O que é segmentação psicográfica? Como fazer e qual é a sua importância

A segmentação psicográfica é um exemplo de segmentação de mercado que reúne pessoas com traços psicológicos semelhantes. Esses, por sua vez, influenciam os hábitos de consumo, estilo de vida, objetivos de vida e mais. De maneira geral, este tipo de segmentação está mais atrelada aos valores e hábitos do grupo de pessoas que fazem parte da persona da empresa. Logo, observa-se essas variantes para gerar identificação entre empresa e clientes. 

O que é segmentação psicográfica?

A segmentação psicográfica é uma forma de fazer um recorte do mercado, usando características dos valores e hábitos dos consumidores para criar estratégias de marketing e vendas que vão conectar a sua marca com esse público. 

A partir da identificação dos valores e comportamentos dos seus clientes fica mais fácil se comunicar com eles e gerar engajamento.  

A segmentação psicográfica tem o objetivo de compreender o que os clientes querem, quais são seus sonhos, como desejam enxergar a vida, quais hábitos possuem, estilo de vida e mais. 

Com essas informações em mente, as empresas criam uma estratégia de comunicação que esteja alinhada a todas essas questões e faça com que os consumidores sejam atraídos por essa identificação, ou alinhamento.  

Para que a compreensão sobre o que é segmentação psicográfica fique ainda mais simples, vale conhecer alguns exemplos de segmentação psicográfica: 

  • veganos,
  • atletas amadores, 
  • geeks, 
  • pessoas que amam viajar e mais. 

É claro que a segmentação psicográfica pode ser mais detalhista e complexa do que os exemplos acima, mas nosso objetivo é que você comece a entender como ela funciona. 

O que é o perfil psicográfico?

O objetivo da segmentação psicográfica é criar um perfil do consumidor ideal da sua empresa. Esse perfil pode ser usado como um modelo de cliente que considera a personalidade dos consumidores para criar produtos, campanhas de marketing e vendas, canais de relacionamento e mais. 

E-book Automação de Marketing

Conheça o passo a passo para usar Automação durante toda jornada de compra do seu cliente e vender mais


Clique no botão abaixo e garanta seu e-book!

Entre os elementos que devem ser usados para criar um perfil psicográfico estão: 

  • o estilo de vida,
  • a personalidade,
  • valores,
  • atitudes.

Segmentação psicográfica: como fazer?

Mas, afinal, como criar um perfil psicográfico de seus clientes? Com um passo a passo simples é possível colocar isso em prática: 

  1. Entreviste seus clientes sobre seus desejos, hábitos e preferências 
  2. Avalie indicadores e use o big data a seu favor
  3. Procure a ajuda de especialistas no assunto, como consultores de marketing e profissionais de pesquisa, 
  4. Faça uma análise sobre interesses, atividades e opiniões dos clientes e monte o perfil psicográfico que mais se alinha à realidade.  

As características levantadas vão ajudar sua empresa a criar uma persona que corresponda com o cliente ideal da empresa, que tem mais chances de se identificar com seus produtos e valores. 

Como resultado sua equipe poderá segmentar as ações de marketing, gerando um melhor retorno sobre investimento, inclusive de campanhas como Google Ads, ao atingir o público que se assemelha ao perfil criado.  

O que é analisado por meio da segmentação psicográfica?

A segmentação demográfica e psicográfica são exemplos diferentes de segmentação de mercado. 

A segmentação demográfica recorta o mercado com informações como:

  • Gênero;
  • Idade;
  • Estado civil;
  • Localização;
  • Escolaridade;
  • Renda.

Já a segmentação psicográfica, como o próprio nome sugere, usa a seu favor, a análise de elementos mais subjetivos como:

  1. Personalidade
  2. Modo de vida
  3. Opiniões e crenças sobre a sociedade
  4. Atividades de sua preferência.

Exatamente por oferecerem informações com focos diferentes,  a segmentação demográfica e psicográfica podem ser usadas em conjunto, para criar uma imagem mais detalhada do cliente ideal da empresa. 

Um outro modelo que pode ser agradado a essa avaliação é o da segmentação comportamental que usa informações como:

  • frequência de uso,
  • benefícios procurados,
  • grau de lealdade ou fidelidade à marca,
  • etapa da jornada de compra em que o cliente está.

Um exemplo de segmentação comportamental é a identificação de clientes que consomem o produto comercializado todos os dias.

Agregar informações na montagem do perfil e cliente ideal da empresa contribui para uma série de áreas da organização, entre elas na criação de campanhas de anúncios pagos, e-mail marketing e até mesmo no marketing de conteúdo e SEO. 

Também contribui para a priorização dos serviços que serão oferecidos para ampliar a proposta de valor da empresa.

Ferramentas que auxiliam na segmentação 

É cada vez mais exigido das empresas personalização na comunicação com seus clientes e alinhamento às demandas que eles apresentam. 

Sem dúvida, compreender mais sobre os desejos e interesses dos consumidores, seus comportamentos e características gerais vai contribuir para que você ofereça essa tão falada personalização. Afinal, com essas informações você passa a conhecer mais seu cliente e esse é o primeiro passo para a personalização. 

Fazer isso, entretanto, pode ser bastante complexo se você não tem a ajuda das ferramentas certas. 

A transformação digital mudou a forma como as pessoas interagem com as empresas e realizam seu processo de compra, e para atender a tudo isso, as empresas precisam também investir no seu aparato tecnológico. 

A ferramenta de automação de marketing torna o trabalho de segmentação mais estratégico e produtivo. 

Além de automatizar uma série de atividades repetitivas como o disparo de e-mail de boas vindas para um lead que converteu em uma landing page, por exemplo, essa ferramenta de marketing também permite que outras ações sejam realizadas entre elas o acesso a dados que facilitam a segmentação de mercado.

É possível fazer a gestão e segmentação de leads e clientes cadastrados na ferramenta automaticamente, tornando o trabalho escalável e sustentável dentro da empresa, seja para uma pequena ou grande operação de marketing e vendas.

Um sistema de automação de marketing ainda oferece outras funcionalidades como:

  • criação de landing pages (sem precisar de códigos) para capturas de cadastros;
  • agendamento e monitoramento de publicação em redes sociais;
  • ferramenta de e-mail marketing para criação de campanhas e automação;
  • lead tracking e lead scoring para auxiliar na estratégia de Inbound Marketing;
  • relatórios unificados que ajudam na tomada de decisão;
  • e mais!

Todas essas atividades só são possíveis com um software de automação de marketing ao seu lado.

Além disso, essa ferramenta oferece relatórios completos que vão otimizar também a análise de resultados. 

Se você está em busca de uma ferramenta que te ajude a colocar em prática suas ações de marketing e vendas, por meio da segmentação psicográfica, entre em contato com a equipe da LAHAR e descubra como nosso software de automação de marketing pode ajudar a sua marca a alcançar resultados ainda melhores.

Facebook Comments

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.