O que é Growth Hacking: como funciona na prática + exemplos

O que é growth hacking? É um termo criado para definir estratégias de gestão que se concentram no crescimento acelerado de um negócio

Growth hacking é para qualquer negócio que busque por crescimento acelerado e alto desempenho. Entretanto, ele é mais comum entre startups, que precisam escalar seu crescimento em um curto período de tempo para provar que uma ideia funciona na prática. Nesses casos, o objetivo é atrair investidores.

Mas, afinal o que é Growth Hacking e quais as ações contempladas por ele?

Como fazer uma empresa atingir o rápido crescimento? Como aplicar o que significa growth hacking na prática? 

O que é Growth Hacking?

Growth hacking é uma forma de pensar voltada para a identificação de falhas ou oportunidades, concepção de uma ideia, modelagem básica da solução, teste e implementação de melhorias dentro das empresas. 

O objetivo é desenvolver um tipo de protótipo de uma solução e aplicar o quanto antes para identificar se a empresa está ou não no caminho certo. Não se espera chegar em um modelo ideal, perfeito, para então criar e avaliar. 

A partir dessas hipóteses, uma solução é criada e um experimento é realizado para identificar o potencial do que foi criado. 

Conforme a solução vai apresentando resultados ela vai recebendo melhorias nos pontos identificados nos testes. 

O Growth Hacking, além de crescimento acelerado, também busca por um bom ROI longo nos primeiros meses de vida da empresa.

Leia também: Aprenda como calcular o ROI de um investimento e monitorar seus resultados

Growth hacker: o que é?

O growth hacker é o profissional que vai agir dentro da empresa em busca de crescimento acelerado. O objetivo dele é colocar em prática a ideia por trás do growth hacking, garantindo que a empresa caminhará por esse trajeto. 

Um growth hacker usa estratégias criativas e de baixo custo para ajudar as empresas a adquirir e reter clientes. Isso não quer dizer que esse profissional seja obrigatoriamente um profissional de marketing.

Empreendedores, gestores, gerentes de produto e engenheiros podem ser um Growth Hacker.

Em suma, um Growth Hacker sabe como definir prioridades de crescimento e escalar o crescimento.

Onde surgiu o growth hacker? O termo foi criado por Sean Ellis, fundador e CEO da GrowthHackers, em 2010.

Como aplicar o Growth Hacking?

Agora que você compreendeu o que é Growth Hacking é hora de receber dicas de como aplicá-lo em sua ideia ou negócio.

São três etapas simples:

  1. crie seu produto;
  2. faça um teste de viabilidade com suas personas;
  3. mantenha uma atualização constante de seu serviço e produto;
  4. colete feedback dos clientes;
  5. otimize seu serviço para atender a novas oportunidades de mercado e demandas de seus clientes;
  6. realize testes A / B para identificar melhorias eficazes;
  7. mantenha a comercialização de produto ou serviço para promover o crescimento contínuo;
  8. acompanhe indicadores o sucesso desses resultados.

Exemplos de growth hacking

Para que o growth hacking se torne uma realidade é importante que os empreendedores estejam focados em criar um negócio com crescimento acelerado antes mesmo da ideia surgir.

Isso porque o que é Growth Hacking começa quando um empreendedor encontra uma “brecha” no mercado e:

  1. desenvolve uma ideia;
  2. cria um produto ou serviço que se encaixa perfeitamente nessa  oportunidade do setor;
  3. aplica estratégias para atingir um grande número de clientes com menor gasto e maior rendimento possível.

Um exemplo de growth hacking clássico é o lançamento do Hotmail.

Quando foi lançada, a plataforma de e-mails anexou uma linha automática a cada email enviado por seus usuários. A mensagem incentivava os destinatários a se inscreverem para uma nova conta.

A frase era “Get Your Free Email at Hotmail”.

Resultado?

Milhões de novas contas foram criadas em poucas semanas. 

É claro, os tempos mudaram e com ele o modelo das ações Growth Hacking.

Como funciona o Growth Hacking no marketing?

Também é possível aplicar a ideia do Growth Hacking em áreas como marketing, para alcançar o rápido crescimento dos resultados do setor. Nesses casos, o conceito se concentra em 3 etapas:

  1. obter tráfego;
  2. converter visitantes em leads;
  3. converter leads em clientes.

Qualquer semelhança com as etapas do funil de vendas não é mera coincidência. As etapas, geralmente, seguidas por Growth Hackers do mundo todo foram baseadas no funil de Dave McClure apresentado abaixo:

Fonte: Respark

Após a etapa de aquisição, as ações continuam, dessa vez para fidelizar o cliente e fazê-lo ajudar a empresa a manter o crescimento rápido.

Como você pode ver, o Growth Hacking não está associado apenas ao lançamento de uma empresa, serviço ou produto. Ao contrário, poderá – e deverá – ser usado para todas as fases do negócio.

Estratégias de Growth Hacking

A maioria das estratégias de Growth Hacking para otimização de conversão se concentram em ações de marketing digital.

O Inbound Marketing e o marketing de conteúdo são estratégias centrais desse modelo por oferecerem grande crescimento com baixo custo.

O marketing de redes sociais se enquadra como uma das ações que oferecem maior alcance de clientes, principalmente, com o investimento na realização de ações de marketing digital com influenciadores.

A produção de conteúdo para blogs auxilia nos resultados de SEO para rankeamento nas ferramentas de busca como o Google.

Escrever ebooks e whitepapers e executar webinars auxiliam na captação de leads.

Boas práticas de email marketing auxiliam na construção e nutrição de leads.

Uma outra estratégia atual muito usada para o alcance e conversão de clientes é o marketing de afiliados, que usa canais de terceiros para popularizar seu serviço e alcançar novos clientes.

Para resultados imediatos as campanhas de links patrocinados (CPC) devem ser incluídas em um plano de Growth Hacking.

Se você ficou com alguma dúvida sobre o que significa growth hacking, sugerimos que assista o vídeo abaixo.

Ele conta mais sobre a história e origem do termo que tem revolucionado a forma de pensar e agir de empreendedores, gerentes, profissionais de marketing e demais profissionais.

A seguir, exemplos de empresas que aplicaram o Growth Hacking para alcançarem um amplo mercado rapidamente.

Agora que você compreendeu o que é Growth Hacking e como ele pode ser aplicado em sua empresa como parte de seu desenvolvimento e crescimento acelerado, você pode contar com a LAHAR para impulsionar os resultados das ações de marketing que você utilizar.

Somos um software de automação de marketing digital completo, perfeito para otimizar suas ações de marketing e vendas.

Podemos ajudar você e seu time a desenvolver estratégias que aumentem a conversão de suas ações e estreitam o seu relacionamento com seus clientes e potenciais clientes de maneira mais eficiente. 

Entre em contato com a nossa equipe e saiba como podemos ajudar a sua empresa.

Facebook Comments

Deixe um comentário