SEO para YouTube: 5 estratégias para impulsionar seu negócio

O YouTube é o segundo site de buscas mais utilizado no mundo e conta com mais de 2 bilhões de usuários que visitam a plataforma todos os meses e que, todos os dias, assistem a mais de 1 bilhão de horas de vídeo.

Diante desses dados, fica a pergunta: o que a sua empresa tem feito para aproveitar todo esse potencial para impulsionar o seu negócio? Se você já tem um canal e o abastece com vídeos exclusivos, o que você tem feito para aumentar a visibilidade dos seus conteúdos?

Assim como o Google, o YouTube desenvolveu um algoritmo capaz de ranquear os melhores vídeos para cada busca. Dessa forma, cabe aos canais adotarem uma série de estratégias para otimizar seus vídeos de forma que o algoritmo os reconheça como relevantes e melhore seus posicionamento. A essas estratégias damos o nome de SEO para YouTube.

Neste post, confira 5 estratégias de SEO para YouTube e veja como você pode aumentar a audiência do seu canal e melhorar seu posicionamento. Acompanhe!

SEO para YouTube: 5 passos para otimizar seus conteúdos

1. Encontre as melhores palavras-chave

Assim como acontece em um blog, antes de produzir conteúdos em vídeos é fundamental realizar uma busca de palavras-chave que sejam relevantes para o seu negócio e para o seu público e que ajudem a direcionar o conteúdo do seu canal.

No YouTube, uma das melhores formas de fazer isso é utilizando a ferramenta de autocompletar da barra de busca. Faça o teste: comece a escrever um tema relacionado à sua empresa e veja quais sugestões aparecem.

O interessante é que as sugestões que aparecem são baseadas nos termos mais pesquisados pelos usuários. Ou seja, é possível ter uma boa ideia do tipo de conteúdo que as pessoas têm buscado e pelos quais se interessam. Outra dica para encontrar as melhores palavras-chave é analisar as tags utilizadas pelos seus concorrentes e outros canais que tenham relação com o seu ramo de atuação.

Como o YouTube não mostra publicamente esses termos, é preciso dar um jeitinho: clique com o botão direito do mouse sobre a página e escolha a opção “Exibir código fonte da página”. Em seguida, aperta Ctrl+F e procure por “keywords”. Assim, você conseguirá ver as tags que definem cada conteúdo.

2. Renomeie o arquivo antes de subi-lo

Quantos falamos em SEO para YouTube, o trabalho de otimização começa antes mesmo do primeiro upload no seu canal. Isso porque a palavra-chave do conteúdo que você quer publicar deve constar já no nome do arquivo que você deseja subir para a plataforma.

Assim, em vez de usar um nome cheio de números e códigos, como aqueles gerados pelas câmeras de vídeo, use o termo principal, separando as palavras por hífen. Exemplo: “seo-para-youtube.mp4”.

3. Otimize seu título

Pode ser óbvio dizer, mas o título do vídeo é parte fundamental das estratégias de SEO para YouTube. Devemos lembrar que a experiência do usuário é um dos pontos mais importantes considerados pelos algoritmos dos mecanismos de busca. Nesse sentido, o título tem o papel de informar aos usuários e também ao próprio YouTube qual é o conteúdo abordado em cada vídeo.

Por isso, aproveite bem o limite de 100 caracteres para criar um título relevante e atraente, e não se esqueça: inclua sempre sua palavra-chave, preferencialmente no início da sentença. Se ainda houver espaço, você pode incluir o nome da sua empresa. Exemplo: “Estratégias de SEO para YouTube – LAHAR”.

4. Escreva uma descrição

Muitos produtores de conteúdo ignoram o espaço destinado à descrição do vídeo, mas ele também é importantíssimo em SEO para YouTube. Lembre-se de que, assim como o Google, o YouTube não é capaz de “ler” imagens e vídeos. Tudo o que o algoritmo consegue identificar são textos e códigos. Por isso, quando falamos de vídeos e áudios, devemos sempre focar na otimização de todo conteúdo em texto que os acompanhe.

O YouTube disponibiliza até 5 mil caracteres para a descrição, porém somente os 150 primeiros aparecem nos resultados de uma pesquisa. Assim, é importante criar uma descrição única para cada vídeo, lembrando-se sempre de incluir as palavras-chave. Outra dica bastante útil é incluir links que levem ao site da empresa ou a uma landing page, por exemplo.

O ideal é que tanto a URL quanto a palavra-chave seja colocadas logo no início da descrição, para que fiquem sempre visíveis e não sejam escondidas pelo botão “mostrar mais”.

Outra forma interessante de aproveitar o espaço e melhorar a experiência do usuários é incluir a transcrição dos vídeos na descrição. Isso vai ajudar o algoritmo a indexar seu conteúdo e, como resultado, melhorar seu SEO.

5. Utilize tags

As tags são um conjunto de termos que ajudam o algoritmo do YouTube a identificar o conteúdo do vídeo, bem como direcionar as pesquisas dos usuários e sugerir vídeos relacionados.

Além da palavra-chave principal, aquela utilizada no nome do arquivo, no título e no início da descrição, pense em outros termos que definam o que é abordado no vídeo. Evite termos técnicos e pense na experiência do usuário e na forma como ele buscaria cada conteúdo.

O YouTube disponibiliza até 120 caracteres para as tags. O recomendado é tentar transformá-los em 4 ou 5 palavras-chave, principalmente aquelas consideradas de cauda longa.

Bônus: aumente a relevância do seu canal

Nossa dica extra de SEO para YouTube envolve, na verdade, uma série de ações para engajar o público e aumentar a relevância do seu canal.

São elas:

  • Compartilhar e incorporar: para aumentar as visualizações no vídeo e aumentar a relevância do canal, você deve divulgar seus vídeos e espalhá-los para um público mais amplo. Para isso, poste-os nas redes sociais, inclua um link no seu email marketing e incorpore-os aos posts do seu blog.
  • Engajamento e interatividade: incentivar a interatividade nos comentários e estimular a participação também é importante. Por isso, faça perguntas, responda aos comentários (críticos ou não) e encoraje os usuários a curtir e compartilhar o vídeo e se inscrever no canal. Sempre que fizer sentido, responda aos comentários com links para outros vídeos que você produziu.
  • Métricas: números de visualizações, comentários, assinantes e inscritos contam muito para SEO para YouTube. Basicamente, quanto mais, melhor. No entanto, há uma métrica que deve merecer atenção especial: retenção do público. Por meio do YouTube Analytics, você pode analisar quanto tempo os seus vídeos conseguem manter o público interessado. A partir dos resultados, você consegue otimizar seus conteúdos de acordo com o comportamento da audiência.
  • Thumbnails: quando subir um vídeo, sempre crie uma “capa” personalizada, combinando imagens e caracteres. Isso ajuda a tornar o conteúdo mais atraente para o usuário.

Leia mais: Como conseguir inscritos no Youtube sem gastar nada: 7 dicas

A LAHAR é um software de automação de marketing que ajuda você a gerar leads e transformá-los em clientes. E você pode concentrar suas ações em uma única ferramenta, pois o software oferece funcionalidades para gerenciar redes sociais, landing pages, automação de marketing e mais.

Ficou interessado? Entre em contato com a nossa equipe e descubra como podemos ajudar você!

Facebook Comments

Deixe uma resposta