Como impulsionar o SEO do seu site usando marketing visual

O uso do marketing visual pode impulsionar a sua estratégia de SEO, mas muitas vezes ele é deixado de lado e os profissionais se concentram em otimizar apenas o conteúdo escrito para mecanismos de pesquisa.

As imagens podem ter um impacto bastante perceptível no rankeamento do Google, o que influencia o número de visitantes que os sites recebem. É com as classificações orgânicas do Google em mente que você precisa criar o seu plano de marketing visual antes de investir tempo, esforço e dinheiro para criar recursos visuais.

A qualidade de seus recursos visuais afetará o envolvimento dos visitantes do seu site com seu conteúdo e, como resultado, afetará o seu SEO. Mas quando falamos sobre imagens de alta qualidade, muitas empresas imediatamente recorrem a fotos de banco de dados de alta qualidade. Não é a mesma coisa. 

Pesquisas mostram que 55% dos profissionais de marketing usam recursos visuais em todo conteúdo criado e 91% das pessoas preferem conteúdo visual ao escrito. Se você não faz uso desses recursos e não está planejando fazer, você está perdendo oportunidades fundamentais de alcançar o seu público. Veja neste infográfico números que mostram a importância do marketing visual:

Dentre os tipos de recursos visuais, as fotografias de banco de dados tornaram-se muito recorrentes e facilmente reconhecíveis, a ponto de deixar os usuários entediados com sua aparência e até sentirem que não podem confiar em um site que não criou sua própria linguagem visual. 

Por isso, investir em fotos já usadas não é a melhor para usar se você quiser aprimorar seu SEO. A última edição do estudo feito anualmente pela Venngage com milhares de profissionais de marketing apresentando estatísticas de marketing de conteúdo visual mostra que, embora as fotografias ainda sejam um pouco mais utilizadas do que os conteúdos visuais originais (40% a 34%), os gráficos originais funcionam melhor. Eles lideram o ranking de conteúdos que mais ajudaram a atingir os objetivos de marketing, com 40%, enquanto as fotografias ficam bem atrás, com 14%. 

Você deve trabalhar para criar recursos visuais fortes que chamem a atenção dos usuários e também os façam permanecer em seu site. Para isso, o conteúdo visual deve ser envolvente e fornecer aos visitantes informações de forma concisa e rápida, mas que sejam atraentes e estimulem o compartilhamento. Neste artigo vamos apresentar algumas dicas para fazer isso da melhor maneira.

1 – Use Infográficos 

Uma maneira de fazer tudo isso é usar infográficos. Isso é especialmente verdadeiro se o seu site tiver muitos dados. Os infográficos podem transmitir uma grande quantidade de informações de maneiras atraentes e interativas.

Os infográficos da linha do tempo, ou cronogramas, oferecem a opção de transmitir uma variedade de informações – marcos históricos, calendários de eventos, resultados de produtos, até mesmo histórias que tornarão a experiência do usuário muito mais envolvente, como no exemplo abaixo. Se você quiser uma prova, use mapas de calor para analisar como seus leitores passam o tempo em páginas individuais e com quais imagens eles se envolvem mais.

Com a combinação de um infográfico forte e texto relevante, você melhora o seu site e a experiência do usuário e fazem uma grande diferença na forma como eles se relacionam com o seu conteúdo, ajudando a melhorar a sua classificação no Google. 

Criar infográficos não é uma tarefa fácil e, mesmo que sua empresa tenha um designer gráfico interno, pode levar tempo e esforço para fazer um único infográfico. No entanto, se você precisa deles com frequência, o uso de modelos de infográfico diminui a carga de trabalho e permite que você crie conteúdo visual específico para a marca, embora ainda seja altamente personalizável. 

O exemplo abaixo, por exemplo, traz informações apresentadas de forma lúdica e didática e serve tanto para um blog como para uma postagem de imagens em carrossel nas redes sociais. 

2 – Gráficos e tabelas 

Na mesma linha dos infográficos, tabelas e gráficos são uma ótima ferramenta para se comunicar com seu público e mantê-lo interessado. Os gráficos são bastante concisos, o que torna suas informações mais rápidas de serem absorvidas. Os visitantes do seu site têm maior probabilidade de permanecer na sua página se você transmitir suas informações por meio de um gráfico. Eles podem ser usados para mostrar comparações entre produtos ou serviços, e podem apresentar estatísticas importantes para seus clientes.

A melhor coisa sobre essas ferramentas é como elas dividem dados complexos de uma forma visualmente atraente, como você pode ver no exemplo abaixo. Existem várias maneiras de criar ótimos gráficos. As planilhas do Excel e os templates de gráficos oferecem flexibilidade para criar conteúdo de maneira mais rápida e eficiente.

3 – Escreva alt texts otimizados

Além de começar a usar infográficos para comunicar informações e dados de maneira atraente, você precisa garantir que os seus infográficos sejam otimizados para o Google. Assim como acontece com as imagens em geral, os infográficos não são facilmente indexados pelo Google sem as palavras adequadas os acompanham. 

A pesquisa de imagens do Google será capaz de indexar o infográfico, mas para impulsionar o SEO do seu site, você precisará que o infográfico e a página para a qual foi enviado apareçam na pesquisa de texto do Google. 

A melhor maneira de fazer isso é escrever um texto de acompanhamento na página que apresenta o infográfico. Isso ajuda o Google a escanear o texto e avaliar o conteúdo para dar à página a classificação que merece. 

Para fazer isso, você deve criar um conteúdo escrito que complemente conteúdo visual. Palavras-chave são cruciais para qualquer conteúdo, e com as imagens não seria diferente. Um ponto que é facilmente esquecido ao criar conteúdo visual é a otimização das alt texts, ou alt tags, que são os textos alternativos atribuídos às imagens. Em resumo, elas permitem que o Google encontre as imagens através das palavras-chave, e por isso são importantes para o rankeamento do seu site.

Se você usar uma imagem no seu site sem uma, os algoritmos dos mecanismos de busca não vão encontrá-la. Ao inserir alt tags adequadas, você permite que os buscadores leiam a imagem no contexto do seu conteúdo escrito. Elas são fáceis de editar, e a maioria dos sistemas de gerenciamento de conteúdo permitem que você mude o texto da alt tag, então fazer isso pode se tornar parte natural do processo de subir uma imagem. 

Ao criar seu texto alternativo, você deve mantê-lo curto, pois o Google achará mais fácil indexar tags mais curtas. Como você não incluiria muitas palavras-chave em seu conteúdo de texto, você deve evitar fazer o mesmo ao usar palavras-chave na alt tag. Os mecanismos de pesquisa captam o excesso de palavras-chave e podem realmente diminuir a classificação do seu site como consequência. No caso do infográfico inserido no início deste texto, poderia ser descritivo e literal: estatísticas de marketing visual.

Concentre-se em usar a alt tag como uma oportunidade de descrever o que está na imagem com palavras, até porque elas geralmente são usadas por leitores de tela para deficientes visuais. Ao otimizar suas alt tags, você não só aumentará seu SEO no Google, mas também alcançará um grupo demográfico que pode não ter conseguido acessar seu conteúdo de maneira adequada antes.

4. Aproveite o compartilhamento de imagens 

Imagens e infográficos são excelentes para compartilhar graças ao seu apelo visual e a facilidade com que podem ser amplamente compartilhados. Quando você cria conteúdo visual para o seu site, blog ou rede social, é provável que outras pessoas que o visualizem e compartilhem ou o utilizem em seus próprios sites, provavelmente com backlinks para a sua página

Esse processo não apenas atinge públicos que você pode não ter conseguido alcançar, mas o uso de backlinks aumenta sua classificação no Google. Se alguém usar suas imagens sem sua permissão, você tem o direito de crédito a você. Para isso, você pode usar a pesquisa reversa de imagens do Google para encontrar sites que estão usando seus recursos visuais e garantir que você está recebendo o devido crédito e descobrir oportunidades de backlinks.

Conclusão

O marketing visual é mais que uma forma eficaz de melhorar o engajamento da sua audiência e do seu público: é também uma forma de aumentar o engajamento das equipes. Junte membros de diversas equipes para fazer um brainstorm e receber feedback. Quando se trata de marketing visual, as equipes podem ser como um público-teste antes de você desenvolver a conclusão da sua estratégia. Com a sua estratégia estabelecida, você pode colocar em prática essas maneiras simples mas efetivas para otimizar o seu marketing visual e ver o seu rankeamento melhorar. 

O marketing de conteúdo mudou a cara da internet e impactou de forma significativa o engajamento das redes sociais, os rankings dos mecanismos de pesquisa e as estratégias de SEO. Mas quando muitos usam práticas antigas de marketing visual não é de se surpreender que não consigam destacar-se da multidão. Por isso, usar recursos visuais impactantes vai fazer o seu conteúdo se sobressair na paisagem da internet. 

Facebook Comments

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.