Como usar gatilhos mentais: 5 exemplos para vender mais

Afinal, o que são e como usar gatilhos mentais em sua estratégia de marketing?

Essa questão está cada vez mais em alta e, dentro de uma estratégia de marketing, dominá-la vai ajudar a influenciar seus clientes no processo de decisão de compra.

Não confunda táticas manipuladoras e mentirosas com o que estamos abordando aqui ao falarmos sobre como usar gatilhos mentais.

Os gatilhos mentais deve ser usados para ajudar seu público a perceber que você tem o que eles querem e precisam.

O que são gatilhos mentais?

Nossas emoções são responsáveis por grande parte de nossos comportamentos e decisões.

Os gatilhos mentais são os elementos, ou acontecimentos, que desencadeiam essas emoções.

Por isso, entender quais são e como usar gatilhos mentais é extremamente importante no marketing.

Como usar gatilhos mentais: 5 princípios

Existem inúmeros gatilhos mentais, entretanto, neste artigo vamos nos concentrar em entender como funcional cinco deles:

  • Pertencimento
  • Reciprocidade
  • Escassez e urgência
  • Compromisso e consistência
  • Prova social

1. Pertencimento

Saber como usar gatilhos mentais relacionados ao pertencimento é uma das estratégias mais fortemente usadas por marcas de todo o mundo.

Isso acontece porque é da natureza humana o desejo de pertencer a alguma coisa. Isso inclui pertencer a uma família ou a um grupo.

Com muita frequência compramos produtos e serviços para nos sentirmos parte de algo.

É claro que esse desejo está no nosso inconsciente. O que o torna ainda mais poderoso!

Entretanto, um profissional que sabe como usar esse gatilho, cria em torno de uma marca uma ideia de grupo.

É daí que vem a ideia de personalidade de marca, por exemplo.

Através da comunicação de uma forma de ser de uma marca, que as pessoas se conectam para fazer parte do grupo que ter a mesma “personalidade” dessa empresa.

Isso acontece muito, por exemplo, em torno dos usuários dos produtos Apple.

A necessidade de pertencimento é tão grande que ao se sentir desconectado de tudo e todos, é mais provável que você sinta sentimentos como a solidão e a depressão.

No marketing, criar um sentimento de pertencimento nos clientes satisfaz as necessidades psicológicas básicas. As empresas devem procurar construir comunidades de marca que permitam aos clientes sentirem que pertencem a algo, são ouvidos e podem contribuir.

Leia também: Branding: o que é e como melhorar a gestão da sua marca

2. Reciprocidade

O princípio da reciprocidade tem como base a ideia de que quando alguém nos dá algo, nos sentimos compelidos a devolver algo em troca.

Então, como você pode fazer o gatilho mental de reciprocidade trabalhar a seu favor?

Uma das formas de fazer isso é por meio do marketing de conteúdo.

Você pode oferecer conteúdos relevantes como:

  • cursos online gratuitos;
  • webinars;
  • ebooks;
  • manuais divertidos e práticos e mais.

Uma outra forma, ainda mais clássica de usar essa gatilho é por meio de brindes e amostras grátis.

Em caso de lojas virtuais por exemplo, colocar amostras de outros produtos no produto enviado é um gatilho mental que pode estimular a repetição de compras, além de ser uma estratégia de marketing digital para e-commerce extremamente eficiente.

Esses são ótimos exemplos de como usar gatilhos mentais de maneira que a marca e os clientes saiam ganhando.

Leia também: Qual a melhor estratégia de inbound marketing?

3. Escassez

Quanto mais difícil é conseguir alguma coisa mais valor você dá a ela.

Você já deve ter ouvido algo assim ou mesmo sentido algo parecido.

O que impulsiona o gatilho mental da escassez é o medo de perder. Acredite, esse sentimento de medo é mais valioso do que o desejo de ganhar.

Por isso, esse gatilho impulsiona mudanças no comportamento do consumidor.

Por quê a escassez é um gatilho mental tão poderoso?

Porque queremos o que não podemos ter.

Mas como usar a escassez no marketing?

Quer um exemplo prático?

O Booking emprega o gatilho de escassez exibindo contagem regressiva de quantidade – “Muita procura – só mais 1 quarto disponível”.

Como usar gatilhos mentais

4. Compromisso e consistência

Os gatilhos de compromisso e consistência diz que as pessoas farão grandes esforços para parecerem coerentes em suas palavras e ações.

É exatamente por isso que grandes mudanças no estilo de vida, como se “ficar um ano sem comprar roupas” são muito mais bem-sucedidas quando o objetivo é compartilhado com mais pessoas.

No vídeo abaixo você confere esse compromisso feito por uma influenciadora e entende como essa parceria pública torna as ações mais comprometidas.

Como usar gatilhos mentais no marketing, nesse caso?

Tente criar um compromisso entre seu cliente e sua marca.

Um simples compromisso como a assinatura de newsletter manterá a relação entre sua marca e seus clientes mais próxima.

5. Prova Social

Quer gostemos de admitir ou não, a opinião dos outros é uma força poderosa, com a qual nos preocupamos constantemente.

Você pode usar esse gatilho incluindo em suas ações de marketing elementos como depoimentos e avaliações de clientes e parceiros.

Com a internet tudo esses elementos se tornaram ainda mais importantes para a tomada de decisões de compra.

Redes sociais, avaliações de estrelas no Google, sites para avaliação de empresas como o Reclame.Aqui e comentários em sites e lojas virtuais, tornaram as provas sociais um importante gatilho de compra.

Cada dia mais os influenciadores digitais se tornam parte as estratégias para usar o gatilho de prova social.

Aproveite todas as formas de compartilhar o que seus clientes acham de você e use isso a seu favor para conquistar novos consumidores.

O uso dos gatilhos mentais!

Em geral os gatilhos não são usados individualmente, ao contrário, eles atuam combinados gerando ainda mais retorno para as empresas.

Oferecer uma avaliação gratuita permite que os clientes vejam e experimentem o produto ou serviço em primeira mão. Quando se apegam a ele, é mais provável que paguem pelo uso porque não querem perder o que já conquistaram.

Nesse caso escassez e reciprocidade foram unidos para conquistar novos clientes.

Se você ainda não usa gatilhos mentais em suas táticas de marketing digital saiba que está perdendo uma ótima oportunidade para convencer e converter seu público.

No entanto, mais do que aprender como usar gatilhos mentais, concentre-se em entregar algo que agregue valor REAL ao seu cliente.

Não tente manipulá-los. A longo prazo isso pode prejudicar a imagem de sua empresa.

Esperamos ter ajudado você a conhecer mais sobre como usar gatilhos mentais em sua estratégia de marketing digital, com o objetivo de aumentar as vendas e a converter visitantes em leads.

A LAHAR é uma plataforma de automação de marketing digital completa, perfeita para trabalhar suas ações de marketing e vendas e pode ajudar você e seu time a  desenvolver estratégias que aumentem a conversão de suas ações e estreite o seu relacionamento com seus potenciais clientes. Entre em contato com a nossa equipe.

Facebook Comments

Deixe uma resposta