5 dicas práticas de Link Building

Link building é sem sombra de dúvidas um dos trabalhos mais árduos em SEO, mas  em contrapartida é também o mais recompensador.

Mas e aí? O que é link building? De forma bem simples, link building é trabalho de adquirir links / backlinks de outros sites para o seu.

Pode até parecer algo simples mas é um dos principais fatores de ranqueamento. Quer saber por que?

Os buscadores (Google, Bing, etc) sempre deram importância para os backlinks. É através deles que eles encontram os mais diversos tipos de sites e são capazes de adicioná-los ao seu índice.

Hoje eles são muito importantes, mas não são os únicos fatores de ranqueamento mas são um dos principais.

Isso aconteceu principalmente por conta da evolução dos buscadores, principalmente o Google.

Ele atualiza seus algoritmos diversas vezes ao longo dos anos. A cada atualização grande, os critérios de ranqueamento vão ficando mais precisos e inteligentes.

Houve uma época onde ter milhares de backlinks de qualquer site significava para o Google que o seu site era relevante e merecia estar em primeiro.

Hoje, milhares de backlinks sem muito contexto significa punição.

Agora que você já entendeu o que é link building e como ele é importante dentro do universo de SEO, que tal ter acesso a 5 dicas bem práticas que você poderá colocar em prática agora mesmo?

É sobre isso que esse post falará

Dica 1 – Utilize Guestposts em sua estratégia

dicas de link buildingGuest posts são posts feitos por convidados, ou seja, quando uma pessoa é convidada para escrever em um site ou blog em que não é o dono.

Guest post é diferente de publi post. Em um guest post não há transação financeira. O dono do site autoriza a postagem do convidado porque acredita que o post agregará valor ao blog ou site.

Esse post é um guest post. Nós, da Search Lab, estamos escrevendo para o blog da Lahar.

Para conseguir guest posts há um ponto fundamental que é conhecer o assunto do site ao qual abordará.

Ex: Sabemos que SEO é importante para o processo de Inbound e não vimos conteúdos sobre link building no blog. Por isso, sugerimos esse conteúdo e acreditamos que agregará valor para os leitores do blog.

Vemos muitas empresas que buscam na estratégia de guest post somente a aquisição de backlinks e não um bom conteúdo, onde o backlink será parte dele.

Como encontrar oportunidades para guest posts?

Quando você deseja procurar algo, você utiliza o Google, certo? Para buscar oportunidades de guest posts, você fará a mesma coisa.

Ponto 1 que temos que ter em mente: Como as empresas identificam guestposts?

  • “Guest post”;
  • “Guestpost”;
  • “Autor convidado”;
  • “Envie seu post”;
  • “Envie seu artigo”;
  • “Aceito guest post”.

dicas práticas de Link Building

Estas são apenas algumas formas de identificar blogs e sites que aceitam guestposts. Realize essas buscas, navegue entre as páginas e veja quais sites tem fit com o seu negócio.

Nesse caso vale navegar até página 4 do Google. =)

Leia também: Como realizar buscas no Google – 4 dicas práticas

Como entrar em contato com os donos dos sites ou blogs?

Depois de encontrar os sites e listar todos em uma planilha, é a hora de entrar em contato com eles.

Não tem muito mistério.

Se você tiver um bom conteúdo para agregar ao site, é só mandar um e-mail ou formulário de contato sendo bem objetivo e educado com o seu pedido.

Abaixo segue um template que pode ser utilizado:

Olá, [nome da pessoa]!
[saudação – bom dia, boa tarde, boa noite]!
Estou entrando em contato porque gostaria de saber se aceitam guestposts.
Sou da [empresa], uma empresa [momento de explicar o que sua empresa faz].
[Parágrafo onde você deverá expor para a pessoa alguns feitos da sua empresa, como conteúdos com boa performance, webinars com boa performance, conteúdos em grandes portais, etc]
Como somos especialistas em [tema], podemos falar sobre [quais tópicos você pode falar sobre?].

Pensamos em algumas ideias, como:
[Ideia de conteúdo 1]
[Ideia de conteúdo 2]
Caso aceitem guestposts e tenham gostado dos temas, por favor, avisem-me qual é o mais interessante para a audiência do blog.
[Saudação – Abraços, Atenciosamente…],
[Nome – Cargo ou Nome]
[Empresa]

Dica 2 –  Broken link building

Imagine a seguinte situação: você está lendo um conteúdo muito bom sobre um determinado tema, ele está esclarecendo algum problema que você tem e indica para você uma outra leitura através de um link.  Quando vai clicar no link, ele cai em uma página 404. =/

Já passou por essa situação? Ela é bem constrangedora, não?

Quando isso acontece, você clicou em um link quebrado.

Você pode ajudar essas pessoas que estão com links quebrados com seus conteúdos, desde que isso faça sentido.

Para isso você precisar de uma extensão do Google Chrome, chamada Check my Link, que ajudará no processo de identificação desses links quebrados.

Além disso, você precisará saber onde existem backlinks relacionados ao seu nicho ou concorrentes.

Como entrar em contato com os donos dos sites ou blogs?

Com esses dados em uma planilha, você precisará entrar em contato com os donos dos sites ou blogs para solicitar a troca dos links quebrados por um link ativo seu.

Assim como na primeira dica, se o seu conteúdo / link trouxer valor para o blog,  não há o que temer. É só mandar um e-mail educado e objetivo explicando a sua ideia.

Abaixo segue um template que pode ser utilizado:

Olá, [nome da pessoa]!
[saudação – bom dia, boa tarde, boa noite]!
Estou entrando em contato porque li o seu conteúdo [nome e link do conteúdo], que ficou muito bom.

Ele está com um link quebrado para a página [url do link quebrado]. Nós possuímos um conteúdo sobre o mesmo tema [URL].

Se achar o conteúdo interessante, poderia substituir o link quebrado pelo link do nosso conteúdo?

[Saudação – Abraços, Atenciosamente…],
[Nome – Cargo ou Nome]
[Empresa]

Dica 3 – Citações sem link

Se você trabalho com assessoria de imprensa, eventualmente sua empresa pode ser citada em veículos e releases sem links para o seu site.

Nesse caso de assessoria pode ser ainda mais fácil fazer com que o veículo insira o link, afinal de contas, já há um relacionamento com o veículo.

O assessor precisará apenas explicar a importância do link, como por exemplo:

Olá, [nome do contato]!

Tudo bom?

Vi que publicou a matéria sobre [o tema ou release que enviou].

Teria como inserir um link para https://www.seusiste.com.br na palavra [qual palavra]?

Como o [nome do veículo] é um portal / blog de grande acesso, ter um link ajudará na experiência do leitor.

Caso tenha alguma dúvida na inserção do link, estou à disposição.

[Saudação],

[Nome]

[Empresa]

Simples, não é?

Há também uma outra forma de acompanhar essas citações.

A ferramenta SEMrush possui uma funcionalidade chamada brand monitoring que monitora os locais onde sua marca é citada.

O mais bacana é que nela você pode cadastrar variações de escrita da sua marca.

A partir dos resultados, basta você entrar em contato com os donos dos sites / blog solicitando a inserção do link.

A abordagem pode ser bem parecida com a do assessor, você só terá que se apresentar como [nome], [cargo] da [empresa].

Como o veículo já citou a marca, há uma boa probabilidade de inserirem o link.

Dica 4 – Monitore o trabalho de link building dos seus concorrentes

dicas práticas de Link Building

Como informamos no início do post, os backlinks são importantíssimos para o ganho de ranqueamento.

Entretanto uma dúvida sempre irá pairar na cabeça de quem trabalha com link building: quantos links precisarei para melhorar o meu posicionamento?

Infelizmente não há uma resposta definitiva para essa questão, porém, ao acompanhar a concorrência você consegue comparar o seu movimento com o da concorrência.

Ex: Se você conseguiu 5 backlinks em 3 meses e o seu principal concorrente conseguiu conseguiu 500 no mesmo período, fica claro que você precisará acelerar bastante o seu trabalho de link building para conseguir ultrapassar o seu concorrente.

A ferramenta SEMrush possui um relatório bastante visual ótimo nesse sentido.

Através dele você consegue acompanhar o volume de backlinks adquiridos e perdidos nos últimos 03 meses ou 12 meses de um determinado site.

Dica 5 – Métricas importantes para o trabalho de link building

Como descobrimos que vale a pena adquirir um link em um determinado site? Através de alguma métricas, que serão explicadas agora.

DA – Domain Authority (força ou autoridade do domínio)

A força do domínio (ou autoridade do domínio) é o valor cumulativo de um domínio inteiro. Em vez de olhar para o valor de páginas individuais, analisamos o domínio como um todo para entender se ele é forte / relevante ou não.

O DA é calculado pelo Moz e é executado em uma escala de 0 a 100, sendo 100 a mais alta.

Ele usa vários sinais retirados do rastreador Moz e tenta prever o desempenho de um domínio nos resultados da pesquisa.

Para ter acesso ao DA de um domínio você pode usar as seguintes extensões de Google Chrome:

PA – Page Authority (força ou autoridade da página)

Haverão oportunidades de aquisição de links em uma página que já existe em um site (como no caso das citações e no broken link building) e também haverão oportunidades em páginas recentemente criadas.

Em casos como este, você deve avaliar o quão forte é a página para que você saiba se valerá a pena ou não.

Para isso utilizaremos o indicador Page Authority (PA), que é outra criação da Moz.

Esse indicador é muito semelhante à autoridade do domínio (DA), exceto que ele se aplica somente a uma única página em vez de um domínio inteiro.
Quanto maior for a autoridade da página (PA) , maior será a probabilidade de ajudá-lo com seus esforços de SEO.
Para ter acesso ao DA de um domínio você pode usar as seguintes extensões de Google Chrome:

Texto Âncora

O texto âncora pode fornecer ao Google uma indicação do assunto da página a ser vinculada.

Portanto, se eu tiver vinculado a uma página usando as palavras “rotinas do departamento de RH”, é provável que a página vinculada contenha informações sobre rotinas deste departamento.

O Google pode então usar essas informações como parte de seus algoritmos de classificação.

Nesse caso, eles podem decidir que a página que está sendo vinculada deve ter uma classificação mais alta para a palavra-chave “rotinas do departamento de RH” e variações aproximadas.
Entretanto parece que a força do texto âncora como sinal de ranqueamento está alterando por conta das atualizações dos algoritmos do Google mas mesmo assim o texto âncora continua sendo importantíssimo, pois é um traço semântico do backlink.

Posição do link

Há alguns anos atrás, as pessoas lotavam de links o footer ou outra parte do site que não atraia tanta leitura.

Porém como falamos, o Google atualiza constantemente seus algoritmos e hoje ele consegue identificar o posicionamento do link dentro de uma página e pode optar por valorizá-lo de maneira diferente.

Se o link estiver no rodapé de uma página, o Google poderá reduzir o valor desse link, pois supõe que não seja um ótimo link para os usuários (caso contrário, não seria “escondido” no rodapé).

Linking Root Domains (quantos domínios estão associados?)

Os domínios associados / vinculados são relevantes para o ganho de ranqueamento.

Quando falamos domínios associados, queremos dizer o número de domínios distintos que possuem backlinks para o nosso site e não o número total de backlinks.
O número de domínios é mais relevante que o número total de backlinks, pois é uma indicação melhor da verdadeira popularidade de um site para o Google.

Nesse ponto aqui também vale analisar o quanto o domínio está associado ao seu nicho.

Ter links de domínios associados ao seu nicho é ainda mais relevante.

Leia também: Link Building: diferentes tipos de estratégias para o seu negócio

Conclusão

Segundo o Google, os backlink ainda possuem um papel importantíssimo no processo de ranqueamento.

Sendo assim, um bom trabalho de link building é um dos principais pontos dentro de uma estratégia de SEO.

Nesse post vimos apenas 5 dicas / táticas. Porém, existe um horizonte de oportunidades, o que deixa claro que esse processo não é simples.

Entretanto, com essas dicas já dá para iniciar um plano de link building e colher resultados em DA, tráfego e no ganho de autoridade da empresa.

O que achou das dicas do post? Deixe seu comentário.