Tudo sobre o que é marketing digital? Principais estratégias, como usá-lo e o que esperar dele

Muito se fala sobre o assunto, mas afinal, o que é marketing digital? 

Marketing digital é o nome dado ao conjunto de estratégias e ferramentas que utilizam a internet e dispositivos virtuais para divulgar produtos e serviços, fortalecer relacionamento entre marcas e consumidores e construir a identidade de uma empresa.

Mas porque o marketing digital se tornou o principal modelo de divulgação e contato entre empresas e clientes?

Sem dúvida existem muitas respostas para essa pergunta e algumas delas estão presentes nos números impressionantes que as diferentes plataformas de marketing apresentam:

  • 78% dos usuários da internet realizam pesquisas sobre produtos que desejam comprar usando plataformas digitais como as redes sociais e ferramentas de pesquisa. 
  • Existem 1.5 bilhões de usuários em redes sociais em todo o mundo. 
  • 78% dos profissionais de vendas que usam as redes sociais possuem um retorno melhor do que os profissionais que não usam. E isso é só o começo! 

Os dados que apresentamos acima são mundiais, entretanto, no Brasil 80% das empresas ainda estão nas fases iniciais da construção de uma estratégia de marketing digital. E é pensando nisso que criamos este guia. Afinal, marketing digital: o que é e como funciona?

Se você está entre as empresas e profissionais que estão começando a pesquisa sobre o assunto, ou desejam entender o que falta para a estratégia dar certo, eu recomendo que continue a leitura deste artigo de marketing digital para iniciantes.

O que é marketing digital?

Marketing digital é o conjunto de estratégias de divulgação e relacionamento de uma empresa, que tem o objetivo de atrair e converter potenciais clientes, usando canais de comunicação conectados à internet. Alguns exemplos de canais de marketing digital são: redes sociais, e-mail marketing, Google Ads (e demais canais de links patrocinados), entre outros.

Para saber realmente o que é marketing digital, entretanto, é preciso:

  • ter uma percepção clara do cenário digital atual, 
  • a importância do marketing digital nesse contexto de inovações constantes,
  • o que esperar dele ao aplicar em sua empresa. 

Enquanto algumas empresas já possuem raízes sólidas no meio do marketing digital, outras ainda engatinham, e algumas parecem desconhecer sua real importância e, na verdade, não compreendem completamente o que é marketing digital e como funciona.

Apesar de todo o crescimento do marketing digital nos últimos anos, há algumas empresas que ainda não compreendem o seu real papel e lutam contra a migração para o meio digital.

Na verdade, o uso da internet e das tecnologias baseadas no conceito de computação em nuvem trouxeram possibilidades que vão além do marketing digital e englobam entre outros, o trabalho colaborativo entre equipes da empresa e, principalmente, o Home Office.

Entretanto, neste artigo nosso objetivo é reunir tudo sobre o que é marketing digital, incluindo:

  • conceito (que já abordamos até aqui);
  • cenário atual;
  • principais estratégias;
  • benefícios de adotar o marketing digital. 

Saiba mais: Como fazer marketing digital com influenciadores: dicas práticas

Cenário digital atual do marketing digital

Antes de nos dedicarmos a apresentar informações gerais sobre o cenário do marketing digital no mundo, gostaríamos de compartilhar com você o infográfico abaixo. 

Nele buscamos reunir alguns dos números obtidos por pesquisas que consideraram o uso das principais estratégias de marketing digital, usadas por empresas de todos os setores e portes. 

Ao longo dos anos, as pessoas têm estado cada vez mais conectadas. 

Com a evolução da internet e dos meios de comunicação – principalmente dos dispositivos de comunicação mobile – as pessoas passaram a estar conectadas à rede mundial de computadores quase 24 horas por dia, consumindo e compartilhando uma infinidade de conteúdos.

A internet  possibilita às pessoas um vasto leque de opções de interação, como: 

  • se informar;
  • acessar vídeos e músicas;
  • jogar;
  • estudar;
  • fazer amizades;
  • compartilhar seu conhecimento;
  • pesquisar produtos e serviços;
  • debater opiniões, etc.

Com tanta gente passando tanto tempo conectado, as empresas não poderiam ficar de fora dessas plataformas, e é aí que nasce – e cresce – o conceito sobre o que é o marketing digital. 

E essa é mais uma razão de porque o conceito sobre o que é marketing digital se tornou algo tão presente dentro dos planejamentos estratégicos de marketing das organizações. 

Por outro lado, a internet pode contribuir positiva ou negativamente para a imagem das empresas, através dos comentários dos usuários e da estratégia adotada como geradora de conteúdo relevante ou apenas anunciante de seus produtos ou serviços.  

Os comentários de consumidores que dão sua opinião sobre um determinado produto ou serviço passam muito mais credibilidade que a publicidade tradicional e podem influenciar os resultados dos indicadores de desempenho de sua empresa.

Por que o marketing digital vale a pena? 

Poderíamos responder essa pergunta, de forma resumida, como: “porque o marketing digital possibilita que a empresa atinja seu público onde ele passa a maior parte do tempo, na internet, no momento e canal mais propício”.

Porém, existem diversas formas de fazer marketing digital. Diferente do marketing tradicional, o marketing digital permite:

Entretanto, isso não significa que o modelo tradicional não serve mais, mas sim, que é preciso migrar, expandir para o digital.

Veja também: CRM Tradicional x CRM Social: vantagens e diferenças

No infográfico que apresentamos acima, você pode ver o Marketing Digital em números,  com os principais dados do setor e de suas áreas.

A seguir, listamos algumas das principais ferramentas de marketing digital. Elas representam estratégias e canais de comunicação que, quando presentes e integradas em um planejamento estratégico de marketing, podem tornar o retorno sobre investimento algo a ser muito comemorado. 

Marketing digital: como funciona? 

O funcionamento do marketing digital acontece dentro das ferramentas e plataformas digitais, entre elas, redes sociais, provedores de e-mail, mecanismos de busca, blogs, sites, aplicativos de mensagem e outros canais que estão hospedados dentro desse universo digital, que funciona a partir da conexão com a internet.  

A partir da compreensão de que o público da empresa lida diariamente com esses canais de comunicação, é criado um plano de ação para se comunicar com eles, dentro desses canais. 

Pense no marketing tradicional, no ambiente físico. Se você sabe que o público da sua empresa passa por determinada rua, você pode considerar colocar um outdoor da sua empresa nessa rua, correto? Se na sua cidade acontecer um evento voltado para o público da sua empresa, é interessante considerar colocar a sua marca nesse evento, concorda? 

O marketing digital funciona da mesma forma. A sua empresa passa a estar presente em um local no qual o seu público também está

Marketing digital: como começar? Conheça os principais tipos.

Seguindo o raciocínio que nos trouxe até aqui neste artigo, é lógico chegarmos a conclusão de que, para estar presente nos canais que seus clientes estão, sua empresa precisa criar uma conta em plataformas que permitam que isso aconteça. Por exemplo, criar uma conta no Instagram e passar a interagir com os usuários da plataforma. 

Mas é claro que para isso você vai precisar saber como estar presente. Assim como nos canais físicos, é necessário ter uma estratégia e saber em quais lugares “colocar” a sua marca.

Os principais tipos de marketing digital são:

  • e-mail marketing;
  • Inbound marketing;
  • marketing de conteúdo;
  • SEO;
  • links patrocinados;
  • redes sociais. 

Conheça cada um desses exemplos de marketing digital, abaixo!

1. E-mail marketing

Já que tocamos no assunto do retorno sobre investimento resolvemos começar a nossa lista de ferramentas de marketing digital com o e-mail marketing, que é a estratégia com maior média de ROI entre as ações online: 3800%.

Isso mesmo! Não erramos o número de zeros. 

Isso quer dizer que a cada $1 investido o seu retorno é de $38. 

Em contrapartida, 102.6 trilhões de e-mails são enviados – e recebidos –  todos os anos. Ou seja … 

… não vai esperar que você vai mandar um e-mail e ter esse retorno de 1:38 na sua conta bancária, porque nada é tão fácil assim. 

O e-mail marketing é parte de uma estratégia macro que recebe o nome de Inbound Marketing, e também pode ser usado em estratégias de Outbound Marketing.

Independente do caso, a ideia central por trás do sucesso dessa tática é o alinhamento do conteúdo compartilhado com uma campanha bem estruturada.

Por isso, se você deseja realmente investir no e-mail marketing indicamos que acesse os materiais: “Como criar sua campanha de e-mail marketing do ZERO sem esquecer nenhum detalhe” e também nosso Guia do E-mail Marketing

Os materiais são gratuitos e ideais para quem está começando e para quem precisa otimizar seus resultados com as estratégias de e-mail. 

Aproveitando, gostaria de deixar um spoiler sobre as táticas de e-mail: a automação de e-mail marketing é parte fundamental para você conquistar tudo o que essa estratégia pode trazer. 

Na imagem abaixo você tem acesso ao resultado de uma pesquisa da Fluent que mostra que 23% das pessoas com mais de 35 anos e 22% das pessoas entre 18 e 34 anos afirmam que e-mails promocionais, frequentemente, impactam em suas decisões de compra. 

É claro que um amplo percentual também afirma que não é impactado pelo e-mail marketing, mas nós sabemos que o marketing atua muito inconscientemente.

Além disso, nem todo mundo precisa ser impactado pelo e-mail. Existem outros canais também muito eficientes.

Ainda falando sobre e-mail como estratégia de marketing é fundamental que você conheça outros conceitos que vão contribuir para a criação de uma comunicação eficiente com os usuários desse canais, entre esses conceitos estão:

De maneira geral, ambos são fundamentais para a compreensão de toda a construção de um planejamento de marketing digital eficiente e que ofereça:

  • boas taxas de retorno sobre investimento, 
  • um custo de aquisição de clientes controlado,
  • assertividade na criação de mensagens para seus clientes.

2. Inbound Marketing

Diferente do e-mail marketing que é sobre um único canal, ao falarmos sobre Inbound Marketing estamos falando de um mix de canais que contribuem para os resultados.

Se comparado ao marketing tradicional, o offline, o Inbound Marketing é provavelmente, a estratégia mais diferente. Porque é uma mudança de mentalidade sobre como fazer marketing. 

O Inbound Marketing, ou marketing de permissão,não interrompe o usuário (ou potencial cliente) para apresentar a sua marca, seus produtos ou serviços. O Inbound Marketing compreende o que um cliente em potencial está buscando e oferece conteúdos de valor relacionados a essa busca, com o intuito de ajudar esse cliente em potencial a resolver suas necessidades. 

Ou seja, é um marketing produzido para que a empresa se envolva com o usuário, tornando o conteúdo que a empresa gera, parte da jornada de compra dele. 

O Inbound Marketing então é uma estratégia macro dentro do marketing digital e tem como premissa a não interrupção do usuário para a transmissão do conteúdo. Ao contrário, para aprender como fazer Inbound Marketing é preciso criar ações de atração do usuário para o contato com a marca. 

Isso quer dizer que o objetivo é estimular o próprio usuário a ir até você. É por isso que o Inbound é muito confundido com o marketing de conteúdo. Porque o conteúdo é um grande atrativo quando relevante e útil. 

Entretanto, além da tática de marketing de conteúdo, o Inbound Marketing ainda reúne outras estratégias como:

  • redes sociais, 
  • SEO
  • e-mail marketing e mais.

Se você ainda não tinha ouvido falar sobre Inbound Marketing tudo isso pode parecer muito confuso, mas acredite, não é. E para provar isso, separamos dois materiais de apoio, o primeiro é o artigo “[5 + 1] Etapas do Inbound Marketing: quais são e como usar?” e o segundo o vídeo abaixo, com uma explicação sobre o que é e como funciona o Inbound Marketing. 

3. Marketing de conteúdo 

O conteúdo está presente em redes sociais, e-mails, ebook, webinars, como parte do SEO e também nos links patrocinados. Seja conteúdo em vídeo, texto ou imagem. Para se comunicar com um usuário da internet você precisa produzir conteúdo. Precisa escrever algo ou falar alguma coisa.

Mas o que falar?

Pra quem falar?

Onde falar?

Como falar?

Basicamente a comunicação realizada dentro do que é marketing digital envolve conteúdo, que por sua vez envolve a compreensão sobre o que é copywriting, ou, para os íntimos, o que é copy no marketing digital. 

Copywriting é um conjunto de estratégias de produção de conteúdo que tem como objetivo de ajudar convencer o leitor a fazer algo, como comprar, baixar um ebook, se cadastrar para receber seu newsletter e mais. 

Entretanto, a velha tática de um discurso publicitário pesado, como “Comprar batom”, já não tem o mesmo efeito no público de hoje. Estamos falando de um mercado consumidor mais exigente e com acesso a mais informação.

Por isso, quando falamos sobre marketing de conteúdo, estamos falando de um conteúdo que deve ser:

  • relevante;
  • útil;
  • voltado para um público definido (persona);
  • considerando a etapa do funil de vendas em que o usuário está;
  • despertando interesse, 
  • usando gatilhos mentais para levar o usuário para as próximas etapas do funil de vendas (chegando mais próximo da conversão). 

O marketing de conteúdo já está dentro de 70% das empresas, então é hora de levar ele a sério na sua também. 

Quer entender o que é copy no marketing digital? Então acesse o artigo, O que é Copywriting: 6 técnicas para converter mais e agora!”. 

4. SEO

Afinal, o que é SEO no marketing digital? O SEO é mais uma das ferramentas de marketing digital. A estratégia é construída a partir de um conjunto de táticas que tem como objetivo otimizar as páginas de um site para serem melhor posicionadas de maneira orgânica (sem precisar que você pague por isso), dentro dos mecanismos de busca como o Google.

Mais de 80 mil pesquisas são realizadas por SEGUNDO no Google e cerca de 67% dos cliques dessas pesquisas são realizados nos 5 primeiros resultados da página.

Estar nas primeiras posições do resultado de uma pesquisa no Google, com conteúdo relevante é fundamental para uma empresa que deseja:

  • mais tráfego para o site, 
  • maior relacionamento com os usuários,
  • melhores taxas de conversão

E o que é tráfego no marketing digital? Tráfego é o volume de acessos que um site recebe. De maneira geral, dentro de uma estratégia de marketing, um dos objetivos entre o contato com o cliente e uma venda é ampliar o tráfego de usuários dentro das páginas da sua empresa.

O tráfego faz parte dos indicadores de marketing digital importantes para a etapa de atração de usuários. A primeira etapa dentro do funil de vendas

Fonte: dBriefing

Ao olhar para o funil de vendas representado na imagem acima, você pode ter outras duas perguntas em mente:

  • o que é conversão marketing digital?
  • o que é geração de leads no marketing digital?

A conversão no marketing digital é o resultado esperado de uma ação. Por exemplo, dentro de um e-commerce a conversão é a venda de um produto, já dentro de uma landing page a conversão é a transformação de um visitante em lead. 

A geração de leads no marketing digital é a transformação de um visitante ou usuário em um contato de e-mail cadastrado. Você já deve ter passado pela experiência de precisar preencher um formulário para ter acesso a um ebook ou dar seu e-mail em troca de um desconto em uma loja virtual (geralmente aparece em um popup essa solicitação). 

Quando você oferece seus dados a uma empresa, você se torna um lead, e o mesmo acontece com os visitantes das páginas da sua empresa, seja visitantes do site, loja online, redes sociais ou outros canais. 

Para as empresas, converter visitantes em leads é positivo porque permite que você passe a se comunicar com estes contatos em canais mais pessoais como por e-mail ou SMS.

Essa estratégia também faz parte do Inbound Marketing, sobre o qual comentamos acima. 

Leia também: Como criar uma landing page para gerar mais conversões

Ao receber leads você inicia um trabalho de gestão desses leads e um trabalho de nutrição de lead

Segundo pesquisas 55% dos profissionais de marketing definem o SEO como uma tática muito importante para atingirem seus objetivos de marketing. E você, já usou o SEO em algum momento? Conte nos comentários!  

5. Links Patrocinados

Links patrocinados ou anúncios pagos também fazem parte do que é marketing digital. Cerca de 25% das empresas usam anúncios para atingirem seus objetivos de vendas

Existem dezenas de opções de campanhas de anúncios, entre as mais usadas estão: 

Leia mais sobre o assunto no nosso ebook gratuito: Tudo sobre campanhas de mídia paga.

6. Redes sociais

Provavelmente, criar perfis nas principais redes sociais do Brasil, como Facebook e Instagram, foi a primeira coisa que você fez antes de começar a pesquisar sobre o que é marketing digital.

55% dos compradores realizam pesquisa nas redes sociais, além disso são bilhões de usuários cadastrados nas diferentes plataformas como: 

  • Youtube;
  • Facebook;
  • Twitter;
  • Instagram;
  • LinkedIn. 

Além de um público gigante, dentro do que é marketing digital, as redes sociais ainda oferecem:

  • redução do tempo necessário para contato de venda;
  • acesso a um maior número de leads;
  • relacionamentos mais profundos com os clientes;
  • maiores taxas de conversão de leads;
  • ciclos de venda menores. 

Fonte: WPForms 

O que esperar do marketing digital na prática? 

Agora que você já sabe o que é marketing digital, como funciona e quais os principais exemplos de marketing digital, é interessante compreender um pouco mais profundamente como ele pode contribuir para o seu negócio. 

Ou seja, quais objetivos podem ser alcançados? Quais metas você pode traçar ao embarcar nesse caminho? 

Uma estratégia de marketing digital, bem definida e muito bem planejada, tenderá a dar ótimos resultados para sua empresa. Confira abaixo alguns deles.

Branding

Você pode trabalhar a divulgação da sua marca de várias formas, de modo a torná-la conhecida e fixá-la na mente de seu público-alvo.

Fidelização de Clientes

Seus clientes não querem apenas consumir seus produtos, eles querem ser ouvidos, se sentir parte da empresa.

Com a internet, se tornou mais fácil criar um relacionamento com eles, dando-lhes espaço para:

  • tirarem dúvidas;
  • fazerem reclamações;
  • deixarem comentários.

Ao mesmo tempo que permite que sua marca ofereça feedback para cada ação desses clientes, de modo a mantê-los satisfeitos e fidelizá-los.

Buzz Marketing

Nada melhor que ter pessoas divulgando sua empresa ou marca sem que você tenha a necessidade de fazer investimentos financeiros para isso.

Nos dias de hoje, as pessoas não compram apenas um produto, mas sim uma experiência. E se tornou muito comum as pessoas relatarem essas experiências na internet, em fóruns e mídias sociais.

Garanta que seus clientes tenham uma boa experiência com sua marca, e eles começarão a falar sobre ela espontaneamente. Para isso fique atento a etapas como: 

  • processo de compra;
  • pós-venda;
  • suporte;
  • qualidade do produto ou serviço, etc.

Prospecção de Clientes

A internet dispõe de inúmeros canais e ferramentas que podem ser utilizados na prospecção de clientes.

É importante estudar cada possibilidade para entender quais são as mais indicadas para seu segmento e cenário atual.

Além disso, a internet também permite segmentar seu público-alvo de forma muito mais específica e precisa. 

Para realizar a segmentação de público e qualificação de leads isso você pode – e deve – contar com ferramentas como o software de automação de marketing.

Dessa forma você consegue traçar o exato perfil das pessoas que deseja atingir em sua “buyer persona”.

Mas, antes de entender o que é persona no marketing digital é importante ter consciência sobre o que é nicho no marketing digital.

Nichos de mercados representam uma fatia do mercado em que sua empresa atua. Por exemplo, se você trabalha com roupas para bebês, você tem um nicho dentro do mercado de roupas e acessórios. 

Seu nicho define muita coisa, entre elas, define para quem a sua empresa vende. Ou seja, define parte da informação necessária sobre quem é o seu público alvo, a sua persona. 

Aumentar o Faturamento

Muitas empresas, de todos os portes, têm o marketing digital como fator principal na geração de novos negócios. 

Atrair, Reter e Fidelizar são os pontos-chave do marketing digital, se sua estratégia consegue cumprir com essas 3 situações, você verá os resultados no seu faturamento.

Para isso, entretanto, é preciso estar de olho em outros resultados alcançados e medidos por meio de métricas e KPIs do marketing digital. 

E o que é métrica em marketing digital? Métricas são índices que medem os resultados das campanhas de marketing. Entre as métricas que devem estar em seu radar estão: 

  • ROI ou Retorno sobre investimento
  • CAC ou Custo de aquisição de cliente
  • Taxa de retenção de clientes
  • Taxa de conversão
  • CTR (taxa de cliques)

Confira: Como rankear no Google: os 5 segredos de SEO para site

O que faz um profissional de Marketing Digital?

Um profissional de marketing digital tem como escopo de trabalho atribuições variadas, entre elas:

  • definir os objetivos de marketing, 
  • organizar o planejamento estratégico de marketing, 
  • criar a persona do cliente ideal da empresa, 
  • definir canais de marketing que vão fazer parte do plano de ação, 
  • organizar o plano de ação, 
  • definir o calendário de estratégias de marketing, 
  • executar as atividades de marketing definidas, 
  • acompanhar resultados por meio das métricas de marketing, 
  • otimizar as ações de acordo com os resultados coletados, 
  • repassar informações para os clientes ou gestores da empresa.

Ferramentas de marketing digital

Nosso guia com tudo o que você precisa saber sobre o que é marketing digital está chegando ao fim, mas antes de terminá-lo precisamos falar sobre as ferramentas de marketing digital.

Elas são importantes para te ajudar a realizar de maneira eficiente a gestão do seu departamento de marketing e de todas as estratégias que listamos acima e tantas outras. 

Em 2019, a LAHAR foi eleita a melhor ferramenta de marketing digital do Brasil pela ABComm – Associação Brasileira de Comércio Eletrônico. A eleição contou com mais de 70 mil votos populares. 

Uma das grandes razões para termos conquistado esse prêmio tão importante está no fato de reunirmos em uma única ferramenta diversas funcionalidades, voltadas para variadas plataformas, entre elas todas as que listamos aqui. 

A LAHAR é um software de automação de marketing que oferece funcionalidades como:

  • criação de landing pages (sem precisar de códigos) para capturas de cadastros;
  • agendamento e monitoramento de publicação em redes sociais;
  • painel de palavra-chave para estratégia de links patrocinados, marketing de conteúdo e SEO; 
  • ferramenta de e-mail marketing para criação de campanhas e automação;
  • gestão e segmentação de contatos cadastrados na ferramenta;
  • lead tracking e lead scoring para auxiliar na estratégia de Inbound Marketing;
  • relatórios unificados que ajudam na tomada de decisão e mais!

Gostou de aprender tudo sobre o que é marketing digital? Quer conhecer mais sobre a nossa solução? Acesse nosso site, fale com um de nossos atendentes ou comece grátis!

17 Comentários














Deixe um comentário