O que é marketing viral? 3 dicas para criar uma campanha [com exemplos]

A busca pelo o que é marketing viral geralmente está associada a vontade de dominar as técnicas que vão fazer a mensagem da sua empresa, produto ou serviço, alcançar milhares de pessoas. Ou melhor, cair na boca do povo!

O marketing viral realmente é uma forma inteligente e estratégica de compartilhar uma mensagem, mas ele não é simples de fazer.

É preciso considerar uma série de características e elementos que juntos ampliam a sua capacidade de alcance. 

O que é marketing viral? 

Ao contrário do que muita gente acha o marketing viral não é, exclusivamente, um vídeo engraçadinho compartilhado por milhões de pessoas.

O marketing viral pode ser concebido como um game, como um quiz, um conteúdo relevante, um podcast, uma imagem, ou qualquer outro formato que seja disponibilizado gratuitamente e possa ser facilmente compartilhado.

E essa é a principal característica do marketing viral: a capacidade de compartilhamento da mensagem, independente do seu formato.

Além do formato usado, também é possível criar campanhas virais que não sejam engraçadas, mas que despertam emoção, gerem identificação, compaixão e/ou empatia.

De maneira geral, um conteúdo viral é:

  • engraçado;
  • embaraçoso;
  • dramático;
  • emocional;
  • ou útil.

Nem todas essas características estão presentes juntas em uma mesma campanha. Você pode fazer sua própria receita.

Na campanha do metrô da Austrália (sim uma campanha de metrô), você encontra um mix inesperado dessas características para informar o público sobre a importância do cuidado com a própria segurança nas estações de metrô.

Esse é sem dúvida um dos cases que mais exemplificam o que é marketing viral e como ele pode realmente ser útil, além de engraçado!

Geralmente o marketing viral faz parte de um planejamento estratégico de marketing que envolve outras ações e táticas que atendam a diferentes objetivos de divulgação de sua empresa. 

Isso porque o marketing viral não tem um apelo direto para a geração de leads ou conversão de cliente. Ele se concentra em alcançar o mais número de pessoas possível.

De qualquer forma, como ponto de partida você pode buscar inspiração nas personas de sua marca.

Afinal, o que pode ser engraçado para ela?

O que é emocionante?

O que está de acordo com a sua visão de mundo?

Um exemplo de marketing viral que responde bem a todas essas perguntas é a campanha da Dove: “Escolha Bonita”. Sem spoilers, te convidamos a assistir ao vídeo abaixo!

Dicas para aplicar o que é marketing viral

Agora que você já domina o conceito central sobre o que é marketing viral, indicamos que conheça os passos abaixo, para que a criação da sua campanha seja mais eficaz e ofereça bons resultados.

1. Conteúdo simples, claro e de fácil compartilhamento

O conteúdo, independente do formato e do apelo usado, deve ser gratuito, de fácil compartilhamento e ter uma mensagem clara e direta. A linguagem deve ser coloquial e o conteúdo de interesse geral.

Não solicite nenhum dado para o acesso ao material. Deixe que ele siga sendo compartilhado sem imposições. 

Para isso as redes sociais são os canais mais relevantes que você vai usar. 

92% das pessoas que assistem vídeos online em dispositivos mobile compartilham com seus amigos, por isso o formato audiovisual pode ser o mais indicado para quem está em busca de como aplicar o que é marketing viral.

2. Trabalhe com o elemento surpresa

Criatividade e surpresa são elementos fundamentais para uma campanha de marketing viral.

Ninguém vai compartilhar um vídeo comum que não cause o efeito “uau”, nem provoque risos, ou a sensação de “nossa, isso realmente é relevante”!

Para trabalhar com o efeito surpresa nossa dica é que você esteja atento aos assuntos que estão sendo abordados no mundo, não apenas dentro do seu nicho. A partir disso, identifique como a sua empresa, produto ou serviço pode passar uma mensagem criativa, relevante e atual.

A campanha The Clichè da cervejaria Heineken é um excelente exemplo do efeito surpresa sendo trabalhado em uma campanha viral. Ela é engraçada desde o início, mas é no final  que ela alcança o auge e faz você querer mostrar pra todo mundo que você conhece.

3. Seu produto ou serviço é apenas o pano de fundo

Não foque no produto, mas na mensagem que ele transmite por meio do conteúdo criado. 

A sua marca deve estar presente de maneira natural, sem que roube a atenção no vídeo.

Apresentar ela no dia a dia das pessoas é a forma mais inteligente de mostrar como ela pode ser útil, mesmo que esse não seja o objetivo inicial da campanha.

Você já se imaginou compartilhando um conteúdo altamente publicitário? É muito difícil que isso aconteça.

Por isso, priorize que a mensagem compartilhe mais os valores da marca e do produto do que suas funcionalidades. Essa é uma técnica que vai te ajudar a definir o tema do material e como ele pode ser concebido.

O vídeo abaixo mostra uma campanha viral que foi um sucesso em seu lançamento. A TIM usou o sucesso Eduardo e Mônica em uma versão moderna para alcançar uma audiência de milhões de pessoas.

Marketing viral como parte da sua estratégia

Como falamos anteriormente, o marketing viral é apenas parte de uma estratégia de marketing. 

Seus objetivos são alcance e visualização e até um pouco de branding.

Quando se trata de marketing digital o céu é o limite e você pode alcançar muitas pessoas e gerar muitos negócios por meio de uma coleção de estratégias.  

Se você precisar de ajuda para iniciar sua estratégia ou implementar campanhas eficazes, os especialistas em automação de marketing digital da LAHAR estão aqui para ajudar.Com um sistema completo ajudamos sua empresa crescer mais. Crie sua conta e experimente grátis por 15 dias.

Facebook Comments

Deixe uma resposta