5 dicas de SEO para sua loja virtual

Toda estratégia digital exige um trabalho em duas frentes: a dos anúncios e a dos conteúdos orgânicos, ou seja, os que você não paga para serem exibidos aos usuários. Os dois têm grande importância para qualquer e-commerce, mas, ao longo deste post, vamos falar sobre o SEO (Search Engine Optimization, ou otimização para ferramentas de busca).

O investimento em SEO deve ser feito para que seu e-commerce seja encontrado em pesquisas no Google e em outros buscadores. Essa estratégia de otimização pode ser dividida em SEO on page e off page. Enquanto o primeiro se refere às ações realizadas nas páginas da sua loja virtual para otimizá-las, o segundo está ligado ao compartilhamento de postagens e inserção de links seus em outros sites que não o seu. 

A seguir, vamos conhecer algumas dicas de SEO on page para que, ao vender pela internet, você possa ser encontrado pelos usuários em suas buscas. Está pronto? 

1. Tenha um site responsivo para mobile

No início do ano, o Google anunciou que, a partir de setembro de 2020, começaria a priorizar os sites otimizados para mobile ao exibir os resultados de busca. Desde 2015 esse já era um dos pré-requisitos da empresa na hora de classificar os endereços, mas agora esse passa a ser o principal deles.

Portanto, ao criar uma loja virtual e carregar seus produtos, você deve ter em mente que seu e-commerce precisa funcionar muito bem em dispositivos móveis. Afinal, não apenas o Google encara esse fator como fundamental, mas os usuários também utilizam cada vez mais seus smartphones para realizar pesquisas de produtos e compras.

Para isso, uma opção é você escolher uma plataforma de e-commerce que forneça um sistema responsivo para mobile, ou seja, que adapte o carregamento do site perfeitamente em celulares e tablets.

Além disso, você pode colaborar na forma como organiza sua loja virtual. Evite carregar produtos demais em uma mesma página. Até 15 artigos é um bom número para evitar problemas na hora de o site abrir.

2. Facilite a navegação no e-commerce

Outro aspecto com o qual você deve se preocupar no SEO on page da sua loja virtual é o da navegação. Além de simplificar o mapa do seu site para que seus visitantes consigam localizar o que buscam com facilidade, os robôs do Google também avaliam esse tipo de coisa.

Por isso, deixe o menu da sua loja virtual visível, bem organizado e exiba todas as categorias de produtos disponíveis.

Uma boa forma de facilitar a navegação é tentar deixar todas as páginas de produto acessíveis a partir da home em até três cliques.  

3. Planeje e utilize palavras-chave

Outra das principais técnicas do SEO on page é a utilização de palavras-chave nos títulos e conteúdos de suas páginas. Para saber quais termos usar, você deve utilizar ferramentas como o Ubbersuggest, gratuito, ou o Ahrefs, pago. Por meio delas, você consegue ver quais palavras são mais buscadas, quais são concorridas e sugestões de termos relacionados.

Uma vez definidas suas palavras-chave para cada página de produto e de categoria, você deve empregar esses termos nos títulos, descrições, URLs e nomes dos arquivos das imagens. Além de sinalizar para os visitantes sobre o que cada uma das páginas fala, os bots do Google serão capazes de identificar os assuntos delas, de modo a apresentar aquelas páginas nos resultados de pesquisa daqueles termos.

4. Tenha foco no usuário

Um dos aspectos que acabam ficando em segundo plano quando se pensa em SEO é a experiência do usuário. Muitos profissionais se preocupam tanto em otimizar seus e-commerces para os robôs do Google, que acabam se esquecendo das pessoas que vão acessar seus sites.

O que muitos deles deixam de observar é que a experiência do usuário também conta no SEO on page. Afinal, o Google também considera o comportamento dos visitantes em um site como um fator para analisar sua relevância.

Imagine que uma pessoa acessa uma loja virtual de difícil navegação, com palavras-chave empregadas ao acaso nas páginas e desiste de procurar o que queria. Com esse comportamento repetido por milhares de pessoas, o Google entende que aquele site não apresenta o que os usuários estão procurando e deixa de exibi-lo de forma recorrente como um resultado.

Portanto, é claro que você deve se preocupar com aspectos técnicos, mas não se esqueça de que o objetivo final é que os potenciais clientes encontrem sua loja virtual, naveguem por ela e decidam comprar algum produto ali. 

5. Utilize o Google Search Console

A última dica é cadastrar seu site no Google Search Console. Essa ferramenta do próprio buscador analisa suas páginas, traz relatórios e aponta aspectos que você pode melhorar em seu sistema.

É possível que alguns pontos do diagnóstico sejam muito técnicos, mas, a partir daí, você pode encontrar o profissional que vai te auxiliar a solucionar esses problemas. Assim, será possível melhorar seu e-commerce aos olhos do Google.

Conclusão

O SEO on page é uma estratégia que não deve ser ignorada em seu plano de marketing. Apesar de levar algumas semanas para começar a dar resultado, a otimização para buscas orgânicas pode trazer muito tráfego para sua loja virtual e, consequentemente, aumentar suas vendas.

Então, está pronto para aplicar nossas dicas e ser encontrado por seus potenciais consumidores no Google?

Esse artigo foi escrito por Victoria Salemi, editora responsável pelas parcerias de conteúdo da Nuvemshop, a maior plataforma de comércio digital da América Latina, com mais de 30 mil lojas ativas. Formada em Jornalismo, ama escrever e tornar assuntos complicados acessíveis a todos!