O que é AMP e como esse recurso pode ajudar o seu seu negócio?

O perfil do consumidor brasileiro está mudando e, com isso, é fundamental que empresas de todos os setores tomem atitudes para ir ao encontro dessas mudanças e atender às necessidades do seu público.

Dentre os novos hábitos que vêm mudando o mercado, o uso do celular talvez seja o principal destaque. O smartphone tomou lugar do computador e se tornou acessório indispensável para se relacionar, se entreter e, claro, consumir.

Segundo recente estudo realizado pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil, pela primeira vez na história o uso exclusivo de smartphones para acesso à web ultrapassou todas as outras formas. Segundo o levantamento, 49% das pessoas que navegaram a internet o fizeram apenas pelo celular.

Por isso, grandes empresas do setor de tecnologia têm buscado soluções para atender aos novos hábitos, e entre eles está o projeto AMP. Neste post, veja o que é AMP, para que serve esse recurso, como funciona e as vantagens que ele pode trazer para o seu negócio. Acompanhe!

O que é AMP e para que serve?

AMP é a sigla para Accelerated Mobile Pages (páginas aceleradas para dispositivos móveis, em português). O termo define sites cujas páginas são otimizadas para carregarem de modo mais simplificado e veloz quando acessadas de dispositivos móveis, como tablets e smartphones.

Trata-se de uma iniciativa lançada em 2015 e encabeçada pelo Google, em parceria com outras empresas de tecnologia, como Twitter, LinkedIn e Pinterest. O projeto é baseado em plataformas de código aberto e tem o objetivo de melhorar a exibição de conteúdos para navegação mobile, fazendo com que as páginas carreguem mais rapidamente e com menor consumo de dados.

Na página de resultados de busca em um dispositivo móvel, as páginas AMP aparecem identificadas com um selo e são colocadas em destaque pelo Google, que as situa acima dos resultados orgânicos da pesquisa.

Como funciona?

Agora que você sabe o que é AMP, é hora de entender como esse recurso funciona. De uma maneira geral, a velocidade de carregamento de uma página qualquer depende da quantidade e do tamanho dos arquivos que ele possui. Como comentamos, o principal objetivo da estrutura AMP em um site é reduzir o tamanho de uma página, tornando-a mais leve.

Para que isso aconteça, o usuário que clica em um link de uma página otimizada é direcionado para uma versão com um visual e uma navegação mais simplificados que a original, porém com o mesmo conteúdo. A ideia é remover quaisquer elementos da página que deixam o carregamento mais lento.

Para tornar o processo ainda mais ágil, o AMP conta com uma biblioteca JavaScript e uma tag HTML, utilizados para criar uma página acelerada. Além disso, disponibiliza também o armazenamento em cache nos servidores do Google, o que permite que a página seja visualizada mais rapidamente caso seja acessada novamente.

Principais vantagens das páginas AMP

Saber o que é AMP e como o recurso funciona é importante, mas é preciso destacar os benefícios disso. Confira as três principais vantagens das páginas AMP:

Melhora a experiência do usuário

Quem trabalha com Marketing Digital e vendas sabe da importância de ter um site responsivo e que carregue rapidamente. Afinal, quando uma página demora para carregar ou apresenta problemas logo após o carregamento, são grandes as chances de usuário deixar o site e procurar outro endereço que lhe forneça uma experiência mais otimizada.

Para se ter uma ideia, de acordo com o Google, 53% dos visitantes de sites mobile abandonam a página se ela não carrega em até 3 segundos.

E isso pode se tornar um grande problema, uma vez que o Google quer que os sites entreguem uma experiência de qualidade para o usuário e punem as páginas mais lentas na página de resultados de busca. Além disso, páginas muito lentas podem receber uma marcação de alerta para esse problema, afastando possíveis visitantes.

Nesse sentido, o próprio Google afirma que páginas AMP carregam 85% mais rápido do que suas versões não otimizadas, além de consumirem 10 vezes menos dados para carregar completamente.

Como a página AMP carrega quase que instantaneamente, aumenta-se o engajamento do usuário, uma vez que favorece sua imersão na experiência que o site oferece.

Melhor desempenho de SEO

O Google não revela todos os pontos que avalia para ranquear um site na páginas de resultados de uma pesquisa, mas sabe-se que a velocidade de carregamento e o tempo de permanência do usuário na página influenciam diretamente no seu posicionamento. 

Como vimos, páginas AMP carregam muito mais rapidamente, o que tende a reduzir drasticamente o abandono por parte dos usuários. Além disso, ao apresentar uma versão simplificada, dificilmente acarreta em erros, tornando a experiência do visitante mais fluida e, consequentemente, aumentando sua permanência.

Para que isso seja eficiente, porém, é preciso alguns cuidados. Uma página AMP nada mais é do que uma cópia da URL original, acrescida de um /amp no final do endereço eletrônico. Ou seja, uma segunda URL é criada e o conteúdo fica duplicado, o que é mal visto pelos mecanismos de busca e pode prejudicar o SEO.

Para resolver esse problema, é preciso informar que aquela é somente uma versão AMP da URL original. Isso pode ser feito por meio da inclusão de uma canonical tag na versão da página AMP e uma marcação no código da página original.

Por exemplo: <link rel=”amphtml” href=”http://www.siteexemplo.com/post-exemplo/amp/”>

Por fim, outro fator que influencia no SEO é o fato de páginas AMP serem, em essência, mobile friendly, ou seja, otimizadas para dispositivos móveis. Esse é um fator cada vez mais considerado pelo Google para o ranqueamento de páginas, uma vez que a empresa tem adotado a mentalidade mobile first.

Leia mais: Truques e dicas de SEO: 8 táticas para ficar entre os primeiros do Google

Aumento da visibilidade

Como comentamos, as páginas AMP são identificadas nos resultados de busca com um ícone. Essa marcação ajuda a aumentar o volume de cliques e atrair mais tráfego para o site. Além disso, essas páginas têm mais chances de aparecer em destaque nos resultados em carrossel, que são as páginas com imagens que aparecem logo acima dos resultados orgânicos da busca mobile.

Mas, afinal, vale a pena investir em AMP?

Agora que você sabe o que é AMP e conhece suas vantagens, fica a dúvida: vale a pena investir nessa estratégia? A resposta é: sim. E se você quiser tornar sua estratégia focada no envio de emails ainda mais eficaz, não deixe também de contratar um software de automação de marketing.

A LAHAR é um software de inbound marketing que ajuda você a gerar leads e transformá-los em clientes. E você pode concentrar suas ações em uma única ferramenta, pois o software oferece funcionalidades para gerenciar redes sociais, landing pages, automação de marketing e mais.

Conheça mais sobre a LAHAR:

Ficou interessado? Entre em contato com a nossa equipe e descubra como podemos ajudar você!