Guia para uma análise de SEO completa de seus concorrentes com o SE Ranking

Para superar seus concorrentes no SERP, obter mais tráfego, conversões e mais leads, você deve primeiro estudar seus concorrentes por completo. Desta forma, poderá conhecer os pontos fortes e fracos de suas estratégias de SEO e desenvolver seu próprio plano de ação, levando em consideração o estado atual do mercado em seu nicho.

Apresentamos aqui os detalhes do que consiste uma pesquisa completa de SEO dos seus concorrentes e como fazê-lo com ferramentas modernas.

O que é uma análise de concorrentes?

A análise de concorrentes em SEO é um estudo detalhado de diferentes aspectos da saúde dos sites de seus concorrentes. Esse tipo de análise envolve verificar as posições dos concorrentes nos resultados de pesquisa, seu tráfego, CTR, páginas principais nos SERP, palavras-chave que funcionam melhor para eles, autoridade do domínio, backlinks e muito mais com a ajuda de ferramentas profissionais.

Quem deve realizar uma investigação dos concorrentes?

Seja escolhendo um nicho para seu novo negócio ou decidindo por um novo vertical de negócios, você precisa de uma análise completa de seus potenciais concorrentes. Se você já tem um negócio, mas não está 100% satisfeito com os resultados ou deseja alterar preços, marketing, etc., também precisa de uma nova análise de concorrente. É por isso que a análise da concorrência deve ser feita por proprietários, fundadores e gerentes de pequenas empresas, bem como por especialistas em marketing e SEO.

Por que você precisa monitorar a competição?

A análise da concorrência ajuda a promover um produto no mercado de forma eficaz. A análise competitiva mostra:

  • quem é o seu verdadeiro concorrente;
  • quais estratégias seus concorrentes estão usando;
  • como seus concorrentes estão fazendo;
  • quais são as principais fontes de tráfego para o site de seus concorrentes;
  • como seus concorrentes usam ferramentas de publicidade e quais são seus orçamentos;
  • que direção você deve tomar para aumentar a cobertura de mercado e os lucros;
  • como se diferenciar da concorrência e destacar suas vantagens;
  • como demonstrar a exclusividade do produto e atrair um público-alvo adicional.

Ao saber tudo sobre seus concorrentes e suas estratégias de promoção online, você pode criar sua própria estratégia e torná-la mais bem-sucedida.

Em que consiste uma boa análise de SEO do concorrente?

Ao pesquisar sua concorrência, observe os seguintes dados:

  • Tráfego orgânico;
  • Mudanças no ranking;
  • Palavras-chave orgânicas (com bom desempenho, novas e ausentes);
  • Principais páginas em busca orgânica com porcentagem de tráfego;
  • Comparação semântica;
  • Volume de tráfego pago e custo total de tráfego;
  • Palavras-chave para publicidade paga;
  • Principais páginas na pesquisa paga;
  • Autoridade do domínio e da página;
  • Número de backlinks e domínios de referência, etc.

Parecem métricas demais, certo? Felizmente, as ferramentas profissionais permitem que você analise o desempenho de SEO de seus concorrentes com apenas alguns cliques. Uma dessas ferramentas é o SE Ranking. Eles oferecem uma ferramenta multifuncional de pesquisa de concorrentes muito fácil de usar. Tanto os especialistas em SEO quanto os proprietários de empresas podem usá-lo para verificar o tráfego de outro site, palavras-chave, campanhas pagas e muito mais. Portanto, a seguir apresentamos todas as etapas de uma análise competitiva completa com exemplos da plataforma referida.

Portanto, vamos prosseguir para nosso guia passo a passo para uma análise completa do concorrente.

Etapa 1. Identifique seus concorrentes

Portanto, a primeira coisa que você precisa fazer é identificar seus concorrentes. Às vezes, essas empresas estão longe de ser as empresas que primeiro vêm à mente. Na verdade, todos os concorrentes podem ser divididos em três grupos:

  • Os concorrentes diretos competem diretamente pelos seus clientes.
  • Os concorrentes potenciais vendem os mesmos produtos ou serviços e têm como alvo os mesmos tipos de clientes, mas eles não funcionam em sua área de mercado. Por exemplo, se você vende livros no Rio de Janeiro, uma livraria em Salvador será seu concorrente potencial.
  • Concorrentes indiretos são empresas da mesma categoria, mas seus produtos ou serviços são diferentes dos seus. Por exemplo, você vende livros de drama e seu concorrente indireto vende livros infantis.

Pense nessa lista ao identificar seus concorrentes. Além disso, preste atenção à escala, ao orçamento de marketing e ao tráfego ao listar seus concorrentes. Eles devem estar mais ou menos no mesmo nível se compararmos esses parâmetros.

Mas como você encontra seus concorrentes? Você pode começar com a ferramenta SE Ranking que já mencionamos. Sua ferramenta de pesquisa de concorrentes gera automaticamente uma lista de concorrentes orgânicos com base nas palavras-chave que eles usam e em seu volume de tráfego. Alguns deles podem ser seus concorrentes diretos.

Além disso, a ferramenta também mostra concorrentes pagos: aqueles que usam o Google Ads. Na verdade, o relatório de pesquisa competitiva é dividido em duas partes principais: orgânico e pago.

Se você ainda não tem um site, mas gostaria de saber quem são seus possíveis concorrentes, você pode usar outro módulo SE Ranking chamado ferramenta de pesquisa de palavras-chave. Insira sua palavra-chave inicial (por exemplo, “Café Curitiba”) e você verá as 100 principais páginas SERP para esta consulta, bem como outras palavras-chave relacionadas e semelhantes, além do volume de pesquisa para cada uma.

Essa mesma ferramenta também o ajudará a encontrar seus concorrentes diretos com base em suas palavras-chave alvo. Basta especificar as palavras geograficamente ou pensar sobre as intenções de compra ao pesquisar concorrentes usando consultas específicas. Se você escrever apenas uma consulta informativa, provavelmente verá artigos e sites informativos, e não é isso que você está procurando.

Portanto, como resultado da etapa 1, você precisa fazer uma lista de seus concorrentes que analisará mais de perto nas próximas etapas.

Etapa 2. Conheça suas fontes de tráfego

Agora que você tem uma lista de concorrentes, é hora de examinar minuciosamente suas estratégias de SEO. Vamos começar com o tráfego, já que essa métrica indica o volume de audiência e clientes potenciais da marca. Isso é o que você deve estudar sobre cada concorrente usando as diferentes seções da ferramenta SE Ranking Competition Research (Pesquisa de Concorrentes):

  • Tráfego estimado. Analise o volume de tráfego do site nos últimos meses e preste atenção às oscilações de tráfego. Analise quais mudanças o site apresentou em cada momento.
  • Fontes de tráfego. Pode ser orgânico (orientado para SEO), referral (de websites terceiros), pago e direto. Além disso, alguns usuários chegam ao seu site por meio de campanhas de marketing por e-mail e mídia social. Preste atenção especial aos sites com maior proporção de tráfego orgânico, pois são eles que fazem o melhor SEO. Você pode aprender com eles sobre o uso de palavras-chave.
  • Custo do tráfego. Se as empresas estiverem promovendo por meio do Google Ads, você verá o custo por clique, bem como o volume de tráfego de cada página promovida por meio de anúncios pagos. Ao analisar essa métrica, você pode planejar melhor seus próprios custos de publicidade.
  • Palavras-chave que direcionam tráfego para o site. Pesquise as principais palavras-chave para as quais seus concorrentes estão obtendo mais tráfego. Na ferramenta SE Ranking Competitor Research (Pesquisa de Concorrentes), você pode encontrar esses dados nas seções Palavras-chave orgânicas e Palavras-chave Pagas.

Etapa 3. Espiar as palavras-chave orgânicas da concorrência

Agora, vamos mergulhar nas palavras-chave orgânicas da concorrência. Sua tarefa é analisar as palavras-chave que geram mais tráfego para seus concorrentes, porque se funcionarem bem para eles, podem funcionar bem para você.

Você pode usar a seção Mudanças de classificação da ferramenta Pesquisa de Concorrentes para rastrear palavras-chave novas, perdidas, melhoradas e desvalorizadas usadas por seus concorrentes. Você encontrará informações completas sobre suas classificações, volume de pesquisa, estimativa de tráfego, CPC e uma visão geral dos resultados de pesquisa por país.

Na verdade, há muitas informações e você pode clicar em cada palavra-chave que seus concorrentes estão usando para ver os 100 primeiros resultados dessa palavra-chave, bem como todas as métricas básicas. Isso permitirá que você conheça as palavras-chave que funcionam melhor para seus concorrentes, bem como as que não funcionam e as consultas onde a concorrência é muito alta e onde o SERP já está preenchido de grandes marcas e websites.

Etapa 4. Encontre falhas no conteúdo

Ao analisar as palavras-chave de seus rivais, você pode obter mais ideias para seu próprio núcleo semântico, bem como comparar as palavras-chave que você e seus concorrentes usam. Além disso, você pode detectar algumas palavras-chave que perdeu e que outros concorrentes já estão usando com sucesso.

Para realizar essa pesquisa na ferramenta Pesquisa de Concorrentes, acesse a guia Comparação de Concorrentes, escolha dois concorrentes e seu próprio site e compare a semântica.

  • A guia “Comum” mostrará as palavras-chave que todos usam.
  • A guia “Palavras-chave ausentes” mostrará as consultas que seus concorrentes usam, mas não você.

Você pode classificar todas as palavras-chave nessas guias por volume de pesquisa, CPC, nível de concorrência e número total de páginas presentes no SERP. Isso o ajudará a analisar essas questões e decidir se são relevantes para você ou não.

Etapa 5. Aproveite as oportunidades de conteúdo

Ao analisar o conteúdo de seus concorrentes, você pode descobrir quais tópicos eles cobrem e quais não, para que possa superá-los ao escrever um conteúdo envolvente sobre um tópico que seus concorrentes ainda não escreveram.

Além disso, examinando as páginas principais de seus concorrentes no SERP, você pode descobrir quais artigos têm uma boa classificação e quais palavras-chave eles classificam. Você pode começar a escrever um artigo sobre o mesmo tópico “atual” com as mesmas palavras-chave, mas torná-lo ainda mais interessante, mais longo e melhor estruturado.

Você pode usar a ferramenta de pesquisa de palavra-chave do SE Ranking para ver quem está no topo da pesquisa por qualquer palavra-chave e examinar suas páginas principais, especialmente as de seus blogs. Em seguida, analise as palavras-chave e o comprimento do artigo dessas páginas, isso dará trabalho ao seu redator de SEO!

Etapa 6. Rastrear o histórico do perfil do link

Backlinks ainda são um componente importante na classificação do seu site em 2021. O truque é obter backlinks apenas de fontes confiáveis ​​com alto domínio de confiança. Procurar backlinks nesses sites pode ser muito longo e cansativo, então analisar seus concorrentes para encontrar sites para criar links não é uma má ideia. Na verdade, se você tem uma lista de sites dos quais seus concorrentes obtêm backlinks, não precisa procurar doadores por conta própria; seus rivais já fizeram a maior parte do trabalho.

No entanto, existem alguns pontos aos quais você deve prestar atenção:

  • Qualidade dos backlinks. Os sites recebem muitos backlinks de diferentes fontes, mas nem todos podem ser considerados bons. A principal métrica de SEO aqui é a confiança de domínio. Geralmente, um doador é considerado fraco quando tem um domínio de confiança inferior a 40. Isso pode ser porque eles têm backlinks de baixa qualidade ou porque são um site jovem ainda trabalhando para melhorar a confiança do domínio. Portanto, se você deseja analisar concorrentes potenciais (recém-chegados), verifique manualmente o perfil do link do site para ver como ele melhora o seu perfil de link.
  • Backlinks no-follow vs. do-follow. As tags Nofollow são normalmente usadas para backlinks pagos e seu único benefício é que podem atrair leads (tráfego) e aumentar o reconhecimento da marca. Ao examinar os doadores de quem seus concorrentes obtêm backlinks, preste atenção especial àqueles que postam links sem a tag “nofollow”.
  • Backlinks ausentes. Se ao comparar os perfis de links de seus concorrentes com os seus, você perceber que se todos eles obtêm links de um site como exemplo.com, pode ter certeza de que está perdendo uma oportunidade, já que esse site definitivamente colabora com empresas como a sua.

Para obter informações completas sobre os perfis de links de seus concorrentes, acesse a ferramenta SE Ranking – Verificador de Backlinks. Esta ferramenta analisa links de todos os ângulos possíveis. Basta inserir o endereço do site do seu concorrente e você obterá informações completas sobre as seguintes métricas:

  • Autoridade do domínio;
  • Autoridade da página;
  • Número de domínios de referência;
  • Relação dofollow e nofollow;
  • Âncoras dos principais domínios de referência;
  • Âncoras dos backlinks principais;
  • Backlinks patrocinados;
  • Backlinks novos e perdidos, etc.

Ao analisar os backlinks de seus concorrentes, tente descobrir sua estratégia. Preste atenção na frequência com que eles obtêm novos backlinks e qual é a autoridade do domínio de seus doadores. Determine os sites dos quais seus concorrentes recebem mais backlinks e quais âncoras eles usam. Salve seus melhores backlinks para criar sua própria estratégia de backlinks e torná-la mais eficaz.

Etapa 7. Examine a estrutura da página e UX

A UX ou experiência do usuário e a estrutura da página desempenham um papel importante no posicionamento, uma vez que se referem a fatores comportamentais. Comparar as páginas semelhantes de seus concorrentes ajudará você a entender alguns problemas que fazem com que seus concorrentes tenham uma classificação melhor do que a sua. Também será útil se você estiver desenvolvendo a estrutura e o design do seu site e deseja aprimorá-los ainda mais.

Aqui estão algumas áreas às quais prestar atenção especial em termos de estrutura:

  • Títulos e meta descrições. Esses dois constituem o trecho que aparece nos resultados da pesquisa. Analise as palavras-chave que seus concorrentes usam em seus títulos e descrições, bem como seu comprimento e se são atrativas ou não.
  • H1 e outros cabeçalhos. O Google adora páginas bem estruturadas, então preste atenção à formatação e ao texto da página de seus concorrentes, quantos níveis de títulos eles usam e se eles usam palavras-chave neles.
  • Migalhas de pão (Breadcrumbs). Breadcrumbs são parte do esquema de navegação que mostra aos usuários exatamente onde eles estão e destaca a hierarquia das páginas. A localização atual torna a navegação mais fácil para os usuários e para o SEO, reduzindo a taxa de rejeição. Portanto, lembre-se de que seus concorrentes usam migalhas de pão e sua aparência.
  • Estrutura do URL. Preste atenção aos níveis de aninhamento das URLs e se seus concorrentes usam URLs amigáveis ​​em vez de combinações de letras, números e hifens que são difíceis de entender.

Quanto à UX, examine a arquitetura geral e a navegação do site. Teste a velocidade de carregamento do site da concorrência e a capacidade de resposta em dispositivos móveis – esses fatores estão se tornando cada vez mais importantes para o SEO, especialmente agora que a próxima atualização da Experiência da Página está próxima.

Use a auditoria em página de SEO do SE Ranking para verificar o quão bem uma página da web está otimizada para uma determinada consulta. Você verá detalhes sobre o título, meta descrição, estrutura de URL, densidade de palavras-chave, número total de palavras-chave, consultas principais e muito mais. Isso o ajudará a trabalhar melhor em suas páginas e evitará cometer os mesmos erros que seus concorrentes possam cometer.

Depois de realizar as verificações de página necessárias, navegue pelas páginas do site do seu concorrente por conta própria. Compare a estrutura e as seções do seu site com as do seu concorrente para identificar as diferenças que podem afetar a classificação do site e ver o que está faltando.

Etapa 8. Encontre palavras-chave Pagas de Concorrentes

Mesmo que você ainda não pretenda veicular anúncios pagos, conhecer as chaves PPC de seus concorrentes pode ser muito útil no desenvolvimento de sua estratégia de marketing. Imagine que seus concorrentes estejam pagando pelas impressões de certas palavras-chave. Nesse caso, eles são provavelmente bastante lucrativos e você pode usá-los para classificar na pesquisa orgânica ou, inversamente, evitá-los se o CPC for muito alto e você não estiver pronto para pagar mais do que outros concorrentes.

Para acompanhar as palavras-chave que seus concorrentes estão usando para campanhas de anúncios pagos, vá para a ferramenta Pesquisa de Concorrentes, insira o endereço do seu concorrente, escolha a seção Pesquisa de tráfego pago e a seção Palavras-chave. Lá você encontrará a lista completa de palavras-chave com as quais a empresa está lançando anúncios pagos, bem como seu volume de pesquisas, posições (e suas alterações), taxas de concorrência, URLs de páginas promovidas, etc.

Etapa 9. Analise os anúncios PPC

Vamos continuar analisando os anúncios do concorrente. Um dos maiores desafios para qualquer empresa é criar uma cópia do anúncio, pois ela precisa ser curta e envolvente. As empresas testam diferentes variações de anúncios e, às vezes, até mesmo a modificação de uma palavra pode aumentar drasticamente a CTR e levar a conversões mais altas.

Estudar os anúncios de seus concorrentes pode ajudá-lo a escrever suas tags de título e descrição. Você entenderá quais ofertas funcionam melhor, quais informações devem ser especificadas no snippet, etc.

Para estudar exaustivamente os anúncios de seus concorrentes no Google Ads, você só precisa usar a ferramenta de pesquisa competitiva do SE Ranking. Na seção Histórico de anúncios, você verá as seguintes informações:

  • Tráfego recebido dos anúncios para cada palavra-chave e sua participação no tráfego;
  • O número de anúncios que incluem uma determinada palavra-chave;
  • Volume de pesquisa;
  • Custo por clique;
  • Textos de anúncios completos em diferentes períodos de tempo.

Em resumo

A pesquisa de concorrentes permite que você obtenha legalmente muitas informações sobre como seus concorrentes estão se promovendo online. Isso é muito importante se você está pensando em iniciar um negócio em um nicho específico, mudando verticais ou melhorando seus resultados atuais.

Graças a ferramentas modernas como o SE Ranking, você pode estudar a presença online de seus concorrentes literalmente de todos os ângulos, desde o volume e a origem do tráfego até a análise completa de anúncios pagos, sua cópia e os meses em que eles lançam esses anúncios. Isso permite que você planeje melhor suas próprias atividades promocionais e evite erros com base na experiência da competição.

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.