleita a melhor ferramenta de marketing digital pela ABComm – Associação Brasileira de Comércio Eletrônico, contou com mais de 70 mil votos populares, no geral. 

Para entender como nosso software de automação de marketing pode ajudar na sua estratégia de nutrição de leads, inbound marketing e vendas em um sistema completo para fazer sua empresa crescer mais. Acesse nosso site, crie sua conta e experimente grátis por 15 dias. Assista ao vídeo abaixo e entenda como podemos ajudar pequenas, médias e grandes empresas.

Facebook Comments

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.